Rally: ProMacchina vence o primeiro dia do Rally RN1500

O Rally RN1500, competição válida como etapa do campeonato brasileiro de rally, foi castigada pela chuva que cai com intensidade em algumas áreas do nordeste brasileiro e teve seu boa parte do seu trecho cronometrado reduzido. Apesar dos carros terem largado com tempo sem chuva, o grande perigo estava em uma barragem no km 41 da especial, que devido às chuvas constantes de hoje ameaçava arrombar a qualquer momento. Com isso a organização reduziu o trecho cronometrado de 113 para apenas 38 quilômetros.

Apesar de significar apenas um terço do que havia sido previsto inicialmente pela organização do evento, os competidores elogiaram muito as características de terreno encontradas.

“Sabemos o quanto a organização se esforçou para nos dar uma bela prova, nosso dia foi de espera, mas infelizmente apenas estes 38 quilômetros se mantiveram aptos a serem cumpridos. Apesar de tão curto, posso afirmar que a especial foi fantástica, muito rápida ela nos permitiu andar forte e acelerar em trechos que variavam de cascalho solto a várias pedras”, falou Maurício Neves, que ao lado do navegador Leandro Ferrarini ,conquistou o melhor tempo de hoje e abre o RN1500 na liderança da competição.

A etapa desta quinta-feira entre as cidades de Natal e Currais Novos, Rio Grande do Norte, trouxe ainda para a ProMacchina o terceiro lugar do dia com os também paranaenses, Felipe Bibas e Emerson Cavassim (Bina).

“Apesar de curta, a especial foi feita para quem sabe acelerar e tem o carro na mão. Nossa diferença foi muito pouca em relação ao segundo lugar, ficamos a apenas quatro segundos dele, em um terreno repleto de variáveis isso significa muito”, comentou Bibas.

Alegria para uns, dificuldades e surpresas desagradáveis para outros. Riamburgo Ximenes e Stanger Eller, atuais campeões do RN1500, não contavam com um pneu furado à 22 quilômetros da chegada, ao tentar fazer a troca problemas com o Macaco hidráulico os fizeram perder preciosos 13 minutos, que em um dia tão curto, significam prejuízo certo.

“Em um rali as variáveis surpreendentes são os nossos atrativos e decepções. Hoje perdemos, mas ainda temos muito rali pela frente, mais três dias de competição nos quais vamos literalmente correr atrás do prejuízo. E em rali vocês sabem, tudo pode acontecer! O importante é que Maurício e Leandro venceram, Felipe e Bina tiveram uma ótima colocação e nosso time abre o RN na liderança”, disse Ximenes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *