Rali Dakar: Quarta-feira teve etapa equilibrada entre os carros

A quinta etapa do Rally Lisboa Dakar mostrou um grande equilíbrio entre os carros. Apesar do trecho cronometrado contar com 325 km e o tempo de prova ter sido superior a três horas e meia, a diferença entre os competidores não foi tão grande como nas etapas anteriores. A dupla vencedora do dia foi Carlos Sainz/Michel Perin, com apenas 30 segundos de vantagem para Stephane Peterhansel/Jean Paul Cottret, 2ª colocada na etapa. O brasileiro Paulo Nobre (Itaú Private Bank) foi o 23º colocado, com 29min09s de desvantagem para o vencedor.

 


Apesar de ter um pneu furado há 20 km do final do trecho cronometrado, Palmeirinha acredita que o principal motivo para o resultado de hoje tenha sido a falta de experiência. “O começo da especial foi o mesmo de uma especial do Rali do Marrocos que disputei no ano passado. Era um trecho perigoso em uma região montanhosa, mas como eu já conhecia o terreno deu para acelerar bem. Prova disso foi que passei na 14ª posição no primeiro posto de controle, mas logo começou a parte que era novidade para mim, o que agora será uma constante até chegarmos a Dakar, e fica complicado de acompanhar o ritmo de quem já passou por vários anos nessa região, sem falar na possibilidade de um acidente, pois capotar o carro aqui é fácil, fácil. Então acho que isso mostra que já consigo andar entre os 20 primeiros da prova, mas que para melhorar preciso ainda de um pouquinho de experiência”, analisou o piloto brasileiro.


Outra dificuldade apontada por Nobre é a ultrapassagem sobre os competidores de moto. “Chegamos a ultrapassar umas 50 motos por dia. Algumas vezes eles saem do caminho e nos deixam passar, mas existem aqueles que só diminuem o ritmo e se você quiser passar tem que ser por fora da pista, que aqui no Marrocos significa pegar muita pedra pela frente. Foi assim que furei o meu pneu hoje”, explicou.


Nesta quinta-feira, o Rally Lisboa Dakar desembarca na Mauritânia, onde muitos acreditam ser o local no qual a prova será definida. “Amanhã vou ampliar os meus horizontes e conhecer a famosa Mauritânia, tão falada entre os competidores devido as suas dunas”, brinca Palmeirinha. Os competidores terão pela frente 414 km de deslocamento saindo da cidade marroquina de Tan Tan, mais 394 km de trecho cronometrado já dentro da Mauritânia e mais 9 km de deslocamento final, totalizando 817 km até a chegada a Zouerat.


Resultado da 5ª etapa
1º Carlos Sainz/Michel Perin (Espanha – Volkswagen), 3h36min39s
2º Stephane Peterhansel/Jean Paul Cottret (França – Mitsubishi), a 30s
3º Giniel de Villiers/Dirk Von Zitizewitz (África do Sul – Volkswagen), a 1min41s
4º Luc Alphand/Gilles Picard (França – Mitsubishi), a 4min17s
5º Nani Roma/Lucas Senra (Espanha – Mitsubishi), a 4min32s
6º Guerlain Chicherit/Matthieu Baumel (França – BMW), a 5min03s
7º Carlos Sousa/Andreas Schulz (Portugal- Volkswagen), a 6min57s
8º Mark Miller/Ralph Pitchford (EUA – Volkswagen), a 7min38s
9º Benoit Rousselot/Gilles Mondesir (França – Nissan), a 10min10s
10º Hiroshi Masuoka/Pascal Maimon (Japão – Mitsubishi), a 12min30s
23º Paulo Nobre/Filipe Palmeiro (Brasil – BMW), a 29min09s
28º Klever Kolberg/Eduardo Bampi (Brasil – Mitsubsihi), a 40min24s
129º Riamburgo Ximenez/Lourival Roldan (Brasil – Mitsubishi), a 3h11min22s


Moto
1º Esteve Pujol (Espanha – KTM), 3h56min22s
10º Jean Azevedo (Brasil – KTM), a 19min27s
65º Dimas Mattos (Brasil – KTM), a 1h14min04s
99º Carlos Ambrósio (Brasil – KTM), a 1h39min24s


Caminhão
1º Hans Stacey/Charly Gotlib/Bernard Der Kinderen (Holanda – MAN), 3h41min59s
19º Jean Azevedo/Maykel Justo/Jaromir Martinec (Brasil – Tatra), a 52min52s


Resultado prova após cinco etapas realizadas
Carro
1º Carlos Sainz/Michel Perin (Espanha – Volkswagen), 12h53min50s
2º Giniel de Villiers/Dirk Von Zitizewitz (África do Sul – Volkswagen), a 3min36s
3º Carlos Sousa/Andreas Schulz (Portugal- Volkswagen), a 11min17s
4º Nani Roma/Lucas Senra (Espanha – Mitsubishi), a 16min16s
5º Luc Alphand/Gilles Picard (França – Mitsubishi), a 20min27s
6º Guerlain Chicherit/Matthieu Baumel (França – BMW), a 23min31s
7º Stephane Peterhansel/Jean Paul Cottret (França – Mitsubishi), a 24min31s
8º Hiroshi Masuoka/Pascal Maimon (Japão – Mitsubishi), a 25min19s
9º Jean Louis Schlesser/Arnaud Debron (França – Schlesser/Ford), a 35min50s
10º Mark Miller/Ralph Pitchford (EUA – Volkswagen), a 49min32s
68º Klever Kolberg/Eduardo Bampi (Brasil – Mitsubishi), a 6h51min28s
76º Riamburgo Ximenez/Lourival Roldan (Brasil – Mitsubishi), a 7h43min05s
81º Paulo Nobre/Filipe Palmeiro (Brasil – BMW), a 8h04min15s


Moto
1º Marc Coma (Espanha – KTM), 14h08min48s
10º Jean Azevedo (Brasil – KTM), a 1h14min50s
53º Dimas Mattos (Brasil – KTM), a 4h28min33s
80º Carlos Ambrósio (Brasil – KTM), a 5h58min54s


Caminhão
1º Hans Stacey/Charly Gotlib/Bernard Der Kinderen (Holanda – MAN), 14h05min15ss
19º Jean Azevedo/Maykel Justo/Jaromir Martinec (Brasil – Tatra), a 2h19min54s

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *