Rally Dakar: Brasileiros conseguem feito histórico e são terceiros no Dakar

Maurício Neves e Clécio Maestrelli conquistaram um resultado histórico para o automobilismo brasileiro neste domingo: terceiros colocados na segunda etapa da edição 2010 do Rali Dakar, eles estabeleceram a melhor classificação de um carro verde-amarelo desde que a competição começou a ser disputada, em 1979.

A marca anterior pertencia a Klever Kolberg que em 2002 conseguiu a oitava colocação em uma das etapas da disputa. Defendendo as cores da Volkswagen, a dupla Neves/Maestrelli começou a prova na décima posição e pisou forte até conseguir a primeira colocação, mantida até o quilômetro 136 do percurso especial.

Porém, a vantagem que possuíam diante dos adversários era pequena e eles foram ultrapassados pelo seu companheiro da parceria Nasser Al-Attiyah e Timo Gottschalk, que terminou a etapa em primeiro. O segundo lugar foi ocupado pelo piloto da BWM, Guerlain Chicherit, e sua navegadora, Maria Cristina Thoerner, que ultrapassaram os brasileiros no quilômetro 181.

“Acho que conseguimos encontrar um bom ritmo, estou muito satisfeito”, declarou Maurício, que agora é quinto na classificação geral, a 5min40s do líder Al-Attiyah.

Entre os outros competidores verde-amarelos, Guilherme Spinelli e Filipe Palmeiro foram os 20o colocados (17o no geral), Emerson Cavassin/Jean de Azevedo ficaram em 26o (60o no geral), Julio Bonache e Lourival Roldan conseguiram a 40a posição (35o no geral), e Klever Kolberg e Giovanni Godoi cruzaram a linha de chegada em 48o (49o no geral), uma à frente de Sven Fischer e João Stal (48o no geral).

A etapa deste domingo foi entre Córdoba e La Rioja. Nesta segunda, os pilotos terão 182 quilômeros cronometrados, entre La Rioja e Fiambala.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *