Radical UK Cup: Victor Corrêa estréia com protótipos neste final de semana


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Brasileiro já correu e venceu de Fórmula Ford e Fórmula 3 na Europa

Piloto talhado nas competições de monopostos desde 2008, passando com vitórias em todas as temporadas pela Fórmula Ford e Fórmula 3, o mineiro Victor Corrêa (Unifenas) vai fazer sua estréia com protótipos neste final de semana (15 e 15/6). Ele vai disputar a quarta etapa do Dunlop Radical UK Cup, no circuito Brands Hatch Indy, nos arredores de Londres, na Inglaterra.

“Estou bem otimista. Eu vou tentar arrancar o máximo possível da equipe neste fim de semana para aprender sobre o carro”, espera o representante de Alfenas, sul de Minas Gerais.

Com experiência resumida a apenas um dia de testes com o protótipo Radical SR8 no circuito Silverstone National, Victor Corrêa confia na sua afinidade e retrospecto com o traçado curto de Brands Hatch para alcançar um resultado satisfatório em sua estréia. “Quero obter um bom resultado na pista que eu conheço bem e onde já ganhei três vezes, duas de Fórmula Ford e uma vez de Fórmula 3”, afirma.

As corridas da Copa Britânica de Radical são de 40 minutos, com possibilidade de provas individuais ou em dupla. Victor ia correr em dupla com Christian Ebbesvik (29 anos), que já tem experiência em protótipos, inclusive com algumas participações em Le Mans. No entanto, o dinamarquês vai ser comentarista da corrida no Euro Channel Eurosport e a equipe não conseguiu outro piloto pra dividir o carro com o brasileiro.

“Vou ter um fim de semana apertado por estar andando sozinho e ter que fazer o trabalho em dobro. Mas vou superar. Não vou ter ninguém para me ajudar no carro, mas vou tentar arrancar um pouco da experiência dos meus companheiros de equipe”, falou sobre as outras duplas da Marks Eletrical Racing, atual campeã da categoria.

“Eu acho bom por um lado é ruim por outro. Tem vantagem e desvantagem”, reflete o jovem de 22 anos de idade. “A desvantagem e não ter ninguém pra me ajudar no carro com mais experiência do que eu em protótipos. A vantagem é que e eu vou andar mais e aprenderei mais sobre o carro. Se eu tiver rápido, também terei mais chances de um bom resultado”, completa o piloto apoiado pela Unifenas.

O Radical SR8 que Victor Corrêa vai utilizar é um biposto de apenas 680 kg, impulsionado por dois motores de 1,3 litros da Suzuki Hayabusa, gerando 420 cavalos de potência. “O carro tem uma excelente relação peso/potência e ótima saída de curva. E mesmo não tendo o downforce de um monoposto, faz bastante curva, ajudado por bons pneus. O câmbio com seis marchas sequenciais e com trocas no volante também é muito bom, dando muito prazer na pilotagem”, elogiou o protótipo que chega a 290 km/h.

A temporada da Copa Britânica de Radical já teve três etapas e ainda restam mais cinco até o fim do ano.

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *