Stock Car: Eurofarma RC domina etapa em Tarumã

A Eurofarma RC dominou a décima etapa da temporada, disputada neste domingo no Autódromo de Tarumã, em Viamão, no Rio Grande do Sul. Daniel Serra venceu a primeira prova, e Ricardo Maurício a segunda.

Prova 1:

Serra recebeu a bandeira quadriculada em segundo, atrás de Ricardo Zonta (Shell Racing). O ex-piloto de F-1 recebeu uma punição, de 20 segundos de acréscimo no tempo, por uma irregularidade durante o reabastecimento (o galão de combustível caiu no chão dos boxes). Com isso Serra foi declarado vencedor, seguido pelo pole-position Galid Osman (Ipiranga Racing) e Max Wilson (RCM Motorsport).

“Foi muito bom para o campeonato. Quando recebi o aviso da punição ao Zonta eu desisti de brigar pela vitória. Ele tinha um ritmo muito bom e seria uma disputa muito dura. Foi uma oportunidade que apareceu, aproveitamos e estamos saindo daqui com uma boa vantagem no campeonato”, declarou o vencedor e líder do campeonato.

“Se o Thiago Camilo estivesse logo atrás de mim eu deixaria ele passar, era o nosso combinado. Estava com um bom ritmo de corrida e o Max Wilson estava entre a gente, impossibilitando que a gente fizesse esse jogo de equipe. Acabei perdendo alguns segundos antes da parada para reabastecimento que me tiraram a chance de brigar pela vitória, mas estou feliz pelo resultado”, disse Oman, parceiro de equipe de Camilo, que disputa o título com Serra.

“Estou feliz pelo resultado, é importante para a nossa equipe. É bom estar de volta ao pódio, mas meu desempenho na corrida não estava tão bom. Esses pontos serão importantes para sequência do campeonato”, comentou Wilson, o terceiro colocado.

Camilo terminou em quarto, seguido por Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) e Diego Nunes (Hero Motorsport). Marcos Gomes (Cimed Racing), Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing), Rubens Barrichello (Full Time Sports) e Denis Navarro (Cimed Racing Team) completaram os dez primeiros.

Com o grid dos dez primeiros invertido, Navarro garantiu a primeira posição para a segunda prova.

O Safety-Car foi acionado apenas uma vez, e por um motivo insólito. Um espectador invadiu a pista, e deitou no gramado, tentando passar despercebido. Com o SC acionado, o “fã” sem noção, foi retirado pelos comissários de pista.

Final:

1 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – 34 voltas em 41min14s188
2 28 Galid Osman (Ipiranga Racing) – a 3s994
3 65 Max Wilson (RCM Motorsport) – a 4s320
4 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – a 7s918
5 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) – a 8s444
6 70 Diego Nunes (Hero Motorsport) – a 9s354
7 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – a 9s461
8 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – a 12s363
9 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 13s051
10 5 Denis Navarro (Cimed Racing Team) – a 15s053
11 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports) – a 15s578
12 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – a 16s320
13 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 19s035*
14 12 Lucas Foresti (Full Time Academy) – a 26s074
15 44 Betinho Valério (Hero Motorsport) – a 1min20s117
16 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – a 1 volta
17 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – a 1 volta
18 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) – a 1 volta
19 31 Marcio Campos (Blau Motorsport) – a 1 volta
20 51 Átila Abreu (Shell Racing) – a 1 volta
21 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – a 2 voltas
22 25 Tuka Rocha (RCM Motorsport) – a 2 voltas
23 9 Guga Lima (Bardahl Hot Car) – a 3 voltas
24 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – a 8 voltas
25 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 8 voltas

Não completaram 75% da prova:

26 3 Bia Figueiredo (Full Time Academy)
27 40 Felipe Fraga (Cimed Racing Team)
28 8 Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports)
29 73 Sergio Jimenez (Bardahl Hot Car)
30 117 Guilherme Salas (Vogel Motorsport)

Resultado sujeito a verificações técnicas e desportivas

*Punido em 20 segundos no tempo total de prova

Prova 2:

Com a estratégia perfeita, Maurício venceu a segunda prova. Felipe Fraga (Cimed Racing Team) e Átila Abreu (Shell Racing) completaram o pódio.

Na primeira prova Maurício trocou os quatro pneus e encheu o tanque. Alinhando apenas na 16ª posição na segunda corrida. Assumindo a ponta nas voltas finais, ao superar Fraga.

“Tivemos um bom desempenho na primeira corrida e decidimos trocar os quatro pneus. Com a entrada do carro de segurança ficamos tranquilos quanto ao consumo da gasolina. A estratégia era essa, teve um pouco de confusão na largada mas consegui manter a calma. Nosso ritmo de corrida era forte e é sempre bom voltar a ganhar mesmo enfrentando algumas dificuldades”, destacou o piloto da Eurofarma RC.

“Com certeza faltou pneu. A gente precisa estudar e analisar se eu não economizei o suficiente ou se o acerto do carro não proporcionou a isso. Dei o meu máximo, não é o meu forte economizar pneus. Foi um teste para mim, um aprendizado, mas agora é analisar os dados para saber onde eu posso melhorar nisso. Largar de 27º e chegar em segundo foi bom para me manter no topo”, comentou Fraga.

“Foi um final de semana um pouco atípico, me compliquei um pouco na primeira corrida, esperara ir melhor, mas o carro consumiu muito pneu. No fim da segunda corrida teve uma briga interessante com o Marcio Campos pela posição. Conseguimos amenizar o prejuízo, ainda temos chances de brigar pelo título e vamos lutar por essas oportunidades”, disse Abreu, que conquistou o terceiro lugar com apenas 0s90 de vantagem sobre Marcio Campos (Blau Motorsport).

Allam Khodair (Full Time Sports) terminou em quarto, seguido por Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) e Tuka Rocha (RCM Motorsport).

Cacá Bueno (Cimed Racing), Sergio Jimenez (Bardahl Hot Car) e Zonta, fecharam os dez primeiros.

Serra lidera o campeonato com 289 pontos, dez a mais do que Camilo.

A próxima etapa acontece no dia 19 de novembro, em Goiânia.

Fraga punido:
Depois da prova Fraga foi punido com o acréscimo de 20 segundos no tempo, por ultrapassar em bandeira amarela. Caindo para a sétima posição. Abreu passou para segundo, seguido por Campos, que conquistou o seu primeiro pódio na categoria.

Final:

1 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – 33 voltas em 41min49s867
2 51 Átila Abreu (Shell Racing) – a 2s232
3 31 Marcio Campos (Blau Motorsport) – a 2s322
4 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – a 8s146
5 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – a 17s246
6 25 Tuka Rocha (RCM Motorsport) – a 18s098
7 40 Felipe Fraga (Cimed Racing Team) – a 21s580*
8 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) – a 23s882
9 73 Sergio Jimenez (Bardahl Hot Car) – a 24s537
10 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 31s299
11 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 36s777
12 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – a 38s768
13 28 Galid Osman (Ipiranga Racing) – a 46s566
14 70 Diego Nunes (Hero Motorsport) – a 50s660
15 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports) – a 51s161
16 3 Bia Figueiredo (Full Time Academy) – a 51s251
17 8 Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports) – a 56s825
18 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 1min01s392
19 117 Guilherme Salas (Vogel Motorsport) – a 1min19s966
20 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – a 1 volta
21 12 Lucas Foresti (Full Time Academy) – a 1 volta
22 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – a 5 voltas
23 44 Betinho Valério (Hero Motorsport) – a 8 voltas
24 9 Guga Lima (Bardahl Hot Car) – a 8 voltas

Não completaram 75% da prova:

25 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing)
26 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing)
27 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport)
28 65 Max Wilson (RCM Motorsport)
29 5 Denis Navarro (Cimed Racing Team)
30 80 Marcos Gomes (Cimed Racing)

*Punido com 20 segundos no tempo total de prova

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *