Stock Car: Ricardo Maurício vence a Corrida do Milhão

Ricardo Maurício (Eurofarma RC) venceu neste domingo (25/08) a Corrida do Milhão, no Autódromo de Interlagos, São Paulo, sétima etapa da temporada (e 12 prova). Foi a segunda vitória de Maurício na prova, que oferece um prêmio de R$ 1 milhão para o vencedor. Gabriel Casagrande (Crown Racing) e Daniel Serra (Eurofarma RC) completaram o pódio.

Ricardo Maurício (Eurofarma RC) venceu neste domingo (25/08) a Corrida do Milhão, no Autódromo de Interlagos, São Paulo, sétima etapa da temporada (e 12ª prova). Foi a segunda vitória de Maurício na prova, que oferece um prêmio de R$ 1 milhão para o vencedor. Gabriel Casagrande (Crown Racing) e Daniel Serra (Eurofarma RC) completaram o pódio.

Piloto convidado para a prova, Lucas Di Grassi (Eurofarma) alinhou na pole. E recebeu a bandeira quadriculada em primeiro. Mas foi desclassificado, por não cumprir um drive-through.

Di Grassi ultrapassou Maurício excedendo os limites da pista na entrada da reta dos boxes. O piloto recebeu a punição, mas não cumpriu, sendo excluído da prova.

“Eu nunca vi isso na minha vida, ser punido direto com um Drive Thru, por isso não cumpri com a decisão”, explicou Di Grassi, visivelmente contrariado após a bandeirada. “Explicarei nas minhas redes sociais com as imagens do meu carro para mostrar que foi um equívoco”, completou o campeão mundial de Fórmula E.

Com a desclassificação de Di Grassi, Maurício foi declarado o vencedor, com 5s7 de vantagem sobre Casagrande.

“O Di Grassi estava superior o fim de semana inteiro, com ótima velocidade em reta. Quando ele me passou, usou as quatro rodas fora da pista. Com isso, caiu no colo. Tivemos uma sexta bem difícil, com muitos problemas, e é inacreditável o carro que a equipe conseguiu me entregar. Estou muito feliz”, comentou o vencedor. “Não é sorte, é trabalho”, completou o chefe de equipe de Ricardinho, Rosinei “Meinha” Campos.

Segundo colocado, Casagrande se mostrou contente com o resultado, apesar de, no pódio, não ter aberto um sorriso: “Foi bom demais, Deus estava guardando isso para mim. Fomos bem o fim de semana inteira, com boa velocidade. Tivemos uma boa posição de largada e o carro melhorou muito depois do pit stop. Não levei o Milhão, mas o segundo lugar foi bacana e garanti uma graninha.”

Serra, que venceu a prova em 2017, completou o pódio.

“Guardei push para depois da parada, tive de administrar, deixei um guardadinho e passei tanto o Bruno quanto o Camilo. Foi uma das minhas melhores corridas da vida, extrai tudo o que tinha, executei tudo, não veio o Milhão mas saio líder e minha meta é ser tricampeão e entramos agora na reta final do campeonato.”, declarou Serra, que terminou menos de um décimo a frente de Thiago Camilo (Ipiranga Racing).

Vencedor de três edições da Corrida do Milhão Camilo  terminou em quarto, seguido por Bruno Baptista (RCM Motorsport) e Felipe Fraga (Cimed Racing), vencedor em 2016.

Nelson Piquet Jr (Full Time Sports), Gaetano di Mauro (Shell Helix Ultra), Marcos Gomes (KTF Sports) e Ricardo Zonta (Shell V-Power) fecharam os dez primeiros.

Serra lidera o campeonato com 212 pontos, seis a mais do que Mauricio. Camilo é o terceiro com 185.

A próxima etapa acontece no dia 15 de setembro, no Velopark, no Rio Grande do Sul.               

Final:

1 . Ricardo Maurício ( Eurofarma RC ), 30 voltas em 48min30s
2 . Gabriel Casagrande ( Crown Racing ), a 5.755
3 . Daniel Serra ( Eurofarma RC ), a 8.383
4 . Thiago Camilo ( Ipiranga Racing ), a 8.436
5 . Bruno Baptista ( RCM Motorsport ), a 8.922
6 . Felipe Fraga ( Cimed Racing ), a 9.942
7 . Nelson Piquet Jr ( Full Time Sports ), a 10.170
8 . Gaetano di Mauro ( Shell Helix Ultra ), a 13.086
9 . Marcos Gomes ( KTF Sports ), a 13.797
10 . Ricardo Zonta ( Shell V-Power ), a 16.349
11 . Julio Campos ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 26.509
12 . Diego Nunes ( KTF Sports ), a 27.777
13 . Valdeno Brito ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 31.160
14 . Cacá Bueno ( Cimed Racing ), a 32.921
15 . Átila Abreu ( Shell V-Power ), a 39.177
16 . Rafael Suzuki ( Hot Car Competições ), a 39.413
17 . Cesar Ramos ( Blau Motor Sports ), a 40.142
18 . Lucas Foresti ( Vogel Motorsports ), a 42.493
19 . Guga Lima ( Vogel Motorsports ), a 47.532
20 . Felipe Lapenna ( Cavaleiro Sports ), a 48.414
21 . Denis Navarro ( Cavaleiro Sports ), a 48.984
22 . Marcel Coletta ( Crown Racing ), a 53.870
23 . Pedro Cardoso ( Hot Car Competições ), a 55.666
24 . Galid Osman ( Shell Helix Ultra ), a 1 Voltas.
25 . Max Wilson ( RCM Motorsport ), a 4 Voltas.
26 . Bia Figueiredo ( Ipiranga Racing ), a 17 Voltas.
27 . Rubens Barrichello ( Full Time Sports ), a 20 Voltas.
28 . Allam Khodair ( Blau Motor Sports ), a 22 Voltas.
29 . Lucas Di Grassi ( Eurofarma ), desclassificado

Classificação do campeonato oficial:

1. Daniel Serra, 212 pontos
2. Ricardo Mauricio, 205
3. Thiago Camilo, 185
4. Julio Campos, 180
5. Rubens Barrichello, 168
6. Felipe Fraga, 137
7. Gabriel Casagrande, 125
8. Max Wilson, 122
9. Cacá Bueno, 117
10. Marcos Gomes, 115
11. Nelsinho Piquet, 99
12. Bruno Baptista, 91
13. Galid Osman, 91
14. Ricardo Zonta, 82
15. Diego Nunes, 82
16. Gaetano Di Mauro, 75
17. Atila Abreu, 74
18. Allam Khodair, 65
19. Denis Navarro, 62
20. Valdeno Brito, 61
21. Lucas Foresti, 60
22 .Cesar Ramos, 47
23. Rafael Suzuki, 46
24. Guga Lima, 41
25. Pedro Cardoso, 34
26. Marcel Coletta, 33
27. Bia Figueiredo, 32
28. Felipe Lapenna, 27
29. Agustin Canapino, 10
30. Vitor Baptista, 7
31. Raphael Reis, 3
32. Lucas Di Grassi, 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *