Rally dos Sertões: Salvini Racing é tricampeã do Rally dos Sertões

Guido Salvini, Weidner Moreira e Fernando Chwaigter conquistam a vitória na categoria T4.2 – destinada a caminhões com mais de 4.800 quilos – e comemoram muito na chegada a Natal, RN, na Lagoa do Pitangui.

O piloto Guido Salvini, o navegador Weidner Moreira e o copiloto Fernando Chwaigter provaram que tudo é possível quando se tem comprometimento e dedicação ao esporte, principalmente, em um rali de dez dias como o Rally dos Sertões. O segundo maior rali do mundo terminou hoje e a Salvini Racing faturou o título da categoria T4.2 e o 3º lugar na Geral.

A 17ª edição do evento largou no dia 24 de junho de Goiânia, GO, e percorreu 5.045 quilômetros, que passaram pelas cidades de Santa Helena, Cidade de Goiás e Minaçu, GO, Palmas, TO, Barra e Luis Eduardo Magalhães, BA, Petrolina, PE, Juazeiro do Norte, CE, cruzou a Paraíba, pousou em Caicó, RN, até chegar à Natal, capital potiguar.

E ao longo desses dias, muita poeira rolou neste Rally dos Sertões. A Salvini Racing, por exemplo, enfrentou problemas mecânicos nas duas primeiras etapas e se distanciou da disputa pelo pódio da competição. Entretanto, o trio reverteu a situação e na 6ª etapa assumia a ponta da classificação da categoria T4.2 – dos caminhões pesados –, porém, ainda não suficiente para brigar pela vitória na Geral.

”Outro dia importante foi na 7ª etapa, que vencemos com uma grande diferença para nossos principais adversários, e abrimos uma vantagem significativa na liderança”, lembrou Moreira. Daí por diante, a equipe passou a administrar a corrida, adotando um ritmo de prova mais cauteloso, a fim de não correr riscos de novas quebras.

Com esse resultado, a Salvini Racing passa a ter quatro títulos no Rally dos Sertões, sendo campeões na Geral em 2003, e na categoria T4.2 – 2006, 2007 e 2009. ”Agradecemos a confiança e parceria que temos de nossos patrocinadores, pois com certeza, somente com um veículo robusto e potente como o Mercedes-Benz Atego, com a qualidade dos pneus da Michelin e com o ótimo desempenho dos lubrificantes Rimula da Shell, esta virada na classificação foi possível. Experiência em um Rally dos Sertões não é o suficiente, é preciso ter como aliado um bom conjunto de equipamentos”, encerrou o piloto.

Os vencedores na Geral foram Edu Piano, Sólon Mendes e Davi Fonseca, e em segundo lugar ficou Amable Barrasa, Guilherme Signoretti e Raphael Bettoni – ambos da categoria T4.1 (caminhões leves). Os segundo colocados da T4.2 foram Ulisses Marinzeck Filho, Evandro Bautz e José de Carvalho.

A partir de agora, a equipe passa a focar suas atenções no Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country, onde busca o pentacampeonato, e também na Copa RallySP, na qual lutará por um título inédito para a Salvini Racing.

Classificação Geral

1º Edu Piano, Sólon Mendes e Davi Fonseca, 26:33:54
2º Amable Barrasa, Guilherme Signoretti e Raphael Bettoni, 26:37:15
3º Guido Salvini, Weidner Moreira, Fernando Chwaigert, 32:07:25
4º Ulisses Marinzeck Filho, Evandro Bautz, José de Carvalho, 35:13:28
5º André Azevedo, Maykel Justo, Ronaldo Pinto, 50:02:45

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *