Seat Supercopa: Estratégia errada complica fim de semana de Marcello Thomaz na Holanda

Apesar de largar atrás, brasileiro voltou a pontuar na preliminar do DTM.

O brasileiro Marcello Thomaz obteve a 10ª e a 9ª colocações nas duas provas da Seat Supercopa realizada em Zandvoort, Holanda, neste final de semana. Apesar de voltar a pontuar, o brasileiro não ficou satisfeito com o resultado, comprometido principalmente pela estratégia usada por sua equipe nos treinos classificatórios.

Com seu Seat Léon saindo muito de frente no treino livre de sexta-feira, Marcello aponta como a solução adotada pela equipe TAC X-Synrg o principal motivo para o desempenho na rodada holandesa. “O nosso carro estava muito de frente na sexta-feira e para solucionar isso eles resolveram colocar pneus novos apenas nas rodas dianteiras para a classificação. O resultado disso é que o carro ficou inguiável, saindo muito de traseira”, explica Marcello, que dessa maneira não conseguiu ir além da 18ª posição do grid.

Na prova de sábado, Thomaz fez uma boa corrida de recuperação, ganhando oito posições nas 15 voltas percorridas em Zandvoort. “Fiz uma corrida com muitas ultrapassagens. Mas como a prova é curta, terminei em 10º lugar. Aqui não adianta, se não largar não frente, não tem jeito, por melhor que seja suacorrida. A prova é curta e os carros muito equilibrados”, relatou o brasileiro. Na segunda bateria, realizada no domingo, choveu antes da largada, o que deixou a pista molhada e fez com que os pilotos optassem no grid pelo tipo de pneus que seria usado na corrida. Marcello seguiu a aposta da maioria, partindo com pneus de chuva, acreditando que ela voltaria. Mas a chuva não veio e os poucos pilotos que largaram com pneus slick levaram vantagem. Thomaz recebeu a bandeirada final na 9ª posição.

“A prova de domingo foi uma loteria pela condição de pista. Zandvoort fica perto da praia e a chuva que parecia certa acabou sendo levada para longe pelos fortes ventos. Aí na metade da corrida a pista já estava seca e o grande desafio foi conseguir levar o carro até o final com o pneu para piso molhado”, concluíu Marcello.

A próxima rodada da Seat Supercopa será no dia 2 de setembro, em Nurburgring.

Corrida 1 – Sábado
1º Damian Sawicki (Polônia), 15 voltas em 28min27s289
2º Thomas Marschall (Alemanha), a 2s097
3º Fredy Barth (Suíça), a 6s970
4º Christiaan Frankenhout (Holanda), a 7s736
5º Jimmy Johansson (Suécia), a 8s988
10º Marcello Thomaz (Brasil), a 17s674

Corrida 2 – Domingo
1º Marcus Steinel (Alemanha), 15 voltas em 30min22s075
2º Jimmy Johansson (Suécia), a 11s971
3º Christian Hohenadel (Alemanha), a 12s450
4º Kati Droste (Alemanha), a 31s686
5º Sebastian Asch (Alemanha), a 41s234
9º Marcello Thomaz (Brasil), a 47s873

Campeonato
1º Sebastian Asch, 143 pontos
2º Thomas Marschall, 135
3º Damian Sawicki, 125
4º Nicki Thiin, 105
5º Christian Hohenadel, 99
11º Marcello Thomaz, 45 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *