Spyder Race Brasileiro: Raijan Mascarello e Valter Pinheiro vencem etapa de Sta. Cruz do Sul

Demorou cinco etapas, mas o piloto mato-grossense Raijan Mascarello (Guerra Motorsport) enfim conquistou sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro de Spyder Race. Depois de dominar todos os treinos na pista gaúcha, Raijan cravou a pole position e a vitória no GP Minipa, válido pela 5ª etapa da temporada 2011.

Pole position, Raijan manteve-se na ponta e viu o líder da temporada Fabio Perez (SP Mec) perder posições na largada, caindo para a terceira colocação, sendo superado pelo estreante na categoria, Douglas Soares (RSports).

Na categoria Light, já no grid o líder Valter Pinheiro (Guerra Motorsport) teve problemas em seu protótipo n° 06 sendo obrigado a se recolher aos boxes para reparos, e assim partindo por último no pelotão dos boxes. Com isso Ronaldo Kastropil (Autogiro) aproveitou e assumiu a ponta, mantendo-se na liderança. Duas voltas depois, Kadu (Cesinha Competições) e Tiago Penido (RSports) tocaram-se; Kadu abandonou a prova pouco depois com problemas em seu protótipo enquanto Penido perdera posições.

Kastropil mantinha uma liderança tranquilo à frente de Peter Jr. (SP Mec) que depois de largar na 4ª posição, sua melhor colocação na largada, também fez uma ótima largada, não se envolvendo em acidentes nas voltas iniciais.

Henrique Assunção (RJ Racing) na segunda volta aproximava-se de Douglas na luta pela segunda colocação; Assunção com seu protótipo n° 75 conquistou a posição na quarta volta. Largando no fim do grid devido a não conseguir marcar tempo no treino classificatório, Fernando Fortes (SP Mec) em quatro voltas já estava em 4º lugar, diminuindo a diferença para Soares.

Fabio Perez com problemas em uma vela do motor do protótipo n°89 perdia rendimento e na volta cinco era o 13º colocado. Em um rápido trabalho da SP Mec, Peró entrou ao box e a equipe conseguiu fazer a manutenção do carro e devolvê-lo à pista, sem perda de voltas em relação ao líder Raijan Mascarello.

Valter Pinheiro vinha baixando seu tempo, recuperando posições depois de largar em último, e na 5ª volta já conquistava a oitava colocação; três voltas depois o carioca conquistou a segunda colocação ao superar Peter Jr, até assumir a liderança de Kastropil na volta 10. Ronaldo que sofrera um acidente com seu protótipo n° 53 durante um dos treinos livres de sábado vinha sofrendo com queda de rendimento desde a oitava volta.

Na 12ª volta um princípio de incêndio é percebido pelo paulista Ronaldo Kastropil: o piloto percebendo problemas em seu carro tenta trazê-lo aos boxes, mas é surpreendido com falha nos sistemas de freio, o que o obriga a parar na pista.

Em pouco tempo o fogo que vinha da parte traseira do carro aumenta, tendo início a um incêndio que viria a destruir totalmente o carro da equipe Autogiro. O piloto nada sofrera, conseguindo sair rapidamente do carro: a equipe de resgate do autódromo gaúcho mesmo trabalhando na tentativa de apagar o incêndio pouco pode fazer e a perda total fora concretizada.

A direção de prova visando à segurança dos pilotos acionou o Safety Car e posteriormente paralisou a corrida com bandeira vermelha, para que o fogo pudesse ser contido. E pelos mesmos motivos de segurança para garantir a total integridade de todos os competidores, fora decidida a paralização da prova após 21 minutos e 58 segundos de prova percorrida.

Dessa forma Raijan Mascarello conquistou sua primeira vitória na categoria Spyder Race, depois de ter estreado no certame no ano passado e tornar-se vice-campeão na Spyder Race Light onde conquistou duas vitórias; Henrique Assunção, Fernando Fortes, Douglas Soares, Fúlvio Marote (RJ Racing), e Thiago Penido completaram o pódio da categoria.

Na Spyder Race Light, Valter Pinheiro conquistou sua 5ª vitória consecutiva, saindo do Rio Grande do Sul mais líder do que nunca. O jovem Peter Jr. de apenas 16 anos fez sua melhor apresentação no ano de estreia no automobilismo e alcançou o segundo lugar na prova, seguido por Luciano Borghesi (Cesinha Competições), Miguel Mallaco, Carlos Ortolani e Joon Park, esses três da mesma equipe, a Chatô Murai Racing.

Mascarello era o misto de tristeza pelo acidente do amigo e alegria pela conquista da tão perseguida vitória: “Não era da forma que esperava, mas o importante é a vitória! Uma pena apenas o ocorrido com o Kastropil, mas o mais importante é ele não ter sofrido nenhum problema físico”, comentou o vencedor da etapa gaúcha.

A equipe Guerra Motorsport fez a festa com vitória de seus pilotos em ambas às categorias, e Valter Pinheiro, um dos pilotos mais preocupados com a segurança dos competidores comentou o fato: “Uma infelicidade muito grande (o incêndio no carro do Kastropil)! Todos fizeram tudo que estavam ao alcance, mas infelizmente não conseguiram apagar o fogo a tempo”, comentou.

Luciano Borghesi, um dos mais experientes pilotos do automobilismo nacional, especialista em provas de longa duração e vencedor das mais tradicionais corridas desse gênero comentou: “Tenho 38 anos de automobilismo, e o mais importante sempre é a integridade dos pilotos. A direção de prova agiu certo ao terminar a corrida previamente, pois o que importa é que todos estejam bem para uma próxima etapa. Infelizmente são coisas do automobilismo, não gostamos quando acontecerem, mas estão presente nesse esporte”, finalizou o experiente piloto de Londrina.

Confira como terminou o GP Minipa válido pela 5ª etapa do Campeonato Brasileiro de Spyder Race em Santa Cruz do Sul (RS):

1)    Raijan Mascarello (Guerra Motorsport) – Race
2)    Henrique Assunção (RJ Racing) – Race
3)    Fernando Fortes (SP Mec) – Race
4)    Douglas Soares (RSports) – Race
5)    Fúlvio Marote (RJ Racing) – Race
6)    Valter Pinheiro (Guerra Motorsport) – Light
7)    Thiago Penido (RSports) – Race
8)    Peter Jr. (SP Mec) – Light
9)    Luciano Borghesi (Cesinha Competições) – Light
10)    Fabio Perez (SP Mec) – Race
11)    Miguel Mallaco (Chatô Murai Racing) – Light
12)    Carlos Ortolani (Chatô Murai Racing) – Light
13)    Joon Park (Chatô Murai Racing) – Light

Não terminaram:

Ronaldo Kastropil (Autogiro)
Luiz Abbade (RSports)
Jefferson Leandrini (Champs)
Kadu (Cesinha Competições)

Melhor volta:
– Fabio Perez – 1:27.331 na 7ª volta (Race)
– Valter Pinheiro – 1:29.174 na 9ª volta (Light)ffd59

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *