Rally Dakar: Chile quer trazer Rally Dakar à América do Sul

O Governo chileno apoiará a idéia de levar para o país e para outros da América do Sul – incluindo o Brasil – o Rally Dakar, depois de a edição de 2008 do evento ter sido cancelada por motivos de segurança, afirmou hoje o diretor nacional de Turismo do Chile, Óscar Santelices.

O diretor afirmou que na próxima semana enviará uma carta à empresa organizadora do evento para formalizar o interesse do Chile de ser incluído em um eventual trajeto por países sul-americanos.

Santelices disse, no entanto, que o Governo do Chile não participaria do financiamento da passagem do rali por seu território, embora tenha adiantado que a etapa chilena seria disputada no Deserto do Atacama, no norte do país.

O Chile foi cenário, nos últimos anos, da maior parte do percurso do rali Patagônia-Atacama, do qual participam os melhores pilotos mundiais da categoria. No ano passado, inclusive, foi disputada uma prova de seis dias nos arredores da cidade de La Serena, 500km ao norte de Santiago.

Após o cancelamento do Dakar-2008, às vésperas da largada em Lisboa, os primeiros a sugerir que a prova poderia ser trasladada à América do Sul e o Chile fosse incluído nesse projeto foram os pilotos chilenos Francisco López e Carlo de Gavardo.

Segundo De Gavardo, ex-campeão mundial de rali em motos, e que mudou para a categoria carros no ano passado, uma das maiores vantagens dos países sul-americanos é a segurança que possuem as áreas disponibilizadas para possíveis trajetos da prova.

Segundo sua opinião, os locais oferecidos por Brasil, Argentina e Chile são ótimos para receber a competição, que, segundo outros especialistas, poderia incluir também os territórios peruano e boliviano.

No Brasil, o Rally dos Sertões já atrai a elite mundial da categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *