Rally Dakar: Problema mecânico tira atual campeão do Dakar e deixa polonês a um passo do título nos

Rafal Sonik está muito perto de ser campeão depois de seu principal rival, o chileno Ignacio Casale, abandonar o rali durante a décima etapa

Após seis anos, a hegemonia sul-americana na categoria quadriciclos do Rally Dakar deve chegar ao fim. Tudo porque o atual campeão, o chileno Ignacio Casale, que vinha protagonizando uma eletrizante disputa com o líder polonês Rafal Sonik, foi obrigado a abandonar a prova nesta quarta-feira (14). Com problemas mecânicos, o piloto não completou o trecho cronometrado de 371 quilômetros da décima etapa, que deu início à maratona, que não permite os participantes terem ajuda externa na manutenção dos veículos.

Antes da especial que teve como destino a cidade de Cachi, na Argentina, Casale ocupava o segundo lugar na classificação geral e estava apenas quatro minutos atrás do ponteiro. Uma distância, que como mostrou os cronometrados anteriores, poderia ser facilmente tirada pelo sul-americano.

E não foi apenas o chileno que tornou a vida de Sonik ainda mais fácil rumo ao inédito título. O uruguaio Sergio Lafuente, terceiro colocado no acumulado, 52 minutos do líder, também se despediu da prova após capotar o veículo.

Sem seus principais adversários pelo caminho, o europeu comanda a categoria com uma enorme tranquilidade e precisa apenas “levar” o quadriciclo para Buenos Aires, que recebe a última etapa no sábado (17). São quase três horas sobre o argentino Jeremias Gonzalez Ferioli, agora o segundo colocado.

Nova vitória paraguaia

Em meio à disputa entre Sonik e Casale, o paraguaio Nelson Sanabria Galeano venceu pela segunda vez uma etapa no Dakar. Ele terminou a décima especial em 4h57min59s, 3min40s de vantagem sobre o argentino Ferioli. Na classificação geral, Sanabria é o quarto, uma posição atrás do surpreendente boliviano Walter Nosiglia.

Brasileiro evolui

O primeiro Dakar de André Suguita vai sendo emocionante até agora. O brasileiro conquistou mais um grande resultado nesta quarta-feira ao finalizar o trecho cronometrado em 11º lugar. Ele ocupa a mesma posição no acumulado.

11ª etapa

 A segunda parte da maratona da categoria quadriciclos será concluída nesta quinta-feira (15), com o trecho cronometrado de 357 quilômetros e chegada a Termas de Rio Hondo.

Resultados (extraoficiais) – 10ª etapa do Dakar – Quadriciclos

 1º Nelson Sanabria Galeano (PAR) #256 (Yamaha) 4h57min59s
 2º Jeremias Gonzalez Ferioli (ARG) #261 (Yamaha) +3min40s
 3º Walter Nosiglia (BOL) #260 (Honda) +4min30s
 4º Rafal Sonik (POL) #251 (Yamaha) +5min44s
 5º Christophe Declerck (FRA) #260 (Yamaha) +7min44s
 11º André Suguita (BRA) #295 (Can-Am) +22min58s

Resultados (extraoficiais) – Classificação geral do Dakar após dez etapas – Quadriciclos

 1º Rafal Sonik (POL) #251 (Yamaha) 48h02min27s
 2º Jeremias Gonzalez Ferioli (ARG) #261 (Yamaha) +2h51min39s
 3º Walter Nosiglia (BOL) #260 (Honda) +3h44min25s
 4º Nelson Sanabria Galeano (PAR) #256 (Yamaha) +4h18min34s
 5º Victor Gallegos Lozic (CHL) #254 (Honda) +5h35min27s
 11º André Suguita (BRA) #295 (Can-Am) +19h11min33s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *