Rali Dakar: Brasileiros completam a especial mais longa da competição

Depois de um dia de descanso, os competidores do Rally Lisboa-Dakar voltaram a acelerar neste domingo (14/01), na especial mais longa da competição. O trecho cronometrado da oitava etapa, entre Atar e Tichit, na Mauritânia, teve 589 quilômetros de extensão e outros 37 quilômetros de deslocamentos.

 



Além do obstáculo da distância, percorrida pelo vencedor da prova, o espanhol Marc Coma, em 7h46min13s, a etapa ofereceu ainda como dificuldade o fato de ser maratona, na qual o regulamento não permite que os participantes contem com apoio mecânico após a disputa.


O piloto Carlos Ambrósio, da ASW Brasil Team, concluiu a prova na 55ª posição, com o tempo de 10h37min36s, e subiu mais oito posições na tabela de classificação, ocupando agora a 54ª colocação es e aproximando dos Top 50.


“Nossa estratégia foi a de fazer uma especial bem conservadora e sem grandes riscos, pois além de percorrerer mais de 600 quilômetros sabíamos que não teríamos apoio técnico antes da etapa de amanhã, onde serão mais 500 quilômetros até Néma”, disse Ambrósio.


Quatro posições à frente e quase dez minutos mais rápido em relação a Ambrósio, o companheiro de equipe, Dimas Mattos, fechou na 51ª posição, mas acabou perdendo duas colocações no ranking. Em 42º colocado, Dimas Mattos segue, porém, como o melhor brasileiro nas motos até o momento.


Jean Azevedo, que corre para recuperar o tempo perdido devido à quebra mecânica na sexta etapa, foi o melhor brasileiro na prova de hoje, fechando a disputa na 7ª posição, após completar a especial em 8h25min09s. Com o bom resultado, Azevedo ganhou 27 colocações na classificação, saltando do 74º para o 47º lugar na categoria motos.


Com a vitória e o mau resultado do compatriota e companheiro de equipe, Esteve Pujol, que enfrentou problemas e caiu da vice-liderança para a oitava colocação na geral, Marc Coma se isolou ainda mais na liderança da competição. Seu principal adversário passa a ser o francês Cyril Despres, que assumiu a vice-liderança com o segundo lugar conquistado na prova de hoje, mas está com quase uma hora de desvantagem para Coma no tempo acumulado da prova.


Impossibilitados de contar com apoio da equipe na noite de hoje, os pilotos seguem nesta segunda-feira (15/01) para a cidade de Néma, também na Mauritânia. Sem deslocamento inicial previsto, a largada para a especial de 494 quilômetros acontece na cidade de Tichit.


Resultados da 8ª etapa do Rally Dakar (Atar – Tichit):


1º Marc Coma (ESP) KTM 7h46min13s
2º Cyril Despres (FRA) KTM 7h56min15s + 10min02s
3º Anders Ullevalsetter (NOR) KTM 8h10min13s + 24min00s
4º David Casteu (FRA) KTM 8h12min35s + 26min22s
5º Frans Verhoeven (HOL) KTM 8h15min29s + 29min16s
6º Chris Blais (EUA) KTM 8h24min46s + 38min33s
7º Jean Azevedo (BRA) KTM 8h25min09s + 38min56s
8º Giovanni Sala (ITA) KTM 8h30min36s + 44min23s
9º Thierry Bethys (FRA) HONDA 8h33min57s + 47min44s
10º Jaroslav Katrinak (SLQ) KTM 8h38min14s + 52min01s
51º Dimas Mattos (BRA) KTM 10h28min46s + 2h42min33s
55º Carlos Ambrósio (BRA) KTM 10h37min36s + 2h51min23s


Confira a classificação do Rali Dakar 2007 após 8 etapas:


1º Marc Coma (ESP) KTM 30h24min47s
2º Cyril Despres (FRA) KTM 31h19min45s + 54min58s
3º David Casteu (FRA) KTM 31h28min02s + 1h03min15s
4º Chris Blais (EUA) KTM 31h56min13s + 1h31min26s
5º Anders Ullevalsetter (NOR) KTM 32h24min53s + 2h00mins06s
6º Frans Verhoeven (HOL) KTM 32h33min44s + 2h08min57s
6º Giovanni Sala (ITA) KTM 32h38min38s + 2h13min51s
8º Esteve Pujol (ESP) KTM 32h45min44s + 2h20min57s
9º Helder Rodrigues (POR) YAMAHA 32h57min31s + 2h32min44s
10º Michel Marchini (FRA) YAMAHA 33h29min07s + 3h04min20s
42º Dimas Mattos (BRA) KTM 39h49min37s + 9h24min50s
47º Jean Azevedo (BRA) KTM 40h49min23s + 10h24min36s
54º Carlos Ambrósio (BRA) KTM 42h02min52s + 11h38min05s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *