Porsche Carrera Cup: Kaesemodel e Constantino vencem corridas da Porsche Carrera Cup 4.0


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Mais uma vez a pista de Interlagos testemunhou um show dos carros de corrida mais produzidos no planeta, no marco do septuagésimo aniversário da Porsche. Em jornada que amanheceu com o dia encoberto e terminou com sol, a segunda metade do campeonato de Sprint da Porsche Império Cup começou em altíssimo nível e muita emoção.

Teve vitória de pai e filho, piloto vencendo pela primeira vez na vida, competidores reagindo e espantando azar, disputas acirradíssimas, além de vitórias e posições no pódio sendo definidas nas últimas voltas.

A quatro corridas do fim da temporada, também começam a despontar os principais candidatos a cada um dos quatro títulos em jogo no certame de provas de 25 minutos mais uma volta.

Porsche Carrera Cup: Kaesemodel e Constantino vencem corridas da Porsche Carrera Cup 4.0

Na Carrera Cup 4.0 o campeonato embolou de vez. Lico Kaesemodel venceu a primeira corrida saindo da pole, foi segundo na segunda, deixou Interlagos como maior pontuador da etapa e está empatado em pontos com Miguel Paludo agora no terceiro lugar. O vice-líder é Constantino Jr, vencedor da prova 2 também partindo da posição de honra. Os três reduziram a margem de Werner Neugebauer, que mantém a primeira posição nos pontos. Com dois pódios em terceiro lugar, Pedro Queirolo desencantou e passou Marçal Müller na classificação -o gaúcho, campeão da classe Challenge em 2017, havia terminado a etapa passada em primeiro lugar nos pontos e perdeu o topo da tabela na véspera da jornada de Interlagos, em virtude de decisão obtida por Werner no STJD.

Em suma: a quatro corridas do fim da temporada, nada menos que sete competidores nutrem chances consideráveis de sair da preliminar do GP Brasil de F1 em Interlagos com o primeiro campeonato da Carrera Cup 4.0.

Já na Carrera Cup 3.8, o campeonato ruma para um duelo entre o vencedor do Junior Program Vitor Baptista e o piloto Shell Gaetano di Mauro. Os dois lutaram pela vitória na primeira corrida até a volta final, com Vitor levando a melhor. A segunda prova do dia viu a primeira vitória do jovem Bruno Baptista na categoria. À frente de um combativo Eloi Khouri impulsionado por sua melhor performance no ano com o carro #21, o piloto Hero recebeu a quadriculada em primeiro lugar pouco mais de uma hora depois de seu pai vencer pela primeira vez no ano.

Adalberto Baptista vinha batendo na trave ao longo do ano. A velocidade do carro #10 estava sempre presente, mas por um ou outro fator o piloto não tinha conseguido “encaixar” um resultado digno de sua performance com o novo carro da geração 991/2. Ganhou com autoridade a primeira corrida da GT3 e esteve perto de vencer também a segunda.

Mas Rouman Ziemkiewicz também queria muito o topo do pódio. O competidor do carro #80, duas vezes vencedor do Momento Shell V-Power pela melhor manobra da etapa, conseguiu ultrapassar Adalberto a meia volta da bandeirada. Foi sua primeira vitória na GT3 Cup 4.0.

Sylvio de Barros sustentou a ponta na tabela, mas Adalberto, o maior pontuador do dia, abreviou a distância para o concorrente do carro #5.

Pela GT3 Cup 3.8 Paulo Totaro venceu a primeira, muito pressionado por Chico Horta, que havia largado da pole. Na prova final Horta deu o troco. Os dois estão separados por apenas 15 pontos na classificação, com o piloto do carro #45 à frente do concorrente.

Agora o campeonato de Sprint entra em recesso até setembro. A próxima etapa da Porsche Império Cup, marcada para o último fim de semana de julho em Interlagos, será a abertura do campeonato das provas de longa duração, a Endurance Series.

“Conseguimos nosso objetivo de pontuar bem aqui. Houve um acidente no começo, e me falaram pelo rádio que a pista estava com bastante sujeira, como estava em primeiro, virei a referencia para os demais pilotos. E foi muito difícil, pois não sabia o ponto certo de frear. Por isso, na curva 1, o pessoal chegava em mim então, no miolo, eu tentava abrir. No fim, o Queirolo quis colocar no Mergulho, mas consegui me defender. Graças a Deus consegui sair bem, tracionar bem na Junção e conseguimos começar o sábado com o pe direito. Na segunda corrida, a largada foi meio conturbada, mas consegui sair do acidente. Eu sabia que o Constantino estava com o pneu zero, sabia que passar ele seria arriscado. Acho que está bom para o campeonato, maior pontuador da etapa de novo” – Lico Kaesemodel

“O Lico estava muito competitivo neste fim de semana, como todos os pilotos. Como são pilotos limpos, dá para a gente jogar de uma forma legal, um pega sem maldade. Lico está de parabéns, ele estava tão rápido quanto eu, às vezes ele aproveitava o meu erro e às vezes, eu aproveitava os erros dele. Isso só mostra o alto nível da competição, estou muito feliz” – Constantino Jr

Punições alteram resultados na Porsche Império Cup em Interlagos

Após a última bandeirada do dia, os comissários desportivos avaliaram diversos incidentes das segundas corridas da quarta etapa do campeonato de Sprint da Porsche Império Cup. Houve alteração nos resultados de três classes.

Na GT3 Cup 4.0, Marcio Mauro foi desclassificado por atitude antidesportiva contra os carros #99 e #34.

Na GT3 Cup 3.8, Marco Billi teve 20 segundos acrescidos ao seu tempo de prova, por atitude antidesportiva contra o carro #45. Com isso, ele caiu de segundo para quarto na classificação da corrida.

Outras três punições foram aplicadas na segunda prova da Carrera Cup 3.8.

O líder do campeonato, Vitor Baptista, foi duas vezes punido em 20s, por atitudes antidesportivas contra Enzo Elias e Fernando Fortes, em incidentes separados. Assim caiu de terceiro para nono lugar na prova.

Marcus Vario também teve 20 segundos acrescidos ao seu tempo de corrida, por atitude antidesportiva contra o carro #277 e caiu de nono para décimo na corrida.

Campeonatos:

Carrera Cup 4.0

Werner Neugebauer, 122 pontos

Constantino Jr., 117

Miguel Paludo, 112

Lico Kaesemodel, 112

Pedro Queirolo, 100

Marçal Müller, 97

Ricardo Baptista, 72

JP Mauro, 65

Daniel Schneider, 31

Luca Seripieri, 27

Rodrigo Mello, 18

Eduardo Azevedo, 0

GT3 Cup 4.0

Sylvio de Barros, 147 pontos

Adalberto Baptista, 121

Maurizio Billi, 92

Rouman Ziemkiewicz, 75

Tom Valle, 68

Guilherme Reischl, 66

Tom Filho, 64

Carlos Ambrósio, 59

Dominique Teysseyre, 58

Rodolfo Toni, 55

Márcio Mauro, 53

Luca Seripieri, 32

Ramon Alcaraz, 23

Bruno Garfinkel, 17

GT3 Cup 3.8

Paulo Totaro, 146 pontos

Francisco Horta, 129

Patrick Choate, 128

Marco Billi, 114

André Gaidzinski, 81

Nelson Monteiro, 78

Sang Ho Kim, 55

Alexandre Auler, 54

Alan Turres, 44

Anderson Faita, 17

Ramon Alcaraz, 5

Carrera Cup 3.8

Vitor Baptista, 133 pontos

Gaetano di Mauro, 127

Fernando Fortes, 104

Marcus Vario, 100

Marcel Coletta, 100

Bruno Baptista, 98

Murilo Coletta, 85

Enzo Elias, 72

Pedro Aguiar, 68

Eloi Khouri, 62

Matheus Coletta, 39

Rodrigo Mello, 27

Kreis Jr., 24

Tom Filho, 12

William Starostik, 7

Fotos: Luca Bassani

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *