Outras: Paulista de Velocidade na Terra define último campão na 8ª. etapa

O Campeonato Paulista de Velocidade na Terra conheceu seu último campeão nas provas válidas pela oitava etapa do certame, que foram disputadas neste domingo no autódromo misto, asfalto e terra, do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo (ECPA).

As duas categorias de carros da Turismo já haviam definidos antecipadamente seus campeões, com João Marcelo de Carvalho conquistando o inédito tricampeonato da categoria Turismo A e Juca Gandelim, na Turismo B, ambos são piracicabanos. Assim, as maiores emoções ficaram reservados para a decisão do segundo lugar em ambas as disputas.


 


Portanto, a decisão mais esperada era na disputa das gaiolas da Super Fórmula Tubular, onde o carioca Wellington Antunes, que liderava o certame, administrou a vantagem que tinha sobre o veterano Dito Giannetti e fez prevalecer o favoritismo. “Superar o Dito não é tarefa fácil, ele dá bastante trabalho na pista porque conhece os atalhos do circuito. Mas, acho que fiz o suficiente para ficar como título, pois não se conquista um campeonato numa única prova e nem sozinho”, disse valorizando a conquista e dividindo os méritos com a equipe Beira Rio.


 


As duas provas da categoria foram vencidas pelo veteraníssimo Celso Silveira Mello, que esteve impossível conquistando duas vitórias sensacionais, mas a festa ficou mesmo com o piloto carioca. “Venci as últimas quatro prova disputadas, mas isso é pouco para ganhar numa temporada. Ao menos mantive o recorde da pista que continua meu por mais um ano”, falou Celso ao lembrar da marca de 1 minuto e 19 segundos, que parece quase imbatível.


 


Dito Giannetti que tentava o hepta-campeonato teve que se contentar com o vice-campeonato. “Infelizmente, não deu, mas quem ganhou foi o esporte, a categoria em si. O Wellington é um grande piloto e o título ficou em boas mãos”, disse cumprimentando o adversário.


 


E os dois campeões da Turismo também foram bem em suas respectivas categorias. João Marcelo marcou em terceiro lugar na primeira prova e venceu a segunda, conquistando o inédito tricampeonato da categoria Turismo A. “Das cinco edições disputadas, venci três. Acho que é uma marca para ser respeitada”, lembrou.


 


Ainda na A, o campeão do ano passado, Alexandre Passareli acabou ficando com o vice-campeonato. “Comecei muito mal a temporada, mesmo assim consegui me reabilitar no final. Ficou de bom tamanho”, justificou.


 


Na Turismo B, Juca venceu as duas provas da tarde, de quebra marcou a pole e as duas melhores voltas. “Apesar de já ter o título conquistado, não dei mole para os adversários. No próximo ano, os pilotos da A que me aguardem”, afirmou o piloto lembrando que seu tempo de pista foi melhor do que o dos pilotos da A.


 


Na briga pelo vice-campeonato, uma disputa emocionante entre João Moraes e Wilson Zambello, onde o primeiro ficou em segundo lugar por apenas cinco pontos de diferença. “Foi um ano de muitas dificuldades, onde não atingimos o objetivo principal, mas o espírito de luta que tivemos no decorrer da temporada foi premiado no final. Estou feliz”, afirmou resignado Moraes.


 


Confira os cinco primeiros colocados de cada prova


Resultado 1º prova – Turismo A


1- Alexandre Passareli (Gol) 476 – São Bernardo do Campo


2- Eduardo Leite (Gol) 401 – São Paulo


3- João Marcelo (Gol) 421 – Piracicaba


4- Sergio Barbosa (Gol) 407 – São Paulo


5- Carlos Zílio (Gol) 443 – Piracicaba


 


Resultado 2º prova – Turismo A


1- João Marcelo (Gol) 421 – Piracicaba


2- Herbert Reif Junior (Gol) 465 – São Paulo


3- Luiz Augusto Alves (Gol) – 418 Sumaré


4- Sergio Barbosa (Gol) 407 – São Paulo


5- Beto Cavaleiro (Gol) 477 – São Paulo


 


Resultado 1º prova Turismo B


1- Juliano Gandelin (Gol) 420 – Piracicaba


2- Raphael Corder (Gol) 462 – Piracicaba


3- José Eduardo Vianna (Gol) 477 – Piracicaba


4- Wilson Zambello (Gol) 413 – Piracicaba


5- João Moraes (Gol) 437 – São Paulo


 


Resultado 2º prova – Turismo B


1- Juliano Gandelin (Gol) 420 – Piracicaba


2- Wilson Zambello (Gol) 413 – Piracicaba


3- Raphael Corder (Gol) 462 – Piracicaba


4- João Moraes (Gol) 437 – São Paulo


5- Fabio Mônaco (Gol) 431 – São Paulo


 


Resultado 1º prova – Super Fórmula Tubular


1- Celso Silveira Mello 428 – Piracicaba


2- Vinicius Henrique 404 – São Paulo


3- Wellington Antunes 609 – Nova Iguaçu/RJ


4- Raphael Zulini 415 – Piracicaba


5- Dito Giannetti 422 – Piracicaba


 


Resultado 2º prova – Super Fórmula Tubular


1- Celso Silveira Mello – 428 Piracicaba


2- Vinicius Henrique 404 – São Paulo


3- Raphael Zulini – 415 Piracicaba


4- Wellington Antunes 609 – Nova Iguaçu/RJ


5- Dito Giannetti 422 – Piracicaba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *