Rally: CPR em defesa da manutenção do Museu da ULBRA

O Clube Porto Alegre de Rallye manifesta-se favorável à preservação do Museu de Tecnologia da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra). Há cerca de um mês, a Justiça Federal de Canoas determinou o leilão de alguns bens da Ulbra, assim como veículos antigos do Museu de Tecnologia, em razão da dívida da universidade com a União.

A posição foi tomada após reunião ordinária da diretoria do CPR, na última terça-feira (4). O Clube decidiu dar apoio institucional ao movimento que a comunidade canoense está iniciando em prol da manutenção do museu. Além do vínculo com a Ulbra na área automobilística, a diretoria alega que essa ideia se amplia para os outros segmentos de todo o conjunto da universidade como a saúde e a educação. O objetivo é manter o museu, tanto do ponto de vista cultural como da preservação da história do automobilismo, no Brasil e no exterior.

Uma parte dos veículos já está sendo leiloada. O CPR conta com um modelo Fusca dentro do Museu que, por medidas judiciais, não pôde ser retirado do local, que segue lacrado. O veículo é uma reprodução do modelo usado no  Rallye Volta da América, que completou no ano passado, 30 anos. A corrida entrou para história como o maior rallye automobilístico já realizado e foi vencida pelos gaúchos Christiano Nygaard e Neri Reolon. O Volkswagen Sedan 1300 L de número 110, levou quase 100 dias para ficar pronto, durante o trabalho de restauro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *