Rally Dakar: Ponteiros dos carros passam ilesos após início da etapa maratona e chegada do Dakar à B

Participantes da categoria não contarão com auxílio das equipes na manutenção dos veículos até o retorno da prova ao Chile, no domingo (11); Nasser Al-Attiyah segue em primeiro

Um dos mais temidos da 37ª edição do Rally Dakar, em razão do início da etapa maratona, na qual as equipes não podem ter auxílio externo na manutenção dos veículos, o trecho deste sábado (10), entre Iquique, no Chile, e Uyuni, na Bolívia, não trouxe mudanças nas primeiras posições da classificação geral dos carros. A vitória na especial de 321 quilômetros ficou com o argentino Orlando Terranova, do Mini, que já não tem chances de título. Já o líder Nasser Al-Attiyah completou em sétimo e viu sua vantagem cair em quase três minutos.

“Está sendo um rali muito difícil, mas nós conseguimos ir bem hoje. Nosso objetivo é levar o carro de volta para o Chile e tomar todo o cuidado. Estamos melhorando, mas não podemos mais cometer erros. No próximo ano estaremos ainda mais fortes”, afirma Terranova, que ocupa o 24º lugar no geral.

Comandando a categoria desde a segunda etapa, o príncipe do Catar possui uma diferença de 8min14s na classificação geral sobre o sul-africano e vice-líder Giniel de Villiers, da Toyota, que finalizou o trecho em sexto. Durante a etapa, o ponteiro sofreu com a altitude. “A especial não foi difícil, mas sim a altitude. Tive que parar três vezes para vomitar e tive uma dor de cabeça terrível. Perdemos muito tempo, mas tudo bem. Não precisamos ir além dos nossos limites. O carro está em boas condições e nós vamos apenas trocar os pneus”, conta Nasser.

Já o estreante da competição, o saudita Yazeed Alrajhi, completou em segundo e está em terceiro no acumulado, 21min06 atrás do ponteiro. O terceiro do dia foi o holandês Bernhard Ten Brinke. Ele é o quinto no geral.

Entre os brasileiros, destaque para a prova de recuperação da dupla Guilherme Spinelli e Youssef Haddad, da Mitsubishi Petrobras. Eles completaram o trajeto do dia na 16ª colocação. Na classificação geral, Spinelli e Haddad estão em 15º. Eduardo Sachs, navegador do português Ricardo Leal, é o 28º no acumulado.

Oitava etapa

As equipes dos carros concluem neste domingo (11) a segunda perna da etapa maratona na especial que será a mais longa da atuação edição do Dakar. Serão 784 quilômetros de trechos cronometrados até o retorno da competição ao Chile, novamente em Iquique.

Resultados (extraoficiais) – 7ª etapa do Dakar – Carros

1º Orlando Terranova (ARG) / Bernardo Graue (ARG) #305 (Mini) 3h31min18s
2º Yazeed Alrajhi (SAU) / Timo Gottschalk (ALE) #325 (Toyota) +2min20s
3º Bernhard Ten Brinke (HOL) / Tom Colsoul (BEL) #315 (Toyota) +2min28s
4º Krzysztof Holowczyc (POL) / Xavier Panseri (FRA) #307 (Mini) +2min57s
5º Nani Roma (ESP) / Michel Perin (FRA) #300 (Mini) +4min02s
16º Guilherme Spinelli (BRA) / Youssef Haddad (BRA) #324 (Mitsubishi) +23min53s
39º Ricardo Leal (POR) / Eduardo Sachs (BRA) #360 (Nissan) +1h27min47s

Resultados (extraoficiais) – Classificação geral do Dakar após sete etapas – Carros

1º Nasser Al-Attiyah (QAT) / Matthieu Baumel (FRA) #301 (Mini) 23h11min50s
2º Giniel de Villiers (RSA) / Dirk Von Zitzewitz (ALE) #303 (Toyota) +8min14s
3º Yazeed Alrajhi (SAU) / Timo Gottschalk (ALE) #325 (Toyota) +21min06s
4º Krzysztof Holowczyc (POL) / Xavier Panseri (FRA) #307 (Mini) +54min02s
5º Bernhard Ten Brinke (HOL) / Tom Colsoul (BEL) #315 (Toyota) +57min03s
15º Guilherme Spinelli (BRA) / Youssef Haddad (BRA) #324 (Mitsubishi) +4h14min25s
28º Ricardo Leal (POR) / Eduardo Sachs (BRA) #360 (Nissan) +8h22min09s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *