Stock: Categoria apresenta suas novidades técnicas para 2010

Evento reuniu imprensa e convidados em São Paulo.

No dia 25 de outubro a Copa Nextel Stock Car dará a largada rumo à sustentabilidade com a realização da Corrida Verde, no Autódromo Internacional de Curitiba, no Paraná. Trata-se do primeiro passo rumo à conscientização ambiental. Neutralização de carbono e reciclagem de resíduos sólidos marcarão a nona etapa da Copa Nextel Stock Car.

A preocupação com a qualidade de vida no planeta por parte da principal categoria do automobilismo nacional vai ainda mais longe. Na próxima temporada, a categoria, juntamente como seus parceiros, trará algumas novidades técnicas que visam contribuir ainda mais com esse processo sustentável.

A apresentação das novidades aconteceu em uma coletiva nesta terça-feira, em São Paulo, com a presença de Carlos Col, diretor-presidente da Vicar, promotora da categoria, Besaliel Botelho, diretor de marketing da Bosch, Marcos Jank presidente da Unica União das Indústrias de Cana-de-açúcar, e Carlos Resende, diretor de marketing para combustíveis da Cosan.

Na verdade, essas novidades estão interligadas. Depois do novo carro, que chegou neste ano, em 2010 será a vez do novo motor, mais leve e potente, que vem completar o pacote técnico do modelo JL- G09. Ele será gerenciado por uma moderna injeção eletrônica, desenvolvida pela Bosch, que permitirá a utilização do novo combustível, etanol, fornecido pela ESSO.

“Empresas em todo o mundo estão se preparando para trabalhar em um futuro próximo com menores níveis de emissão de carbono. A Stock Car e a Vicar não poderiam ficar de fora desta iniciativa. A Corrida Verde abre oficialmente este projeto, que estará mais forte em 2010 com estas e outras novidades”, explica Carlos Col, diretor-presidente da Vicar.

O novo motor trará mais potência aos carros da Copa Nextel Stock Car. Montado em um bloco de alumínio, com peso de 170 kg, o novo motor terá 520 cv (antes eram 480), com máxima de 6500 RPM, torque de 71 kg/f, injeção eletrônica Bosch, Fly by wire, etanol como combustível, podendo atingir 265 km/h.

Corrida Verde

Dentro da programação da etapa estão previstas a neutralização de carbono, que dará à categoria o selo do CarbonoNeutro®, e a reciclagem de resíduos produzidos pelo evento. Para isso, contará com a parceira da Max Ambiental, que cuidará da neutralização com o plantio de árvores, e dos Recicleiros, que ficarão responsáveis pelo encaminhamento dos resíduos sólidos.

Para se ter uma ideia da importância destas ações, a emissão calculada para a Stock Car, incluindo consumo de energia, de diesel para produção, da gasolina para as provas, transporte aéreo e resíduos orgânicos, é de 112,03 tCO2 (toneladas de carbono equivalente). Para neutralizar isso tudo, serão plantadas 560 árvores como recuperação de matas ciliares do Rio Barigui, no Parque Tingui, na capital paranaense.

A primeira ação oficial da Corrida Verde foi a Stock Car 10K, corrida pedestre realizada no dia 11 de outubro, com a presença de mais de 1500 corredores de todas as idades, inclusive pilotos da Stock Car. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *