Rally: Neves e Maestrelli vencem a sétima etapa do Paulista de Rally Cross Country

Nos caminhões, Amable Barrasa e José Papacena, conquistaram a sétima vitória consecutiva.

A sétima e penúltima etapa do Campeonato Paulista de Rally Cross Country 2007, o 5º Rally dos Bandeirantes que ocorreu nesta sexta e sábado (14 e 15), em Taubaté, no Vale do Paraíba, interior paulista. Maurício Neves/Clécio Maestrelli (Pro Macchina) vence e a definição do título ficou para a última etapa. Na categoria Caminhão, Amable Barrasa/José Papacena (Autoliner), dupla campeã por duas etapas de antecipação, continua invencível.


A prova teve um total de 142,7 km, sendo duas especiais de 51 km, uma especial de 20,7 km e deslocamentos de 20 km. A previsão era de 153 quilômetros totais de trechos cronometrados, mas houve corte na última especial em função de queimadas em fazenda no percurso da prova, a organização teve que liberar a passagem para conter o fogo. A prova passou no interior de cinco fazendas que estão nos limites de três cidades: Taubaté, Pindamonhangaba e Caçapava.


O campeão da sétima etapa, Maurício Neves, avalia o desempenho no Rally dos Bandeirantes. “Foi um show de prova. Diferente do que estamos acostumados no Paulista, um pouco mais longa. Depois de um Rally dos Sertões, fizemos uma prova “à moda”, me diverti muito. Parecia no início ser travado, mas foi bem rápido, piso duro e seco. Estou contente com o resultado”, comentou o piloto, que acumula quatro vitórias na temporada.


Pelo quinto ano consecutivo Deco Muniz organiza provas do Paulista Cross Country e sete anos provas de rali. “Nesse tempo todo como organizador, foi a prova que mais me diverti realizando o levantamento. Uma prova muito rápida e técnica. Funcionou tudo bem, todos gostaram e muitos elogiaram. Apenas ocorreu um problema externo, um incêndio em fazenda vizinha na qual estava sendo realizada a prova. Tivemos que liberar o acesso para que a equipe de combate ao incêndio pudesse entrar e foi necessário reduzir a quilômetragem da última especial. Mesmo assim os competidores percorreram quase 130 km de especiais”, comentou Muniz.


O resultado do 5º Rally dos Bandeirantes, sétima etapa de 2007, na Classificação Geral ficou assim definido: Carros – Maurício Neves/Clécio Maestrelli (Pro), 1h55min18seg; 2º) Guilherme Spinelli/Marcelo Vívolo (Pro), 1h56min53seg; 3º) Felipe Bibas/Emerson Cavassin (Pro), 1h56min59seg; 4º) Ingo Hoffman/Yossef Haddad (Pro), 1h58min15; 5º) Marcos Baumgart/Kleber Cincea (Pro), 1h59min37seg; 6º) Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Pro), 2h00min37seg; 7º) Edu Piano/Fausto Dallape (Pro), 2h03min44seg; 8º) Luís Facco/Glauber Fontoura (SPD), 2h07min27seg; 9º) Marco Kanegae/Humberto Pinheiro (SPD), 2h08min44seg e 10º) Helena Deyama/Andrea Portas (SPD), 2h09min20seg. Caminhões – Amable Barrasa/José Papacena, foram os mais rápidos da etapa com 2h12min19seg.


A oitava etapa do Paulista de Rally Cross Country está prevista para o dia 19 de novembro, o local será definido em breve (Pirassununga ou Jaguariúna).


O 5º Rally dos Bandeirantes têm o patrocínio de Mercedes-Benz Caminhões e OFF TECH Gas Stations. O co-patrocínio de Motor Trailler, ASA Alumínio e o apoio da Revista 4×4 & Cia, Guinchos Work, Trilha 23 Concessionária Troller, Suzaquim Indústria Química, Sicafe Transportes, VP Adesivos Especiais e Prefeitura Municipal de Taubaté. A organização é da RallySP Eventos e Promoções.


Resultado da sétima etapa do Rally do Bandeirantes, por categoria:


Super Production
1º Luís Facco/Glauber Fontoura , 2h07min27seg
2º Marco Kanegae/Humberto Ribeiro, 2h08min44seg
3º Helena Deyama/Andrea Portas, 2h09min20seg
4º Roberto Correa/Neurivan Calado, 2h09min56
5º Magno Aragão/Paulo Carvalho, 2h10min38
6º Carlos Policarpo/Rômulo Secomandi, 2h15min45seg
7º André Nunes/Daniel Gay, 2h19min01seg
8º Carlão Costa/Anderson Ramos, 2h23min27seg
9º Alberto Kwast/Felipe Lapido, 2h26min42seg
10º Wanderlei Cassol/Rodrigo Mello, NC
11º Paulo Sérgio Lima/Sérgio Kiguti, NC


Protótipos
1º Cacá Clauset/Rodrigo Khezam, 2h09min22seg
2º Richard Vaders/José Spacassassi, 2h14min24seg
3º Mário Tridenti/Joá Bicudo, 2h32min07seg
4º Vitor Fischer Valente/Daniel Simon, NC


Production
1º Rodrigo Terpins/Alessandro Fabricio, 2h13min20seg
2º Carlos Belilacqua/Raul Caldas, 2h20min27


Pro
1º Maurício Neves/Clécio Maestrelli, 1h55min18seg
2º Guilherme Spinelli/Marcelo Vívolo, 1h56min53seg
3º Fellipe Bibas/Emerson Cavassin, 1h56min59seg
4º Ingo Hoffman/Youssef Haddad, 1h58min15seg
5º Marcos Baumgart/Cleber Cincea, 1h59min37seg
6º Cristian Baumgart/Beco Andreotti, 2h00min37seg
7º Edu Piano/Fausto Dallape, 2h03min44seg
8º Paulo Pichini/Kleber Cavalcante, 2h15min44
9º Oscar Bibas/Gilson Rocha, 2h25min12
10º Michel Terpins/Gabriel Foltram, 2h26min19
11º Roberto Reijers/Rogério Almeida, NC
12º Murilo Serrano/Paulo Bomba, NC


Caminhões
1º Amable Barrasa/José Papacena, 2h12min19seg
2º Luciano Cunha/Marcus Matheus, 2min18min22seg
3º Ulysses Marinzek/Edu Sachs, 2h18min50seg
4º André Azevedo/Maykel Justo, 2h19min39seg
5º Carlos Salvini/André Casagrande, 2h21min11seg
6º Guido Salvini/Weidner Moreira, 2h30min40seg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *