SpeedShow: Renault anuncia que sai do automobilismo no Brasil

Comunicado entregue às equipes nesta sexta-feira informa que fábrica sairá do evento Renault Speed Show.


Em comunicado entregue às equipes às 18h30 desta sexta-feira (24), a Renault do Brasil informou oficialmente às equipes do Renault Speed Show que não participará da temporada 2007. A notícia coloca fim no evento, que foi iniciado em 2002 e terá sua última edição neste fim de semana em Interlagos. O Speed Show reúne as categorias Fórmula Renault, Copa Clio e Renault Super Clio, esta última criada ainda em 2006. Com a saída da fábrica, praticamente ninguém no evento acredita que as categorias poderão continuar a ser disputadas no formato atual – com provas em todo o Brasil e em eventos realizados em conjunto pelas três modalidades. A F-3 Sul-Americana é, atualmente, uma participante ocasional do Renault Speed Show, mas já tem planos para sua continuidade no ano que vem.

“O automobilismo brasileiro empobrecerá com a saída da Renault pois o país não tem mais uma categoria escola à altura, já que a F-Renault deve deixar de existir”, comentou Eduardo Bassani, da equipe Bassani Racing, que tem três carros de F-Renault. “Está ficando cada vez mais difícil manter a tradição de produzir bons pilotos no Brasil. Para as equipes e os profissionais do esporte, a saída de uma fábrica é sempre traumática, mas felizmente o automobilismo está crescendo em outras áreas, como a Fórmula 3, que em 2007 deve ter um panorama bem melhor do que foi o de 2006”, continuou.

“Eu apenas lamento que, se quiser competir em uma categoria do mesmo nível no ano que vem, terei que ir para o exterior”, comenta Rodolpho Santos (Neosoro/Palu Suisse), piloto goiano de 18 anos que fez sua estréia na F-Renault em 2006. “Minha única opção no Brasil passa a ser a F-3 Sul-Americana, que é uma categoria excepcional, mas está em um nível técnico superior ao da F-Renault”.

O paulista Diego Nunes (Chocolates Garoto/Aura), de 19 anos, define em Interlagos o título da F-3 mas teve sua formação inicial em corridas de automóvel na F-Renault. “É uma pena ver isto acontecer”, disse ele. “Quem já estudou em uma escola e a viu fechar sabe do que estou falando”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *