Pick-Up: Em prova imprevisível, Heinen vence e fica próximo do título

Em uma corrida marcada por toques, saídas de pista e muitas disputas por posições, Equipe Vidroforte faz dobradinha e a decisão fica para Curitiba.


A etapa de Cascavel do Brasileiro de Pickup Racing tinha tudo para colocar o piloto Cláudio Ricci novamente na ponta do campeonato, ou pelo menos bem próximo disso.

Ricci depois de não participar da última etapa da categoria, voltou e cravou a pole position, porém as coisas não foram muito fáceis para o piloto da S10 número 2.

Na largada, Ricci manteve-se na ponta enquanto Duda e Emerson Bazzo se estranhavam. Eduardo Heinen que largara na quarta posição ganha o terceiro lugar de Bazzo e antes de fechar a primeira volta o segundo de Marcel Wolfart.

Porém na segunda volta, Wolfart e Heinen tocam-se e saem da pista. Heinen ainda consegue retornar rapidamente para a corrida e ficar próximo aos líderes, já Wolfart perdeu muitas posições.

Com a saída de pista de Heinen, Bazzo assume a segunda colocação e aproxima-se de Cláudio Ricci que é o líder. Os dois travam uma bela disputa pela ponta.

Na volta número 6, Wolfart que mantém a sétima colocação e está com sua S10 bastante avariada, tenta ultrapassar Kau Machado, porém perde aderência na freada da curva e ambos tocam-se, sendo que Wolfart é obrigado a abandonar. Kau, mesmo com sua Ranger número 7 com problemas, continua na corrida.

Uma volta depois, Ricci e Bazzo continuam a disputar a ponta. Na curva que antecede a reta dos boxes eles se tocam, sendo que o pior acontece com Ricci, que retorna a pista em oitavo lugar. Bazzo assume a ponta, sendo seguido por Eduardo Heinen e Lairton Miranda.

Na volta número 13, Heinen encosta em Bazzo na briga pela ponta; o líder do campeonato coloca por dentro, Bazzo escorrega e vai para a grama.

Após a parada para reabastecimento, Heinen continua na ponta; na volta número 20 é a vez do Pace Pickup entrar na pista para juntar o grupo. Lairton Miranda é o segundo colocado com Duda em terceiro, Ricci e Bazzo.

A Pace Pickup retira-se e a corrida parte para sua fase final, com Heinen na ponta; Duda toca na traseira de Miranda e recebe aviso da organização que poderá ser punido caso aconteça novamente.

Ricci parte em busca dos ponteiros e consegue ultrapassar Duda; na volta 24 ele ainda faz bela ultrapassagem e conquista o segundo lugar de Lairton Miranda.

Faltando duas voltas para o final, Duda com problemas abandona a corrida.

Eduardo Heinen completa as 28 voltas em primeiro conquistando mais uma vitória na categoria o que lhe dá 13 pontos de vantagem para o segundo colocado (Ricci) no campeonato.

Cláudio Ricci apesar de todos os problemas termina em segundo com Miranda em terceiro. Eduardo Freitas e Bazzo fecham o pódio.

Confira o resultado final da corrida:


1º – Eduardo Heinen (Vidroforte/Templex/Mahle) – S10 nº 9


2º – Cláudio Ricci (Vidroforte/Mahle/Azambuja) – S10 nº 2


3º – Lairton Miranda (Eurofarma/Dayco/Fink/Microtecnica) – S10 nº 6


4º – Eduardo Freitas (JR Acessórios) – S10 nº 3


5º – Nelson Bazzo (Vidroforte/Diferro/Colombo) – S10 nº 0


6º – Anderson Toso (John Bull/Konrad Sul) – S10 nº 46


7º – Marcos Ramalho (Spel Embalagens/Braganholo/SZR) – Ranger nº 55


8º – Daniel Seolino (John Bull) – S10 nº 16


9º – Franco Stedile (Agrale/Bepo/Pionner/Germani) – S10 nº 4



Não completaram



NC – José Nogueira Graham Hill (Marcilio Motor Sport Graham Hill) – S10 nº 33


NC – Emerson Duda (Jumper GNV) – Ranger nº 91


NC – Luis Reis (Scalla) – Ranger nº 22


NC – Gilberto Arruda (Tim/G&C Cartões) – Ranger 66


NC – Kau Machado (Calçados Bottero/Remac/Sentido da Moda) – Ranger nº 7


NC – Patrícia de Souza – Ranger nº 5


NC – Marcel Wolfart (Exatidão/American Oil) – S10 nº 99


NC – Flávio Marcílio (Contuplex/Asa Alumínio/Mahle) – Dakota nº 38


NC – José Valentini (Sapatoterapia/Finobel/Speranza) – Ranger nº 22


 


Melhor volta: Eduardo Heinen na quinta volta tempo de 1.15.572

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *