Stock: Cacá desabafa e afirma que regras não foram cumpridas

Piloto da Red Bull diz que seu trabalho foi desrespeitado e que corrida foi uma bagunça.

O nono colocado da 5ª etapa da Stock Car, realizada no circuito de rua de Ribeirão Preto, Cacá Bueno, soltou a verbo ao descrever a corrida. O tricampeão da categoria criticou severamente a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e a organização da Stock Car.

A principal reclamação de Cacá foi a duração da corrida e a administração dos organizadores da prova após dada bandeira vermelha. “A corrida era programada para 37 voltas ou 50 minutos. É muito claro, quem entende sabe: quando acontece uma bandeira vermelha na primeira volta, a corrida é diminuída em uma volta. A relargada foi uma zona. Todos tinham de relargar nas mesmas posições e isso não aconteceu. Estava uma bagunça completa”, declarou.

Revoltado, o piloto da Red Bull também disse que o acontecido demonstrou a falta de comprometimento que a categoria tem para com os pilotos e as equipes. “O que aconteceu foi um desrespeito com o profissionalismo, com o meu trabalho, das equipes e pilotos. A gente sabe que não deve falar mal da categoria, das pessoas, somos instruídos a isso. Mas estou entrando com reclamação e quero que alguém assuma a responsabilidade e diga: “Eu errei”.

Cacá também apontou para o descumprimento do regulamento da categoria na corrida. “Nenhuma regra do regulamento da CBA foi cumprida e quero saber de quem é a responsabilidade, se é da Vicar, da CBA, da televisão; eu quero saber. Não vou apontar contra ninguém, mas me sinto triste e indignado não só comigo, mas com quem faz tudo dentro da ordem. Se eles ficarem com bronca de mim, na verdade não estou me importando. Alguém tem que assumir a responsabilidade e levar a gente a sério.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *