Stock Car: Ricardo Zonta e Rubens Barichello vencem em Goiânia

Ricardo Zonta (Shell V-Power) e Rubens Barrichello (Full Time Sports) foram os vencedores da terceira etapa da temporada disputada no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia.

Thiago Camilo (Ipiranga Racing) havia vencido a primeira prova, mas foi punido por queima de largada, com o acréscimo de 20 segundos, e caiu para 13º.

Prova 1:

Camilo alinhou na pole, e venceu a primeira prova praticamente de ponta a ponta (perdeu a liderança apenas durante a janela de paradas obrigatórias nos boxes). Ricardo Zonta (Shell V-Power) e Daniel Serra (Eurofarma RC) completaram o pódio.

Camilo foi punido por queima de largada, com Zonta herdando a vitória. Serra passou para segundo.

“Eu consegui abrir uma vantagem muito boa no começo e essa era a nossa estratégia”, disse Thiago Camilo, referindo-se ao forte ritmo que impôs no início da corrida. “Estou feliz demais com a minha segunda vitória em três etapas. Falta muita coisa ainda, a gente tem os pés no chão e vamos trabalhar duro para crescer ainda mais, consertar os erros e brigar pelo título no final do campeonato”, finalizou Camilo, que seria punido depois, caindo para 13º.

“O segundo lugar é uma pontuação muito boa. E subir no pódio mostra que o carro está muito rápido e competitivo”, ponderou Ricardo Zonta. “Na corrida 1, o carro estava perdendo um pouco de tração. E, depois do pit stop, quando fizemos o acerto para ir para cima, a quinta marcha começou a apresentar uma falha. E então eu preferi conservar o segundo lugar”, finalizou o ex-piloto de F-1, que depois foi declarado vencedor.

Ricardo Maurício (Eurofarma RC) terminou em quarto, mas foi punido pela mesma razão de Camilo, caindo para 14º. Com isso Marcos Gomes (KTF Sports) passou para a terceira posição.

Com a nova classificação, Max Wilson (RCM Motorsport), foi o quarto, seguido por Barrichello, Galid Osman (Shell Helix Ultra), Cacá Bueno (Cimed Racing) e Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing), Valdeno Brito (Prati-Donaduzzi Racing) e Allam Khodair (Blau Motor Sport).

Campos garantiu a primeira posição no grid da segunda etapa, com o grid o dez primeiros invertido. Campos depois seria alçado a oitava posição cm as punições de Camilo e Maurício.

Final, prova 1:

1 . Ricardo Zonta ( Shell V-Power ), 29 voltas em 44min02s915
2 . Daniel Serra ( Eurofarma RC ), a 4.407
3 . Marcos Gomes ( KTF Sports ), a 7.041
4 . Max Wilson ( RCM Motorsport ), a 7.981
5 . Rubens Barrichello ( Full Time Sports ), a 13.755
6 . Galid Osman ( Shell Helix Ultra ), a 14.491
7 . Cacá Bueno ( Cimed Racing ), a 15.286
8 . Julio Campos ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 15.834
9 . Valdeno Brito ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 15.936
10 . Allam Khodair ( Blau Motor Sports ), a 18.008
11 . Diego Nunes ( KTF Sports ), a 18.999
12 . Lucas Foresti ( Vogel Motorsports ), a 19.429
13 . Thiago Camilo ( Ipiranga Racing ), a 21s
14 . Ricardo Maurício ( Eurofarma RC ), a 25.875
15 . Bruno Baptista ( RCM Motorsport ), a 28.808
16 . Denis Navarro ( Cavaleiro Sports ), a 32.640
17 . Rafael Suzuki ( Hot Car Competições ), a 39.719
18 . Átila Abreu ( Shell V-Power ), a 52.101
19 . Gabriel Casagrande ( Crown Racing ), a 1:20.243
20 . Gaetano di Mauro ( Shell Helix Ultra ), a 1 volta
21 . Nelson Piquet Jr ( Full Time Sports ), a 2 voltas
22 . Marcel Coletta ( Crown Racing ), a 3 voltas
23 . Felipe Lapenna ( Cavaleiro Sports ), a 5 voltas
24 . Felipe Fraga ( Cimed Racing ), a 18 voltas
25 . Raphael Reis ( Carlos Alves Competições ), a 18 voltas
26 . Cesar Ramos ( Blau Motor Sports ), a 19 voltas
27 . Bia Figueiredo ( Ipiranga Racing ), a 20 voltas
28 . Guga Lima ( Vogel Motorsport ), a 23 voltas
29 . Pedro Cardoso ( Hot Car Competições ), a 23 voltas

Prova 2:

Barrichello venceu a segunda prova, ao assumir a ponta após os pits. Campos foi o segundo, com Serra novamente fechando o pódio.

“Às vezes na vida, você acha que está derrotado e que tudo acabou, terminando a primeira corrida em sétimo”, disse Rubinho.“Aí você vai para cima na segunda e vê que está vivo, com mais gasolina que os outros e com o fan push, que foi o que me deu a vitória. Essa foi uma vitória ‘nossa’, de Goiânia. Eu realmente me sinto em casa aqui”, completou Barrichello, que venceu pela quarta vez em Goiânia.

“Nós fizemos toda a estratégia para tentar o melhor resultado possível na segunda corrida e quase deu errado, pois acabamos caindo para 13º na hora que saí do box e eu tive que usar muitos botões de ultrapassagem para recuperar posições”, conta Julio Campos. “Ficamos assustados com esse pit stop do Rubinho, que foi muito rápido. Nós tínhamos carro para ganhar a corrida, mas não deu para a gente dessa vez”, conta o segundo colocado.

“Acho que foi um bom fim de semana”, avaliou o novo líder Daniel Serra. “Com a quantidade de combustível que tínhamos que colocar e os botões de ultrapassagem que ainda restavam para a segunda prova, eu acho que fizemos um bom fim de semana de forma geral. Claro que a gente gosta de ganhar. Mas não dá para reclamar de dois terceiros lugares. Principalmente, porque não é fácil conseguir um resultado como esse”, disse o atual bicampeão, antes de saber da punição de Camilo.

Wilson terminou em quarto, seguido por Gabriel Casagrande (Crown Racing), e Maurício. Gomes, Osman, Felipe Fraga (Cimed Racing) e Nelson Piquet Jr (Full Time Sports) fecharam os dez primeiros.

Serra lidera o campeonato com 106 pontos, seguido por Barrichello com 102.

A próxima etapa, em Londrina, no Paraná, acontece no dia 09 de junho.

Final, prova 2:

1 . Rubens Barrichello ( Full Time Sports ), 29 voltas em 46min12s
2 . Julio Campos ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 1.655
3 . Daniel Serra ( Eurofarma RC ), a 2.869
4 . Max Wilson ( RCM Motorsport ), a 6.949
5 . Gabriel Casagrande ( Crown Racing ), a 7.585
6 . Ricardo Maurício ( Eurofarma RC ), a 10.745
7 . Marcos Gomes ( KTF Sports ), a 13.067
8 . Galid Osman ( Shell Helix Ultra ), a 13.365
9 . Felipe Fraga ( Cimed Racing ), a 14.023
10 . Nelson Piquet Jr ( Full Time Sports ), a 15.407
11 . Thiago Camilo ( Ipiranga Racing ), a 19.859
12 . Cacá Bueno ( Cimed Racing ), a 20.954
13 . Gaetano di Mauro ( Shell Helix Ultra ), a 21.175
14 . Allam Khodair ( Blau Motor Sports ), a 28.330
15 . Diego Nunes ( KTF Sports ), a 29.353
16 . Lucas Foresti ( Vogel Motorsports ), a 29.749
17 . Rafael Suzuki ( Hot Car Competições ), a 33.272
18 . Valdeno Brito ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 33.528
19 . Felipe Lapenna ( Cavaleiro Sports ), a 37.226
20 . Bruno Baptista ( RCM Motorsport ), a 37.450
21 . Ricardo Zonta ( Shell V-Power ), a 37.537
22 . Bia Figueiredo ( Ipiranga Racing ), a 44.574
23 . Raphael Reis ( Carlos Alves Competições ), a 48.957
24 . Pedro Cardoso ( Hot Car Competições ), a 49.832
25 . Denis Navarro ( Cavaleiro Sports ), a 2 voltas
26 . Cesar Ramos ( Blau Motor Sports ), a 11 voltas
27 . Átila Abreu ( Shell V-Power ), a 11 voltas
28 . Guga Lima ( Vogel Motorsport ), a 27 voltas
29 . Marcel Coletta ( Crown Racing ), a 28 voltas

Campeonato:
1 . Daniel Serra, 106 pontos
2 . Rubens Barrichello, 105
3 . Ricardo Maurício, 78
4 . Thiago Camilo, 67
5 . Gabriel Casagrande, 67
6 . Marcos Gomes, 66
7 . Felipe Fraga, 62
8 . Julio Campos, 58
9 . Max Wilson, 52
10 . Allam Khodair, 51
11 . Cacá Bueno, 47
12 . Ricardo Zonta, 40
13 . Diego Nunes, 37
14 . Gaetano Di Mauro, 36
15 . Galid Osman, 34
16 . Lucas Foresti, 29
17 . Bruno Baptista, 29
18 . Valdeno Brito, 28
19 . Rafael Suzuki, 28
20 . César Ramos, 27
21 . Nelson Piquet Jr, 26
22 . Denis Navarro, 20
23 . Felipe Lapenna, 17
24 . Bia Figueiredo, 7
25 . Vitor Baptista, 7
26 . Átila Abreu, 3
27 . Pedro Cardoso, 3
28 . Marcel Coletta, 2
29 . Guga Lima, 0
30 . Raphael Reis, 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *