Stock Car: Daniel Serra conquista o título de 2017


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Com o terceiro lugar na última etapa da temporada, disputada neste domingo (10/12) no Autódromo de Interlagos, Daniel Serra (Eurofarma RC) conquistou neste domingo (10/12) o título da temporada 2017 da Stock Car Brasil.

Os carros de Rosinei Campos, o Meinha, dominaram a prova. Com a vitória de Ricardo Maurício, o segundo lugar de Max Wilson (RCM Motorsport), e o terceiro de Serra.

“Sempre falei que queria ganhar o meu primeiro e nunca pensei no segundo. Agora já quero brigar pelo bicampeonato. Sempre pensamos que seria demais terminar com os três pilotos da equipe no pódio. Foi um final de semana perfeito da equipe, que mereceu esse título. Cada pessoa que está lá dentro, que trabalha e viaja para todas as etapas, está todo mundo de parabéns. O meu trabalho não é mais importante que o deles, estamos todos no mesmo nível. Isso foi o resultado de hoje, um trabalho de equipe sensacional. É o título mais importante da minha carreira e isso só acontece quando nos cercamos das pessoas certas”, declarou Serra, que conquistou o seu primeiro título na categoria (sendo o 18º campeão da Stock Car).

Maurício venceu a prova, em sua despedida da Eurofarma RC.

“Deixo a equipe com um balanço positivo, foram 145 corridas e com recordes de pódios (44). Conquistei um título em 2013 e uma Corrida do Milhão. A equipe novamente desempenhou um ótimo trabalho. Só tenho que agradecer à parceria com Max Wilson e o Daniel Serra. Pilotos têm anos brilhantes e esse foi o do Daniel”. Maurício disputará a próxima temporada pela Full Time, ao lado de Rubens Barrichello e Nelsinho Piquet.

Wilson fechou o pódio perfeito do chefe de equipe Rosinei Campos, o Meinha.

“Essa temporada foi de altos e baixos, mas mantemos sempre a competitividade na temporada. Terminar o campeonato na terceira posição e com pódio é muito bom. Preciso agradecer a toda equipe, é uma grande família. Queria parabenizar o Daniel Serra pelo seu primeiro título. Muito bom terminar o ano assim”, disse Wilson, que no ano que vem passa a ser parceiro de Serra na Eurofarma RC.

“Foi uma temporada incrível, com bastante trabalho. Especialmente o Daniel Serra teve uma regularidade maior e mereceu de fato esse campeonato. Ele já vinha em outras equipes com um bom desempenho, mas é muito bom ser campeão com ele logo no primeiro ano de time. Foi um ano incrível”, declarou Meinha.

A equipe Eurofarma RC também se consagrou campeã no campeonato por equipes.

Marcos Gomes (Cimed Racing) terminou em quarto, seguido por Rubens Barrichello (Full Time Sports) e Diego Nunes (Hero Motorsport).

Augusto Farfus (Hero Motorsport), Felipe Fraga (Cimed Racing Team), Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) e Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) completaram os dez primeiros.

Rival de Serra na disputa pelo título, Thiago Camilo (Ipiranga Racing) terminou apenas na 14ª posição.

A prova teve poucos toques e acidentes, sem nenhuma intervenção do Safety-Car. O acidente mais forte envolveu Guga Lima (Bardahl Hot Car) e Marcio Campos (Blau Motorsport), na oitava volta.

Serra conquistou o título com 371 pontos. Camilo, o vice-campeão, somou 324. Wilson foi o terceiro com 292, seguido por Átila Abreu com 256.

Final:

1. 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – 24 voltas em 42min17s564
2. 65 Max Wilson (RCM Motorsport) – a 1s928
3. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – a 5s985
4. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – a 7s255
5. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 9s113
6. 87 Diego Nunes (Hero Motorsport) – a 18s937
7. 544 Augusto Farfus (Hero Motorsport) – a 24s095
8. 40 Felipe Fraga (Cimed Racing Team) – a 24s682
9. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – a 25s075
10. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 25s533
11. 5 Denis Navarro (Cimed Racing Team) – a 26s135
12. 117 Guilherme Salas (Vogel Motorsport) – a 27s262
13. 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 27s482
14. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – 27s880
15. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – 28s064
16. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports) – a 30s147
17. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) – 35s190
18. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – 35s393
19. 73 Sergio Jimenez (Bardahl Hot Car) – a 37s875
20. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) – 38s252
21. 25 Tuka Rocha (RCM Motorsport) – 38s715
22. 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – 40s086
23. 8 Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports) – 44s106
24. 3 Bia Figueiredo (Full Time Academy) – a 1min02s006
25. 12 Lucas Foresti (Full Time Academy) – a 1min09s337
26. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – a 1min09s689
27. 51 Átila Abreu (Shell Racing) – a 1 volta
28. 188 Beto Monteiro (Scuderia Colon) – a 1 volta
29. 555 Renato Braga (Scuderia Colon) – a 3 voltas
30. 28 Galid Osman (Ipiranga Racing) – a 13 voltas
31. 31 Marcio Campos (Blau Motorsport) – a 16 voltas
32. 9 Guga Lima (Bardahl Hot Car) – a 16 voltas

Resultado sujeito a verificações técnicas e desportivas

Classificação do campeonato:

1. Daniel Serra – 371 pontos

2. Thiago Camilo – 324

3. Max Wilson – 292

4. Átila Abreu – 256

5. Rubens Barrichello – 251

6. Felipe Fraga – 250

7. Marcos Gomes – 242

8. Ricardo Maurício – 241

9. Cacá Bueno – 225

10. Gabriel Casagrande – 184

11. Ricardo Zonta – 174

12. Julio Campos – 149

13. Diego Nunes – 148

14. Valdeno Brito – 136

15. Vitor Genz – 126

16. Antonio Pizzonia – 126

17. Allam Khodair – 100

18. Rafael Suzuki – 93

19. Galid Osman – 92

20. Tuka Rocha – 90

21. Denis Navarro – 88

22. Gulherme Salas – 87

23. Cesar Ramos – 70

24. Felipe Lapenna – 65

25. Sergio Jimenez – 59

26. Marcio Campos – 43

27. Lucas Foresti – 37

28. Betinho Valério – 33

29. Bia Figueiredo – 28

30. Guga Lima – 19

31. Beto Monteiro – 9

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *