Stock Car: Camilo é o mais rápido nos treinos do Stock Car

Novo formato define primeiro pole do ano neste sábado em Interlagos.

Terceiro colocado no ano passado e um dos favoritos à conquista do título em 2009, Thiago Camilo (Vogel/Ipiranga) foi o mais rápido dos treinos livres desta sexta-feira em Interlagos, onde o campeonato será aberto neste domingo. O vencedor da última prova realizada no traçado paulistano, realizada em dezembro no fechamento do calendário, desbancou o atual vice-campeão Marcos Gomes nos instantes finais da segunda e última sessão do dia por menos de dois décimos de segundo. Amanhã, as posições de largada serão decididas a partir das 13h30.

Um dos dois estreantes da temporada, juntamente com Max Wilson, Xandinho Negrão está enfrentando uma arrancada na Stock Car muito mais complicada do que poderia imaginar. Os quatro carros dos dois times comandados pelo diretor-técnico Andreas Mattheis – Medley e Red Bull – estão andando muito abaixo do ritmo que garantiu a conquista dos títulos de piloto e equipes de 2008. “Não está fácil”, resumiu Xandinho, que volta ao Brasil depois de passar quatro anos na Europa – três na Fórmula GP2 e um no FIA GT.

Na avaliação de Xandinho, campeão sul-americano de Fórmula 3 em 2004, há um “pênalti” sérios nos carros da Medley e da Red Bull. “Não é apenas uma questão de acerto. Mesmo que estivéssemos com uma receita totalmente diversa dos mais rápidos, a diferença aceitável seria de meio segundo. É algo que ainda não descobrimos. Sei apenas que alguns pilotos dizem fazer a Curva do Mergulho com o pé no fundo do acelerador e eu não chego nem perto disso. No Laranjinha, onde eles estão contornando em 4ª, se eu não usar a 3ª vou dar um pancão”, explicou.

Embora tenha fechado a sexta-feira com o 32º lugar, Xandinho disse que o carro até que apresentou evolução em relação aos ensaios da véspera. “Trabalhamos bastante na frente e o carro melhorou. O problema é que nossos pneus estão perdendo rendimento e os tempos de volta começam a subir rapidamente”, observou. O novo carro, no entanto, já parece mais resistente do que no início da semana. “Está mais confiável. A direção continua apresentando problemas, mas não tive as quebras dos outros dias.”

O companheiro de equipe William Starostik foi outro a atravessar uma sexta-feira difícil e finalizou uma colocação à frente. Na primeira das duas sessões, regressou aos boxes com vazamento de óleo do motor. Diante de tantas atribulações, Xandinho se mostra comedido em relação às tomadas classificatória. “Ainda temos um treino livre pela manhã e no automobilismo as previsões são sempre arriscadas. Além disso, sei da capacidade do Andreas e acredito que nossos carros podem andar mais rápido do que vêm andando. Mas, realisticamente, acho que no momento ficaria satisfeito em largar entre os 15 primeiros.”

As atividades de pista serão abertas com a terceira e última sessão de ensaios livres, das 9h10 às 9h40 (Grupo 1) e das 10h10 às 10h40 (Grupo 2). Os treinos classificatórios ganharam importância redobrada. De acordo com o regulamento desportivo estabelecido para a temporada, esses pontos extras acumulados ao longo da fase seletiva de oito corridas serão incorporados à pontuação inicial dos 10 pilotos que passarem aos playoffs das quatro provas finais. Desta forma, quem abrir os playoffs na liderança receberá 225 pontos mais o total das bonificações. O peso dos artigos 14.2 e 56 (parágrafo terceiro) fica mais evidente quando se observa que o atual campeão Ricardo Maurício bateu seu então companheiro na Equipe Medley, Marcos Gomes, por apenas quatro pontos. Em 2005, Giuliano Losacco chegou ao bi pela diferença mínima de um sobre Cacá Bueno.

O formato de disputas foi alterado na parte final. As duas primeiras sessões seguem sem modificações. A primeira, com 20 minutos, elimina o grupo que partirá da 17ª à 32ª colocação. A segunda, com 15 minutos, formará as posições de 7º ao 16º. Na terceira, as minicorridas de duas voltas, criadas experimentalmente no ano passado e envolvendo 1º x 6º, 2º x 5º e 3º x 4º, foram aposentadas sem deixar saudade. Agora serão apenas 10 minutos e os resultados conhecidos pela média das três melhores voltas dos seis pilotos. Caso um concorrente complete duas voltas, a média obedecerá a esse número, mas o piloto sairá atrás daqueles que girarem no mínimo três voltas. Da mesma forma, quem não completar mais do que uma também alinhará no fim desse grupo.

Os tempos combinados desta sexta-feira:
1º Thiago Camilo (CA) 1min40s121
2º Marcos Gomes (CA) 1min40s281
3º Ricardo Mauricio (CA) 1min40s416
4º Ricardo Zonta (P3) 1min40s506
5º Valdeno Brito (P3) 1min40s535
6º Popó Bueno (CA) 1min40s679
7º Allam Khodair (P3) 1min40s689
8º Ricardo Sperafico (P3) 1min40s725
9º Chico Serra (P3) 1min40s765
10º Alceu Feldmann (CA) 1min40s794
11º Duda Pamplona (CA) 1min40s902
12º David Muffato (P3) 1min40s905
13º Lico Kaesemodel (CA) 1min40s917
14º Antonio Jorge Neto (P3) 1min40s964
15º Nonô Figueiredo (CA) 1min40s985
16º Max Wilson (CA) 1min40s999
17º Thiago Marques (P3) 1min41s104
18º Pedro Gomes (CA) 1min41s205
19º Luciano Burti (CA) 1min41s206
20º Paulo Salustiano (CA) 1min41s252
21º Giuliano Losacco (P3) 1min41s298
22º Enrique Bernoldi (P3) 1min41s314
23º Daniel Serra (P3) 1min41s338
24º Antonio Pizzonia (P3) 1min41s432
25º Norberto Gresse (CA) 1min41s527
26º Claudio Capparelli (P3) 1min41s551
27º Felipe Maluhy (P3) 1min41s619
28º Atila Abreu (CA) 1min41s641
29º Daniel Landi (P3) 1min41s659
30º Cacá Bueno (P3) 1min42s005
31º William Starostik (CA) 1min42s022
32º Xandinho Negrão (CA) 1min42s134

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *