Pneu furado tira Hahn da liderança da GT Open

Toque pneu furado na etapa de Paul Ricard tira Marcelo Hahn da liderança da GT Open

Um toque e um pneu furado na prova deste domingo em Paul Ricard tirou Marcelo Hahn da liderança da categoria PROAM da GT Open. Correndo ao lado do filho Chris Hahn, o piloto da McLaren somou apenas 3 pontos nas duas provas disputadas no circuito francês e acabou superado pela dupla austríaca Christian Klien e Patrik Krupinski.

As corridas válidas pela segunda etapa do campeonato marcaram a estreia de Chris Hahn a bordo da McLaren 720s que conta com patrocínio da Blau Farmacêutica e Preserv. O jovem piloto de 22 anos que substitui Allam Khodair – que estava na Corrida do Milhão da Stock Car em Interlagos – fez bonito em suas primeiras corridas ao lado do pai, inclusive conquistando a pole da prova que terminou com um pneu furado quando Marcelo Hahn já realizava o segundo stint da corrida.

“Uma pena não termos conseguido um pódio neste final de semana, tínhamos condição para isso na segunda prova, mas infelizmente levei um toque de um Aston Matin que acabou furando nosso pneu e tirou a gente desta briga. O lado positivo é que, com este resultado, conseguimos nos livrar do handcap de penalização de tempo durante a parada para troca de pilotos e isso vai ser importante para buscarmos retomar a ponta da tabela na próxima etapa”, avaliou Marcelo Hahn, que liderava a categoria PROAM quando foi tocado.

“Foi uma estreia muito positiva. Após algumas alterações no setup do carro fiquei muito confiante e pude mostrar minha velocidade nos treinos. Uma pena não termos conquistado o pódio. No sábado, além do time-penalty acumulado pelos pódios da Hungria, meu pai acabou perdendo muito tempo preso atrás de um carro mais lento e isso tirou nossas chances. Já domingo, o toque que recebemos minou nossas chances. Fiz um bom primeiro stint e entreguei o carro em uma posição na qual dificilmente perderíamos a corrida”, disse o piloto que voltará a acelerar ao lado de Marcelo Hahn na etapa de Red Bull Ring, na Hungria.

“Vou para a minha segunda prova bem melhor adaptado ao carro, à equipe. Tive um entrosamento muito bom com todo o time e isso também me deixa bastante confiante para a próxima etapa. Vamos para a Austria para brigar pela vitória e ajudar meu pai a retomar a liderança do campeonato”, completou Chris.

A etapa da Austria, que acontecerá no circuito de Red Bull Ring, será disputada nos dias 12 e 13 de setembro. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *