Rally dos Sertões: Intensa disputa pela primeira posição até Minaçu (GO)

Sertões viu ontem Sainz e Al-Ittiyah lutando pela primeira posição do rally e a especial mais curta para os caminhões.

A especial do Rally dos Sertões entre Cidade de Goiás e Minaçu, ainda no Estado goiano, assistiu uma intensa briga pela primeira posição. O terceiro dia de disputas, nesta sexta-feira (26), foi de 393 quilômetros de trecho cronometrado, perfazendo um total de 636 quilômetros de deslocamento. Esta especial teve como característica predominante estradas sinuosas, muito cascalho, pontes estreitas e trilhas escondidas, fatores de grande dificuldade para os pilotos.

Hoje (27) será o dia mais difícil segundo Eduardo Sachs, o idealizador do roteiro. “Vai separar os homens dos meninos”, disse o diretor-técnico do Rally. O total de deslocamento neste sábado será de 753 quilômetros, passando pelos mais diversos tipos de piso e dificuldades.

Por volta de 40 segundos – O fato marcante desta sexta foi uma disputa particular entre as duplas Carlos Sainz/ Lucas Sebastian e Nasser Al Attiya/ Timo Gottschalk, ambos correndo com o Touareg, da Volkswagen. Mas, esta foi a vez do piloto catarense e do navegador alemão levar a melhor sobre a dupla espanhola. “Foi uma boa especial, e estou feliz porque deu tudo certo. Ganhamos o dia, mas não foi fácil, esperamos continuar com o mesmo rendimento. Estou gostando do rally e do Brasil, é um país bonito e de gente muito simpática”, elogiou o catarense. “Para quem quer ir bem no Dakar, o Sertões é fundamental. É uma competição longa e que dá uma ótima preparação”, completou Al Attiya.

Carlos Sainz, porém, não desanimou. “A etapa foi boa e não tivemos problemas, estou contente. Foi uma especial dura, tivemos um pouco de tudo pela frente. Vamos largar atrás do Nasser e espero poder recuperar o tempo perdido. Até aqui tenho achado o Rally bastante difícil, mas estou confiante”, explicou.

A boa surpresa de ontem ficou por conta dos brasileiros Maurício Neves e Eduardo Bampi, também do Touareg Volkswagen. Por não ter cumprido o especial da quinta (26), a dupla tupiniquim acelerou forte para recuperar um pouco do tempo perdido. “Passamos 15 carros hoje. Foi um dia tenso porque a poeira também é sempre um grande complicador. Mas acho que voltamos para a briga, e o pódio volta a ser possível”, ponderou Maurício. “Tenho total confiança na equipe e no (Eduardo) Bampi, fizemos uma especial fantástica hoje. O carro me surpreende a todo momento, ele aceita todos os desafios. A gente está na briga”, garantiu o piloto brasileiro.

Segurança – Nos caminhões, Edu Piano (Ford 4000) continua na frente, mesmo em uma etapa com quilometragem reduzida. Devido a questões de segurança, a organização decidiu diminuir a especial para os grandes veículos em cerca de 150 quilômetros.

O time Amable Barrasa/ Guilherme Petrine/ Raphael Bettoni, que também compete com o Ford F4000, ficou na segunda posição do dia, seguido por André Azevedo/ Maykel Justo/ Ronaldo Pinto, com o Mercedes-Benz Atego 1725. “Foi um dia muito quente e o trajeto era travado, então o desgaste é maior para o piloto. Mas como até hoje o rally valia para o Campeonato Brasileiro decidimos não forçar demais nosso Atego. A partir deste sábado é que iremos acelerar de verdade”, explicou Azevedo, que também ocupa a terceira posição no tempo acumulado.

Carros
1º – Nasser Al Attiya/ Timo Gottschalk, VW Race Touareg 2 – 3h45min50s9
2º – Carlos Sainz/ Lucas Sebastian, VW Race Touareg 2 – 3h46min48s4
3º Maurício Neves/ Eduardo Bampi, VW Race Touareg 2 – 3h56min01s9
4º – Jean Azevedo/ Youssef Haddad, Mitsubishi L200 Evolution – 4h04min20s5
5º – Marcos Baumgart/ Kleber Kincea, Mitsubishi L200 Evolution – 4h07min38s7
6º – João Franciosi/ Rafael Capoani, Sherpa – 4h07min38s7
7º – Felipe Bibas/ Emerson Cavassin, Mitsubishi L200 Evolution – 4h16min41s9
8º – Marcos Baumgart/ Kleber Kincea, Mitsubishi L200 Evolution – 4h19min01s4
9º – Roberto Reijers/ Marcos Almeida, Ford Ranger – 4h23min54s5
10º – Christian Baumgart / Beco Andreotti, – 4h28min32s9

Carros (tempo acumulado)
1º – Carlos Sainz/ Lucas Sebastian, VW Race Touareg 2 – 10h21min49s6
2º – Nasser Al Attiya/ Timo Gottschalk, VW Race Touareg 2 – 10h22min32s4
3º – Jean Azevedo/ Youssef Haddad, Mitsubishi L200 Evolution – 11h24min46s0
4º – Riamburgo Ximenes/ Stanger Eller, Mitsubishi L200 Evolution – 11h26min37s0
5º – Marcos Baumgart/ Kleber Kincea, Mitsubishi L200 Evolution – 11h57min40s9
6º – Roberto Reijers/ Marcos Almeida, Ford Ranger – 12h05min24s5
7º – João Franciosi/ Rafael Capoani, Sherpa – 12h18min07s1
8º – Luiz Facco/ Silvio Deusdará, Mitsubishi L200 Evolution – 12h33min01s9
9º – Felipe Bibas/ Emerson Cavassin, Mitsubishi L200 Evolution – 12h59min16s1
10º – Romeu Franciosi/ Deco Muniz, Sherpa – 13h05min50s6

Caminhões (especial)
1º – Edu Piano/ Davi Fonseca/ Sólon Mendes, Ford F4000 – 2h50min41s6
2º – Amable Barrasa/ Guilherme Petrine/ Raphael Bettoni, Ford F4000 – 2h52min05s2
3º – André Azevedo/ Maykel Justo/ Ronaldo Pinto, Mercedes-Benz Ateto 1725 – 3h00min34s5
4º – Guido Salvini/ Weidner Moreira/ Fernando Chwaigert, Mercedes-Benz Atego 1725 – 3h04min59s1
5º – Marcos Pegoraro/ Maria Antonieta/ Rogeverson Luiz, Iveco Daily 70-12 – 3h29min03s5
4º – Ulysses Marinzeck/ Evandro Luiz/ Jose de Carvalho, Ford 1722E Cargo – 3h30min05s6
7º – Carlos Eduardo Ribeiro/ Fabio Tadeu/ Pedro de Lima, VW 13-180 – 3h58min17s2

Caminhões (tempo acumulado)
1º – Edu Piano/ Davi Fonseca/ Sólon Mendes, Ford F4000 – 9h40min38s4
2º – Amable Barrasa/ Guilherme Petrine/ Raphael Bettoni, Ford F4000 – 9h58min55s7
3º – André Azevedo/ Maykel Justo/ Ronaldo Pinto, Mercedes-Benz Ateto 1725 – 10h49min16s8
4º – Ulysses Marinzeck/ Evandro Luiz/ Jose de Carvalho, Ford 1722E Cargo –12h12min28s7
5º – Guido Salvini/ Weidner Moreira/ Fernando Chwaigert, Mercedes-Benz Atego 1725 – 12h18min09s1
6º – Marcos Pegoraro/ Maria Antonieta/ Rogeverson Luiz, Iveco Daily 70-12 – 16h29min03s5
7º – Carlos Eduardo Ribeiro/ Fabio Tadeu/ Pedro de Lima, VW 13-180 – 17h22min11s2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *