Pole positions vencem em Cascavel pela Copa Shell HB20

Raphael Abbate (Pro), Daniel Nino (Elite) e Enzo Gianfratti (Super) foram os vencedores da corrida de abertura da quarta etapa. Carros voltam à pista no domingo para complemento da rodada dupla

A quarta rodada dupla da temporada 2021 foi aberta neste sábado (17), com a primeira corrida do final de semana, em Cascavel. Apesar da prova ser disputada com pista seca e até um tímido sol que deu as caras no Autódromo Zilmar Beux, o último treino livre e a classificação aconteceram com a pista molhada e temperaturas baixas durante a manhã. Raphael Abbate conquistou a pole position na Pro, Daniel Nino fez a pole na Elite e Enzo Gianfratti largou em primeiro da Super.

Na corrida, todos os poles venceram, fato que acontece pela primeira vez na temporada. Abbate sofreu ataques de Gustavo Magnabosco no início da disputa, mas manteve a ponta e dominou toda a prova. Magnabosco terminou em segundo, com Bruno Testa em terceiro, Kleber Eletric em quarto e Rafael Reis em quinto.

“Foi um sábado fantástico. Fiz o melhor tempo no treino da manhã, depois conquistei a pole position com a pista molhada, em uma condição totalmente imprevisível. Larguei na ponta e consegui administrar a corrida toda. Mantive um ritmo muito forte, segurando o Magnabosco que vinha muito rápido, e conquistei minha segunda vitória na temporada”, comemorou Abbate.

Líder do campeonato na Elite, Nino venceu pela quarta vez na temporada. Breno Borges fechou em segundo, Juba Giarreta em terceiro, Keka Teixeira em quarto e Romulo Molinari em quinto. “Foi uma corrida muito boa, consegui ultrapassar alguns pilotos da Pro logo na largada. Vinha com um ritmo bom, mas depois da entrada do safety car meu rendimento caiu um pouco e tive muita dificuldade no trecho final da corrida. O Breno também vinha com um bom ritmo e se aproximou, mas consegui me defender e vencer mais uma vez”, explicou Nino.

Na Super, Enzo Gianfratti segue sendo o nome a ser batido. O jovem estreante venceu pela sexta vez na temporada. Leandro Parizotto foi o segundo, com Leo Rufino em terceiro, Luan Lopes em quarto e Thaline Chicoski em quinto. “O trabalho vem sendo incrível até aqui. Largar no meio do grid numa pista como essa, apesar de ser o primeiro da Super, é muito difícil, porque temos que fugir de possíveis confusões e batidas. Espero que amanhã eu consiga mais uma vitória, ou então conquistar um lugar no pódio, que já vai ser bom demais”, festejou Gianfratti.

Leonardo Reis fez uma boa corrida e travou disputas com Gustavo Magnabosco, Bruno Testa e seu irmão Rafael, mas acabou escapando da pista e terminou a prova na 15ª posição. No entanto, ainda conseguiu marcar a melhor volta da prova – 1min20s076 – e garantiu o Troféu Brazzo Volta Mais Rápida.

Os 40 carros inscritos para a etapa retornam à pista no domingo, a partir das 8h35, para um warmup. A corrida 2 tem largada prevista para às 11h15 e a transmissão terá início às 11 horas – no BandSports e no canal Acelerados do YouTube.

 

Veja como terminou a corrida 1:
1. Raphael Abbate (Pro) – 19 voltas em 27min31s414
2. Gustavo Magnabosco (Pro) – a 0s965
3. Bruno Testa (Pro) – a 5s151
4. Kleber Eletric (Pro) – a 5s876
5. Rafael Reis (Pro) – a 10s305
6. Fernando Junior (Pro) – a 10s565
7. Thiago Riberi (Pro) – a 11s448
8. Rodrigo Elger (Pro) – a 12s982
9. Chris Bornemann (Pro) – a 13s244
10. Daniel Nino (Elite) – a 14s091
11. Breno Borges (Elite) – a 14s517
12. Juba Giarreta (Elite) – a 17s146
13. Rogério Motta (Pro) – a 26s997
14. Wagner Cardoso (Pro) – a 27s617
15. Enzo Gianfratti (Super) – a 28s268
16. Keka Teixeira (Elite) – a 28s609
17. Romulo Molinari (Elite) – a 29s056
18. Leandro Parizotto (Super) – a 31s398
19. Marcus Índio (Elite) – a 31s764
20. Léo Rufino (Super) – a 31s901
21. Luan Lopes (Super) – a 32s314
22. Thaline Chicoski (Super) – a 32s824
23. Marcelo Zebra (Super) – a 42s183
24. Thiago Rizzo (Super) – a 42s751
25. Leonardo Reis (Pro) – a 44s509
26. Thiago Sansana (Super) – a 46s275
27. Rafael Maeda (Super) – a 1min00s671
28. Eduardo Doriguel (Super) – a 1min06s235
29. Cássio Cortes (Elite) – a 1min07s873
30. Diego Peroni (Super) – 1min08s564
31. Silvio Gatão (Super) – a 1min18s412
32. Johnny Platero (Super) – a 1min25s333
33. Odair dos Santos (Elite) – a 1 volta
34. Lucas Bornemann (Elite) – a 1 volta
Não completaram 75% da prova:
35. Edgar Colamarino (Elite) – a 6 voltas
36. Beto Cavaleiro (Pro) – a 10 voltas
37. Alberto Cattucci (Pro) – a 15 voltas
38. Alexandre Canassa (Super) – a 18 voltas
39. Luiz Sena Jr (Pro) – a 18 voltas
40. Léo Martins (Super) – a 19 voltas
Troféu Brazzo Volta Mais Rápida: Leonardo Reis – 1min20s076

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *