Stock: Campo Grande abre batalha pela liderança da Stock Car

Rodrigo Sperafico, da equipe Genéricos Biosintética Stock Car, defenderá a liderança, mas outros 16 pilotos tentam lhe roubar a primeira colocação.

Campo Grande abre amanhã (sexta-feira, 1º) a batalha pela liderança da Copa Nextel Stock Car 2007, quando serão realizados os treinos livres para a terceira etapa da temporada, disputada no domingo (3), às 12 horas (13 horas no horário de Brasília).

Em função das características do circuito da capital do Mato Grosso do Sul, que é travado e com poucos pontos de ultrapassagem, largar na frente é considerado meio caminho para garantir a vitória. O trajeto valoriza os treinos livres, que serão realizados amanhã (sexta-feira), das 10h15 às 11h45 e das 13h45 às 15h45, no horário local. Em cada uma das sessões, cada piloto poderá percorrer no máximo 20 voltas. No sábado, o treino classificatório será das 10h às 11h30 (horário local) e o número máximo de voltas será de 16 por piloto. Os 10 mais rápidos disputarão a Super Classificação, das 11h50 às 12 h (horário local), quando será conhecido o pole position.

A batalha pela liderança do campeonato promete ser acirrada e valorizará todos os treinos. O paranaense Rodrigo Sperafico, da equipe Genéricos Biosintética Stock Car, venceu a etapa anterior, disputada em Curitiba (PR), e lidera a competição com 31 pontos. No entanto, outros 16 pilotos podem sair de Campo Grande (MS) na liderança e prometem atrapalhar a vida de Sperafico.

Segundo Rodrigo Sperafico, a sua maior preocupação em Campo Grande será dar continuidade ao trabalho. A equipe conhece bem o circuito e os treinos livres serão fundamentais para brigar pela pole position, no sábado, e pela vitória, no domingo. “Vamos aproveitar ao máximo os treinos de sexta-feira para conseguirmos um bom acerto do carro para o treino classificatório. Queremos manter a liderança, mas temos que pensar no campeonato e, para isso, será fundamental marcar pontos. Quem tiver boa regularidade estará na briga pelo título no final do ano”, diz Rodrigo Sperafico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *