Rali-Dakar: Riamburgo Ximenes e Lourival Roldan transbordam tranqüilidade a apenas quatro dias da largada do Lisboa- Dakar 2007

No seu aniversário, Ximenes afirma que seu grande presente é estar aqui.

Ele sonhou em estar aqui durante anos. Planejou cada detalhe. Ouviu conselhos de amigos e pessoas que conhecem as principais equipes privadas do mundo.

Na hora de escolher um navegador, Lourival Roldan era quem ele mais queria ao seu lado. Durante 2006 inteiro ele cuidou em detalhes deste sonho e hoje, dia 2 de janeiro, seu aniversário, Riamburgo Ximenes desembarcou em Lisboa por volta das sete horas da manhã (horário de Portugal), para comemorar seu dia de forma mais que especial.

“Meu presente foi chegar e ver que tudo está pronto para a largada dia 6. O carro está fantástico, a Red Line, equipe com a qual vamos enfrentar este desafio é competente e atenciosa, cuidando detalhadamente de todos os por menores que envolvem os preparativos para um Dakar e meu navegador é preparado, dedicado e experiente. Lourival veio antes para Lisboa e cuidou pessoalmente junto à Red Line dos ajustes finais do carro. Tudo isso me faz sentir tão tranqüilo que parece que estou em casa, às vésperas de um Sertões”. Declarou Riamburgo logo após o primeiro teste de pista com o carro, um Mitsubishi Pajero Diesel.

Desde o dia 28 de dezembro, o navegador Lourival Roldan acompanha de perto todos os últimos acertos e detalhes da preparação do carro.

“Este é o primeiro rali do qual vou participar em que o carro está totalmente pronto dias antes das verificações técnicas e com um acerto preciso. O trabalho feito pela Red Line é detalhado. No dia 29 revisei toda a parte elétrica do veículo, no dia 30 conferi a parte mecânica e só tenho elogios a fazer! Claro, ajustamos detalhes sim, mas apenas ajustes pessoais”. Afirmou Lourival

Vale dizer que a empatia da dupla com a equipe portuguesa foi imediata. No aeroporto Riamburgo foi recebido por Francisco Inocêncio, dono da Red Line Off Road Team e após encontrar com Lourival, seguiu direto para um treino em uma pista a 40 quilômetros de Lisboa. Lá ele pôde acelerar e sentir o carro. Na seqüência, os dois foram à oficina da equipe para que Riamburgo pudesse conhecer mais detalhes sobre o novo veículo.

Amanhã cedo eles seguem para as verificações técnicas e administrativas que começarão a partir das oito horas da manhã. Depois de aprovado o carro vai para parque fechado, de onde sairá apenas no dia 6 de janeiro para a largada do rali. O próximo compromisso oficial da dupla está previsto para a noite do dia 5, quando acontecerá o brieffing da organização com pilotos e navegadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *