Rally Dakar: Mais uma vez, caminhão é o melhor veículo brasileiro

Rally Dakar: Mais uma vez, caminhão é o melhor veículo brasileiro

O peso-pesado Tatra, formado pelo trio André Azevedo/Maykel Justo/Mira Martinec, fez o quarto melhor tempo do dia na etapa entre as cidades de Córdoba/San Miguel de Tucumán, realizada nesta segunda-feira.

“Estamos bem contentes, afinal conseguimos imprimir um ritmo forte e seguro. A etapa de hoje lembrava um pouco o sertão brasileiro, rápida com várias curvas de 90 graus, exigindo dos freios. Isso acaba aquecendo-os muito pelo fato de andarmos num veículo tão pesado. Chegamos até a ficar sem freio na roda dianteira esquerda e tivemos que controlar o caminhão para não sair de sua trajetória”, explicou o experiente piloto André Azevedo, que faz a sua 24ª participação no Rally Dakar.

Na classificação geral acumulada, o caminhão da Petrobras Lubrax subiu mais uma posição e figura entre os quatro veículos mais rápidos da categoria.

Confira abaixo a classificação:

Segunda etapa – caminhões
1º Kabirov/Belyaev/Mokeev (RUS) – 03h50min46s
2º Loprais/Holan/Kalina (CZE) – 03h52min06s
3º Echter/Ruf/Klein (DEU) – 03h55min55s
4º Azevedo/Martinec/Justo (BRA) -03h56min02s

Classificação geral acumulada

1º Kabirov/Belyaev/Mokeev (RUS) – 06h41min
2º Loprais/Holan/Kalina (CZE) – 06h41min09s
3º Chagin/Savostin/Shaysultanov (RUS) – 06h41min22s
4º Azevedo/Martinec/Justo (BRA) – 06h50min59s

Moto e carro da Equipe Petrobras Lubrax sobem quatro posições no Rally Dakar 2011

Nesta primeira segunda-feira do ano, foi realizada a segunda etapa do Rally Dakar, a maior e mais difícil competição off road do planeta. O dia de hoje teve 300 quilômetros de trechos contra o relógio para as motos e 324 para os carros, largando da cidade de Córdoba para San Miguel de Tucumán, ambas situadas na Argentina. Dois veículos da Equipe Petrobras Lubrax continuaram a ganhar posições: a moto KTM 690 de Jean Azevedo e o carro da dupla Marlon Koerich/Emerson “Bina” Cavassin.

O piloto de moto da equipe brasileira terminou o dia na 11ª posição, subindo mais quatro colocações em relação à etapa anterior (Jean largou em 15º). Em sua categoria, a Super Produção acima de 450cc, o piloto mantém a liderança.

Mesmo com o excelente resultado entre as 170 motos inscritas na competição, Jean contou que um problema o fez andar com mais cautela na etapa. “Faltando 60 quilômetros para a chegada percebi que o pneu traseiro da moto estava bem judiado, quase estourando. Por conta disso tive que poupar um pouco na velocidade já que o piso tinha muito cascalho”, explicou.

O carro da Equipe Petrobras Lubrax também subiu as mesmas quatro posições durante esta segunda etapa do Rally Dakar. Com isso, a dupla Marlon Koerich/Emerson “Bina” Cavassin terminou o dia de hoje na 16ª colocação. Na classificação geral acumulada, a dupla da Petrobras Lubrax também ganhou posições, ocupando o 17º lugar.

Resultados de hoje (03.01.2011):

Motos
1º Despres (FRA) – 03h19min11s
2º Coma (ESP) – 03h21min
3º Casteu (FRA) – 03h22min57s
11º Jean Azevedo (Brasil) – 03h27min42s

Carros
1º Sainz/Cruz – 03h11min28s
2º All Attyah/Gottschalk – 03h12min31s
3º Peterhansel/Cottret – 03h13min02s
16º Marlon Koerich/Emerson Cavassin – 03h39min27s

Geral acumulado

Motos
1º Despres (FRA) – 05h17min42s
2º Coma (ESP) – 05h20min17s
3º Faria (PORT) – 05h23min55s
15º Jean Azevedo (Brasil) – 05h34min48s

Carros
1º Sainz/Cruz – 05h30min
2º All Attyah/Gottschalk – 05h33min05s
3º Peterhansel/Cottret – 05h33min19s
17º Marlon Koerich/Emerson Cavassin – 06h27min20s  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *