Spyder Race Brasileiro: Fernando Fortes vence com dobradinha da SP Mec

“Depois de seis anos, chegou a minha hora!”, essa foi a declaração do paulista Fernando Fortes (SP Mec) após vencer a etapa carioca do Campeonato Brasileiro de Spyder Race. Fortes fez sua estreia ainda na versão paulista da categoria e em seu segundo ano disputando o campeonato nacional chega a sua primeira vitória com os protótipos.

A corrida carioca começou quente, com Fulvio Marote (RJ Racing), terceiro colocado no grid de largada pulando para a ponta, seguido por Raijan Mascarello (Guerra Motorsport) e Fernando Fortes, que perdeu posições na largada. Fulvio foi punido pelos comissários por queima de largada com a adição de 20 segundos em seu tempo final de prova, o que viria a colocar o campeão de 2010 longe da vitoria.

A partir da segunda volta Fortes e Fulvio travariam uma intensa luta pela primeira colocação; Fabio Perez (SP Mec) que largou em 5° lugar já ultrapassou Rodrigo Posses (RJ Racing) na primeira volta e na 4ª volta já cruzava na terceira colocação.

Na categoria Light, o pole position Valter Pinheiro (Guerra Motorsport) manteve-se na ponta na largada e durante toda a prova; Ronaldo Kastropil (Autogiro) e Alexandre “Tande” Camara (Guerra Motorsport) travaram bela disputa pela segunda colocação, cabendo ao piloto da casa (Tande), finalizar na segunda colocação, mesma posição de chegada de 2010 quando disputou a etapa do Rio de Janeiro.

Os carros da equipe RSports tiveram uma ótima recuperação: depois dos pilotos Thiago Penido e Sergio Martinez largarem em 7° e 8° respectivamente. Penido assumia a 4ª posição na sétima volta, enquanto Martinez subia para 6° lugar na décima volta.

No 20° minuto com a entrada do Safety Car programado, Fernando Fortes cruzava na liderança na categoria Spyder Race, seguido por Fulvio Marote, Fabio Perez, Thiago Penido e Raijan Mascarello. Na categoria Light a primeira posição ficou com Vater Pinheiro, seguido por Alexandre Camara, Luiz Abbade, Ronaldo Kastropil (que se tocou com o líder Pinheiro perdendo posições) e Walter Coutinho – os cinco primeiros de cada categoria recebem pontos durante a entrada programada.

O mineiro Miguel Mallaco (Odeon Racing) que retornou à categoria depois de disputar a temporada 2010 abandonou depois de 7 voltas com problemas mecânicos. Joon Park (Chatô Murai), Kadu (Cesinha Competições), Luciano Borghesi (Cesinha Competições) e Peter Jr. abandonaram também com problemas mecânicos em seus protótipos.

Na relargada surpreendente posicionamento de Penido que pulou do 3° para o segundo lugar; Fortes manteve-se na liderança. Na Light nenhuma alteração, com Pinheiro na liderança da categoria com Tande na segunda colocação e Abbade em terceiro.

Na 21ª volta Perez superou Penido e assumiu o 2° lugar na categoria principal, mantendo-se na mesma até a bandeirada. Penido com problemas abandonaria uma volta depois; na 25ª volta seria a vez de Ortolani e Raijan que vinha fazendo ótima prova abandonar com problemas mecânicos.

Sergio Martinez assumiu a 3ª colocação restando 7 voltas para o fim da corrida, mas um toque o fez perder posições e cruzar em 5° na categoria. Andando muito forte durante todo o final de semana, Rodrigo Posses (RJ Racing) trocou de equipe e fez sua primeira prova na temporada 2011, terminando a prova em 3° lugar.

Valter Pinheiro e Tande fizeram a festa do público carioca presente ao Autódromo de Jacarepaguá fazendo dobradinha carioca e também da equipe Guerra Motorsport. Ronaldo Kastropil terminou na terceira colocação, seguido por Walter Coutinho Jr, o estreante Kadu e Luciano Borghesi.

A equipe SP Mec venceu sua terceira corrida consecutiva na temporada 2011, e a primeira com Fernando Fortes (as duas anteriores foram vencidas por Fabio Perez).

O resultado finad do GP Agassys válido pela 3ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Spyder Race ficou da seguinte maneira:

1) Fernando Fortes (SP Mec) – Race
2) Fabio Perez (SP Mec) – Race
3) Rodrigo Posses (RJ Racing) – Race
4) Valter Pinheiro (Guerra Motorsport) – Light
5) Alexandre Camara (Guerra Motorsport) – Light
6) Ronaldo Kastropil (Autogiro) – Light
7) Fulvio Marote (RJ Racing) – Light
8) Sergio Martinez (RSports) – Race
9) Walter Coutinho (Cesinha Competições) – Light
10) Kadu (Cesinha Competições) – Light
11) Luciano Borghesi (Cesinha Competições) – Light
12) Joon Park (Chatô Murai)
13) Raijan Mascarello (Guerra Motorsport) – Race
14) Carlos Ortolani (Chatô Murai) – Light
15) Thiago Penido (RSports) – Race
16) Luiz Abbade (SDA / RSports)  – Light
17) Peter Jr. (SP Mec) – Light
18) Henrique Assunção (RJ Racing) – Race
19) Miguel Mallaco (Odeon Racing) – Light

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *