Stock: Cacá Bueno vence prova com final polêmico

Cacá Bueno (Red Bull Racing /Chevrolet) venceu neste domingo (05/04), a primeira prova da segunda etapa da temporada, disputada no circuito montado nas ruas de Ribeirão Preto, São Paulo.

Com pista molhada, a prova começou com o Safety-Car na pista. Após três voltas, o carro de segurança foi para os boxes.

O pole-position, Max Wilson (Eurofarma RC/Chevrolet) liderou até a volta 25, quando errou e foi superado por Bueno. Depois, com problemas de desgaste nos pneus para pista molhada, Wilson foi perdendo posições.

No final, a direção de prova provocou uma confusão. A responsável por dar a bandeirada quadriculada errou, e deixou Bueno e Marcos Gomes (Voxx Racing Team/Peugeot), primeiro e segundo, passarem. E deu a primeira bandeirada para o terceiro colocado, Júlio Campos (Prati-donaduzzi /Peugeot). Sem a bandeirada, Gomes foi para cima de Bueno, e quase ultrapassou o piloto da Red Bull.

“Eu optei junto com o Andreas (Mattheis, chefe de equipe) por um acerto de pista seca, acreditando que o traçado secaria. Passei um sufoco danado para acompanhar o Max e ao mesmo tempo eu tinha que cuidar dos pneus traseiros. Ele chegou a abrir mais de cinco segundos e quando a gente chegou na metade da corrida ele ainda estava bem longe – e quando consegui dar três ou quatro voltas sem forçar o ritmo e vi que ele não abriu nem um centímetro eu percebi que era a hora de forçar para alcança-lo”, lembrou Bueno.

“Quando começou a secar o meu acerto funcionou melhor que o dele. Acabei fazendo uma manobra arriscada na curva 2, ele me deu um belo ‘xis’, e depois ele errou uma freada e aí pude passar e controlar a distância achando que a corrida estava terminada – quando não estava. O Marquinhos (Gomes) apareceu do nada nas últimas voltas virando muito rápido e eu e optei por fugir dele sem usar nenhum push e por isso sobraram 14 para a segunda bateria”, contou.

Após deixar o carro, Bueno foi furioso para a Sala da Direção de Prova. O cinegrafista do Sportv, emissora que transmite o campeonato, foi expulso depois de fazer algumas imagens de Bueno, reclamando com a Direção de Prova. Um segurança chegou a colocar a mão na lente da câmera.

Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet) terminou em quarto, seguido por Thiago Camilo (Ipiranga-RCM     Chevrolet) e Wilson.

Galid Osman (Ipiranga-RCM/Chevrolet), Rubens Barrichello (Full Time Sports /Chevrolet), Allan Khodair (Full Time Sports/Chevrolet) e Vitor Genz (Boettger Competições/Peugeot) completaram os dez primeiros. Genz alinha na pole para a segunda prova (grid dos dez primeiros invertido).

Antes do início da segunda prova, a dupla da Eurofarma-RC (Maurício e Wilson) foi excluída do resultado final. Por trocar os pneus após a bandeirada da bateria para a segunda, o que não é permitido pelo regulamento a não ser que haja autorização da direção de prova.

Final:
1. 0 – Cacá Bueno – Red Bull Racing. – 38 voltas em 49min43s932
2. 80 – Marcos Gomes – Voxx Racing Team – a 1s477
3. 4 – Julio Campos – Prati-donaduzzi – a 9s335
4. 21 – Thiago Camilo – Ipiranga-RCM – a 13s527
5. 28 – Galid Osman – Ipiranga-RCM – a 28s413
6. 111 – Rubens Barrichello – Full Time Sports – a 29s786
7. 18 – Allam Khodair – Full Time Sports – a 30s697
8. 46 – Vitor Genz – Boettger Competições – a 31s153
9. 70 – Diego Nunes – Vogel Motorsport – a 36s898
10. 1 – Antonio Pizzonia – Prati-donaduzzi – a 41s866
11. 73 – Sérgio Jimenez – C2 Team – a 1 volta
12. 25 – Tuka Rocha – União Química Racing – a 1 volta
13. 8 – Rafael Suzuki – RZ Motorsport – a 2 voltas
14. 110 – Felipe Lapenna – Schin Racing Team – a 2 voltas
15. 2 – Rafa Matos – Schin Racing Team – a 2 voltas
16. 51 – Átila Abreu – AMG Motorsport – a 2 voltas
17. 3 – Bia Figueiredo – União Química Racing – a 3 voltas
18. 14 – Luciano Burti – RZ Motorsport – a 4 voltas
19. 26 – Raphael Abbate – Hot Car Competições – a 5 voltas
20. 72 – Fábio Fogaça – Hot Car Competições – a 6 voltas
21. 5 – Denis Navarro – Vogel Motorsport – a 7 voltas
22. 12 – Lucas Foresti – AMG Motorsport – a 14 voltas
23. 11 – Cesar Ramos – Cavaleiro Racing Sports – a 14 voltas
24. 29 – Daniel Serra – Red Bull Racing – a 19 voltas
25. 10 – Ricardo Zonta – Shell Racing – a 25 voltas
26. 74 – Popó Bueno. Cavaleiro Racing Sports – a 35 voltas
27. 90 – Ricardo Maurício – Eurofarma RC – a 10.751*
28. 65 – Max Wilson – Eurofarma RC – a 17.353*
29. 83 – Gabriel Casagrande – C2 Team – a 31.574**
30. 77 – Valdeno Brito – Shell Racing – a 36s314
31. 88 – Felipe Fraga – Voxx Racing Team – a 1 volta
Melhor volta: Rafa Matos com 1min12s136
*Exclusão por troca de pneu após a bandeirada
**Exclusão por não cumprir drive-through

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *