Rally: Nas motos, Denísio do Nascimento leva título em Barretos

Em ano de estreia na categoria Sport, piloto vence as duas provas e é o grande campeão.

É o fim da hegemonia na categoria motos no Rally de Barretos. Em seu terceiro ano, a prova conheceu um novo campeão, Denísio do Nascimento, que venceu as duas etapas e conquistou o título na categoria Sport, e no geral. Neste domingo foi realizada a segunda etapa da prova, válida pelo Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, e pelo Paulista. Com um tempo de 02h38m39s, o piloto da equipe Mega Motos Copobras quebrou a sequência de vitórias de Juca Bala, bicampeão em Barretos.

Para chegar ao título da categoria Sport, assim como na classificação geral das motos, Denísio enfrentou um trajeto de 125 quilômetros de especial, além de 25 quilômetros de deslocamento. De acordo com o piloto, o percurso deste domingo estava um pouco mais fácil do que do dia anterior. “Hoje o trecho estava um pouco mais rápido, por conta da passagem dos carros e caminhões no dia anterior, deixando a terra mais batida. Então deu para andar com mais confiança”, afirmou o Denísio.

Em sua segunda participação no Rally de Barretos, para o piloto da equipe Mega Motos Copobras a conquista teve um sabor especial, já que superou Juca Bala, o grande vencedor em Barretos. “Foi uma grande vitória vencer o Juca Bala, que conhece muito bem o percurso, e está acostumado a andar aqui, então foi bem positivo. Hoje a moto estava 100%, e não tenho do que reclamar”, declarou o piloto que conta com pneus Pirelli em sua moto Honda CRF 450X.

Após os problemas com o carburador na etapa anterior, Denísio foi só elogios a equipe, que trabalhou duro para deixar a moto em condições para a segunda etapa. “A equipe começou com força total, e por isso, atingimos nosso objetivo, apesar dos problemas com o carburador na minha moto, e o câmbio do meu companheiro de equipe, o Aristides”, disse.

SUPERAÇÃO NA CATEGORIA PRODUCTION

Para Aristides Mafra Junior,o III Rally de Barretos foi de superação. Após ficar sem as três primeiras marchas na primeira etapa, o piloto teve que se superar e usar de toda sua habilidade para vencer a prova de hoje. Com o tempo de 02h49m37s foi o campeão na categoria Production.

“Usei toda habilidade para andar apenas com a quarta e quinta marcha, mas a equipe fez um excelente trabalho para que eu conseguisse completar a prova. Por conta da dificuldade, tive que administrar bastante. A maior dificuldade foi nas retomadas, e nos cotovelos, mas fiz uma prova bem concentrado e no final deu tudo certo”, concluiu Mafra, que utiliza pneus Bridgestone.

Classificação final III Rally de Barretos – Motos

1º – Denísio do Nascimento (Sport) – 02h38m39s
2º – Juca Bala (Super Production) – 02h40m09s
3º – Thiago Carnio (Super Production) – 02h43m48s
4º – Thiago Fantosi (Super Production) – 02h44m50s
5º – Aristides Mafra Junior (Production) – 02h49m37s 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *