Rally dos Sertões: Spinelli vence e lidera; Salvini vence nos caminhões

Etapa entre Dianópolis e Palmas, no estado do Tocantins, foi considerada a mais difícil até agora. Nesta segunda-feira (16) tem início a temida etapa maratona

Carros e caminhões foram postos à prova neste domingo (15) com os 209 quilômetros de especial ligando as cidades tocantinenses de Dianópolis a Palmas, capital do Estado, com um total de 455 quilômetros, somados os deslocamentos. O trecho cronometrado deste domingo (15/08) foi considerado pelos competidores como o mais difícil da 18ª edição do Rally Internacional dos Sertões até agora, como já havia prometido Edu Sachs, diretor técnico da prova, logo após o levantamento do trajeto há três meses.

Além da dificuldade de piso, navegação e pilotagem, a especial deste domingo ainda oferecia uma preocupação a mais a todos: esta foi a última etapa em que as máquinas poderão receber auxílio das equipes, já que a partir desta segunda-feira (16), no caminho até São Félix do Tocantins (TO), os competidores enfrentarão a temida etapa Maratona.

Entre os carros, Guiga Spinelli e Youssef Haddad (Mitsubishi) venceram a especial de hoje com 2h43min27s5 e ascenderam à liderança do geral acumulado. “Estou muito feliz por dois aspectos: em primeiro, pela navegação do Haddad, que foi posta à prova hoje e ele teve um desempenho sensacional; e em segundo pelo comportamento do carro, que reagiu perfeitamente em todos os tipos de piso que tivemos pela frente”, disse Spinelli, cuja marca foi somente 5s9 melhor que a do segundo colocado, Maurício Bortolanza (Mitsubishi).

“Foi uma especial bem rápida, que também apresentou um trecho bem difícil de Trial. Arriscamos um pouco mais hoje e o bom resultado nos dá ânimo para enfrentar a etapa maratona, que começa amanhã. Temos que ir com tranqüilidade, sem loucura, sem andar como alucinados, porque serão dois dias sem auxílio da equipe. Esperamos chegar bem em Balsas (MA)”, afirmou o piloto, que tem seu irmão Gustavo como navegador.

Klever Kolberg/Flávio França (Mitsubishi) terminaram em terceiro lugar e agora aparecem na vice-liderança geral. Jean Azevedo/Emerson Cavassin (Mitsubishi), em quarto, e Riamburgo Ximenes/Stanger Eler (Mitsubishi), em quinto, fecharam os cinco primeiros deste domingo na categoria carros.

Caminhões – Guido Salvini (Mercedes) foi o vencedor de hoje. Aproveitando-se do nível de dificuldade da especial, o piloto colocou pela primeira vez um veículo da categoria Pesados à frente nos caminhões este ano. “Foi uma especial com um Trial pesado, muita erosão e trechos bastante rápidos. Tudo isso tornou a nossa prova bastante difícil pelo fato de estarmos competindo com um caminhão pesado. Conquistamos um bom resultado entre todos os caminhões, mas continuamos com foco na categoria dos pesados”, afirmou.

Visando poupar o equipamento para a Maratona, Vanderlei Cassol (Ford) foi o segundo. “Esta foi uma das especiais mais difíceis em que já guiei, bem parecida com a de Minaçu (GO) no ano passado. Fazia tempo que não terminava um dia tão cansado”, comentou. “Tinha muita serra, muita quebradeira, tinha trechos de subida que de dentro do caminhão a gente só enxergava o céu. Mas foi tudo muito bonito, rios de água cristalina, uma natureza bonita demais. Apesar dessa beleza, foi bem feio para os pilotos, bem difícil mesmo. Pelo menos já pudemos vir poupando o equipamento pensando na etapa maratona”, observou.

Em terceiro na etapa de hoje, Marcos Cassol (Ford), irmão de Vanderlei, continua na liderança geral entre os caminhões. “Hoje viemos devagar, quase parando. Havia chegado a hora de administrar, pois essa foi a última etapa antes da maratona e temos que deixar o equipamento inteiro para enfrentar os dois próximos dias, que devem ser muito duros”, disse Marcos.

Super Prime
Neste domingo (15), além da dura especial, os pilotos de todas as categorias ainda disputaram um Super Prime na Praia do Prata, em Palmas (TO). Para carros, quadris e motos, o tempo da volta no circuito fechado será acrescido no trecho cronometrado. A somatória ainda não havia sido oficializada até as 21h10. Para prestigiar os veículos em alta velocidade, um grande público lotou as arquibancadas e vibrou com o ronco dos motores.

Informações do Posto Médico:
Neste domingo (15/08), o piloto Juca Bala (KTM 450) abandonou a prova após cair em uma cratera. O experiente competidor, da categoria motos, teve fratura no úmero esquerdo, no rádio direito e lesão na coluna torácica. Até as 20h00, não houve confirmação dos demais acidentados do dia e se eles continuarão na 18ª edição do Rally Internacional dos Sertões.

Confira o resultado extra-oficial da especial Dianópolis – Palmas*:
CARROS
1º) Guilherme Spinelli /Youssef Haddad – (Mitsubishi) 02h43min27s5
2º) Mauricio Bortolanza/ Gustavo Bortolanza – (Mitsubishi) 02h43min33s4
3º) Klever Kolberg/Flavio Marinho de França – (Mitsubishi) 02h44min41s8
4º) Jean Azevedo/Emerson Cavassin – (Mitsubishi) 02h46min36s0
5º) Riamburgo Ximenes /Stanger Welerson Eler – (Mitsubishi) 02h46min54s4
6º) João Antonio Franciosi/ Rafael Capoani – (Sherpa) 02h47min26s3
7º)Marcos Baumgart/Kleber Cincea – (Mitsubishi) 03h48min35s7
8º) Luiz Facco/Silvio Deusdara – (Mitsubishi) 02h49min09s1
9º) Paulo Nobre (Palmeirinha)/Luiz Carlos Palu (BMW) – 02h53min54s9
10º) Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Mitsubishi) – 02h54min07s8
*Tempos do Super Prime não incluídos na somatória da especial

Confira o acumulado geral dos carros após 5 etapas – extra-oficial:
1º) Guilherme Spinelli /Youssef Haddad – (Mitsubishi) 12h38min56s6
2º) Klever Kolberg/Flavio Marinho de França – (Mitsubishi) 12h39min45s4
3º) Riamburgo Ximenes /Stanger Welerson Eler – (Mitsubishi) 12h55min46s0
4º)Marcos Baumgart/Kleber Cincea – (Mitsubishi) 13h00min51s9
5º) Luiz Facco/Silvio Deusdara – (Mitsubishi) 13h01min34s8
6º) Mauricio Bortolanza/ Gustavo Bortolanza – (Mitsubishi) 13h30min58s9
7º) Paulo Nobre (Palmeirinha)/Luiz Carlos Palu – (BMW) 13h34min19s5
8º) João Antonio Franciosi/ Rafael Capoani – (Sherpa) 13h43min32s0
9º) Sven Fischer/ João Luiz Stal – (Mitsubishi) 13h46min57s2
10º) Cristian Baumgart/Beco Andreotti – (Mitsubishi) 13h52min35s8

O resultado de hoje dos caminhões*:
1º) Guido Salvini Netto/Weidner Moreira (Mercedes) -2h26min10s2
2º) Marcos Antonio Cassol/Rodrigo Mello (Ford) – 2h29min27s7
3º) Vanderlei Cassol/Lelio Vieira Carneiro Junior (Ford) – 2h30min05s8
4º) Amable Barrasa /Marcos Macedo (Ford) – 2h30min06s1
5º) Felicio Tadeu Bragante/Ricardo de Paula Costa (Ford) – 2h41min01s5
6º) Kenner Santos Garcia/Ronie Von Silva (Ford) – 2h45min14s3
7º) Luciana Bragante/Roberlena Moraes (Ford) – 2h55min30s3
8º) Eduardo Domingues (Edu Piano)/Solon Mendes da Fonseca Junior (Ford) – 3h05min20s5
9º) Ulysses Marinzeck/Cesar Loureiro Botas (Ford)- 3h13min47s7
10º) Andre Azevedo/Maykel Vilarta Neder Justo – não completou

Acumulado:
1º) Marcos Antonio Cassol/Rodrigo Mello (Ford) – 12h56min24s2
2º) Amable Barrasa /Marcos Macedo (Ford) -13h41min09s7
3º) Guido Salvini Netto/Weidner Moreira – 14h04min36s7
4º) Vanderlei Cassol/Lelio Vieira Carneiro Junior (Ford) – 15h01min33s5
5º) Kenner Santos Garcia/Ronie Von Silva (Ford) – 15h01min46s0
6º) Felicio Tadeu Bragante/Ricardo de Paula Costa (Ford) – 15h09min43s6
7º) Ulysses Marinzeck/Cesar Loureiro Botas (Ford) – 15h26min56s9
8º) Luciana Bragante/Roberlena Moraes (Ford) – 17h27min12s5
9º) Eduardo Domingues (Edu Piano)/Solon Mendes da Fonseca Junior (Ford) – 18h09min01s2
10º) Andre Azevedo/Maykel Vilarta Neder Justo (Mercedes) – 11h44min36s5

Veja como será a segunda-feira (16/08) do Rally Internacional dos Sertões:
6ª etapa (primeira perna da etapa maratona) – Palmas (TO) – São Felix do Tocantins (TO)
Deslocamento Inicial: 108 km
Trecho Especial: 330 km
Deslocamento Final: 0 km
Total: 439 km

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *