Stock Car: Corsa detém 56% do mercado de macacões da principal categoria nacional

Dezoito pilotos, dos 32 que compõem o grid da Copa Nextel, usam nesta temporada indumentária fabricada pela empresa paulista, fundada em 1986.

A primeira etapa da Copa Nextel Stock Car, disputada no último fim de semana em São Paulo, ratificou a liderança da Corsa Comercial Ltda. no mercado de macacões e demais equipamentos de segurança no país. Nada menos que 18 dos 32 pilotos que participaram da prova – o equivalente a 56% do grid –, usaram macacões, luvas, sapatilhas e balaclavas produzidos pela fabricante nacional. A segunda marca mais usada no grid vestiu 35% dos competidores e a terceira, 9%.

“Nossos produtos são cuidadosamente confeccionados com matérias primas importadas, o que faz dos macacões Corsa uma opção de qualidade igual ou superior à de marcas estrangeiras. E com uma vantagem: o nível de personalização dos nossos macacões é total, e por termos uma fábrica a poucos metros do autódromo de Interlagos, a agilidade na entrega e o pronto atendimento aos clientes estão entre nossos principais diferenciais”, disse Orlando Sgarbi Filho, diretor da Corsa Comercial Ltda.

A qualidade dos produtos Corsa, fabricados há 22 anos no Brasil por iniciativa de Solange Sgarbi, foi comprovada por algumas das principais equipes da Stock Car, entre elas a Ipiranga, de Thiago Camilo e Giuliano Losacco, a Eurofarma, de Max Wilson e Ricardo Maurício, e a Hot Wheels, de Chico Serra. Além de fabricar todos os itens que compõem a indumentária completa dos pilotos, a Corsa é representante no país dos capacetes Bell, líderes no mercado norte-americano, e do sistema de proteção de cabeça e pescoço Hans Device.

A empresa também é distribuidora oficial para competições dos pneus Pirelli no Brasil, atendendo a GT3, Maserati, Copa Clio e varias outras categorias apoiadas pela fabricante italiana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *