Outras: ECPA cria nova categoria automobilística

Os fãs da velocidade de todo o Brasil terão neste próximo final de semana (19 e 20) um superevento com programação bastante variada e que promete muita ação. Na ocasião, o ECPA – Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo – anuncia a criação da Copa ECPA de Speedy Way, categoria que promete revolucionar as corridas de carro pela forma de disputa.

Essa nova categoria brasileira de competição de carros de turismo deve atrair competidores tanto pelo baixo custo como também pela agilidade e rapidez das provas, que serão curtas e rápidas, maneira de motivar o público a freqüentar o autódromo.

“Pensamos em algo extremamente ágil, onde as provas se sobreponham uma as outras, não dono tempo para o expectador respirar. Será algo de tirar o fôlego”, comenta Dito Giannetti, proprietário do ECPA e idealizador da nova categoria. “Num mesmo fim de semana, o público poderá assistir os mais emocionantes pegas das mais diversas categorias de modelos de carros”, completa.

A apresentação será realizada no sábado e domingo, mas a abertura oficial da temporada acontecerá em junho, inicialmente com seis categorias e contará com a presença de quase 60 pilotos. “Vamos reunir diversas categorias num mesmo evento automobilístico”.

Quanto ao público, Dito espera reunir nos dois dias de evento, um público de bastante. “Há os aficionados que vão à pista para ver certos tipos de carros, há ainda aqueles que são apaixonados pela velocidade e também os que gostam de acompanhar os pegas. Na ocasião, vamos oferecer esses três ingredientes”.

A nova categoria

Inicialmente, a Copa ECPA Speedy Way 2008 será aberta para seis categorias e as provas serão realizadas no Autódromo Dito Giannetti em Piracicaba. Circuito semi-oval com 1100 metros de extensão.

Ao todo, durante todo o dia devem acontecer cerca de 24 provas, por etapa, quatro em cada categoria a serem disputadas domingo, o sábado fica reservado para treinos livres. A novidade é que cada modalidade poderá ser disputada por duplas, o que torna a mais barata categoria automobilística.

O controle e a supervisão da Copa serão exercidos pela Fasp – Federação de Automobilismo de São Paulo – e o regulamento já foi aprovado pelo Conselho Técnico Desportivo Paulista. Mas, a organização das etapas será toda atribuída ao ECPA, onde ocorrerão todas as sete etapas programas para esta temporada inaugural.

As categorias admitidas são Marcas e Pilotos, Turismo N, Copa Fusca, Super Fórmula Tubular, Kart Speedy, veículos históricos originais, veículos históricos de competição e Históricos V8 5000, que são carros do tipo Galaxie, Maverick, Mustang e Cougar.

O grande diferencial do torneio será o número de carros participantes por bateria, que se limitará a no máximo dez veículos, sendo que todos os inscritos participarão de no mínimo quatro baterias.

Outra novidade serão as largadas lançadas, que trarão muito mais emoções, principalmente nas relargadas. A duração das provas será de 12 voltas. “Para até dez carros, todos correm juntos, se houver mais de 11 inscritos o grid será dividido em pares e impares”, explica Dito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *