Rally dos Sertões: Neves e Maestrelli os melhores brasileiros no Superprime

ProMacchina domina na classificação nacional.

A dupla Maurício Neves e Clécio Maestrelli (Mitsubishi L200 Evo PROM 2) marcou o segundo melhor tempo no superprime disputado na noite de ontem (terça, 17), prova contra-relógio que definiu as posições de largada da primeira etapa do Rally Internacional dos Sertões, que acontece hoje, em Goiânia. No início da tarde de ontem os organizadores decidiram criar uma classificação em separado para as seis duplas inscritas que competem com carros homologados pela FIA e que são construídos no Exterior. A adoção desta norma implica que esses automóveis terão prioridade de largada, a chamada “prioridade FIA”. Além de Neves e Maestrelli a equipe ProMacchina conseguiu colocar outros dois Mitsubishi L200 Evo PROM entre os três mais rápidos em um total de mais de 60 autos inscritos na prova: Fellipe Bibas e Emerson Cavassin fizeram o segundo tempo entre os brasileiros e foram seguidos pela dupla formada por Daniel Oliveira/Flávio Marinho, que competem com uma Mitsubishi Evo PROM1 construída, preparada e assistida pela equipe de Campo Magro (PR), tal como Oscar Bibas e Leandro Ferrarini, que largam em trigésimo quinto lugar com um carro igual.

De volta ao ponto de apoio da equipe ProMacchina Maurício Neves comentou que seu desempenho poderia ter sido ainda melhor:

“Por causa de problemas logísticos só conseguimos terminar a montagem na tarde de ontem (terça). O segundo tempo na geral é a nossa forma, minha e do Clécio, de agradecer ao empenho e dedicação da nossa equipe de mecânicos que, mais uma vez, mostrou o quanto vale.”

Quanto à sua posição real de largada Neves chegou a acreditar na possibilidade de largar conforme seu desempenho absoluto “pois aparentemente os comissários esportivos estariam considerando reverter a decisão tomada ontem à tarde”. Essa medida, que não se confirmou, faria sentido em termos de segurança já que entre os seis carros com prioridade FIA cinco tiveram desempenho bem abaixo de vários competidores brasileiros. De qualquer maneira, Neves não escondeu sua emoção na largada do superprime, quando comentou: “Alinhar ao lado do VW Touareg do sul-africano De Villiers foi algo emocionante e histórico. Emocionante porque eu e o Clécio estávamos a bordo de um Mitsubishi preparado e desenvolvido em Campo Magro alinhando contra o que há de melhor no cross country mundial. Histórico porque dificilmente poderemos ver isso outra vez.”

Fellipe Bibas, atual campeão brasileiro, comentou que hoje será o verdadeiro início do Rally dos Sertões:

“Tivemos a novidade do superprime noturno em uma pista que lembrava muito a do ano passado e que estava metade seca, metade molhada. Nosso carro novo, a Mitsubishi Evo PROM 2, mostrou que está à altura da disputa e que o modelo PROM 1 ainda é competitivo, o que ficou demonstrado com o resultado das outras duas duplas da nossa equipe: tanto Daniel Oliveira e Flávio Marinho quanto a dupla formada pelo meu pai Oscar Bibas com o Leandro Ferrarini, se destacaram frente a adversários bem mais experientes.”

O Rally dos Sertões largou hoje de Goiânia em direção a Rio Verde, num percurso total de 275 km,dos quais 184 km serão disputados contra-relógio. O trajeto inclui trechos de trial em meio a regiões dedicadas ao cultivo de grãos e cana de açúcar.

A equipe ProMacchina Rally é patrocinada pela Mitsubishi, Cimed Genéricos, VIVO, Unilance Consórcios e Avalon Táxi Aéreo e conta com o apoio técnico da BorgWarner Turbos, EBC Brakes,  Mahle Original, Mahle Filters, Pneus Pirelli, Toyama Power Products e TSW rodas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *