Porsche GT3 Cup: Ricardo Baptista vence em Curitiba depois de disputa emocionante com Tom Valle

Prova 11 da temporada foi disputada nesta manhã na capital paranaense.

 


Uma disputa emocionante pela vitória marcou a prova 11 do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil, disputada neste sábado (22/09) em Curitiba. Ricardo Baptista, líder do campeonato, teve muito trabalho para se manter à frente de Tom Valle e vencer sua quinta corrida nesta temporada. Valle terminou em segundo lugar, com o paranaense Sérgio Ribas em terceiro, seu melhor resultado na categoria.


Baptista e Clemente Lunardi, que dividiram a primeira fila, mantiveram suas posições após a largada. Na segunda volta, Valle assumiu o segundo lugar e rapidamente se aproximou de Baptista. Enquanto isso, outra briga acontecia pelo terceiro lugar, entre Lunardi, Luís Zattar e Ribas. Essa disputa só acabou na oitava volta, quando Zattar sofreu um acidente no final da reta e fez a bandeira amarela ser mostrada no local. Duas voltas depois, Valle ultrapassou Baptista no final da reta, mas lembrou-se da bandeira amarela e devolveu a posição para evitar uma punição. Essa cautela custou-lhe a vitória: concentrado na tentativa de ultrapassagem, Valle não percebeu que a sinalização de perigo já havia sido retirada. Continuou perseguindo Baptista até a bandeirada, mas não teve outra oportunidade de assumir a liderança.


Depois do acidente de Zattar, a disputa pelo terceiro lugar passou a acontecer entre Lunardi, Ribas e Marcel Visconde, com Maurizio Billi correndo sozinho em sexto. Faltando cinco voltas para o final, Ribas ultrapassou Lunardi e se estabilizou no terceiro lugar. Antônio Hermann, Haroldo Pinto, Eduardo de Souza Ramos e Marcos Barros andaram juntos na briga pelo sétimo lugar. E, mais atrás, boas disputas foram travadas entre o estreante Pedro Abreu e os irmãos Henry e Omilton Visconde.



Resultado final da prova 11


1) Ricardo Baptista, 19 voltas em 27:31.517, média de 153,531 km/h
2) Tom Valle, a 0.609
3) Sérgio Ribas, a 18.122
4) Clemente Lunardi, a 20.811
5) Marcel Visconde, a 25.210
6) Maurizio Billi, a 25.565
7) Antônio Hermann, a 41.605
8) Haroldo Pinto, a 43.200
9) Eduardo de Souza Ramos, a 51.149
10) Marcos Barros, a 1:05.068
11) Pedro Abreu, a 1:07.814
12) Omilton Visconde Jr., a 1:27.754
13) Henry Visconde, a 1 volta
14) Luís Zattar, a 12 voltas
15) Otávio Mesquita, a 12 voltas
16) Guilherme Figueirôa, a 13 voltas
17) Walter Salles, não largou


Volta mais rápida: Tom Valle, 1:25.677, média de 155,762 km/h



Classificação do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil após 11 provas:


1) Ricardo Baptista, 180 pontos; 2) Clemente Lunardi, 132; 3) Otávio Mesquita, 127; 4) Marcel Visconde, 124,5; 5) Beto Posses, 110,5; 6) Walter Salles, 80,5; 7) Maurizio Billi, 75; 8) Tom Valle, 69; 9) Sérgio Ribas, 69; 10) Haroldo Pinto, 60; 11) Marcelo Ometto, 58,5; 12) Luís Zattar, 55,5; 13) Antônio Hermann, 54; 14) Constantino Júnior, 50; 15) Marcos Barros, 40; 16) Guilherme Figueirôa, 34; 17) Eduardo de Souza Ramos, 29; 18) Omilton Visconde Jr., 23,5; 19) Henry Visconde, 19; 20) Valter Rossete, 10; 21) Danilo Fernandez, 7; 22) Pedro Abreu, 5 pontos.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *