Stock: Categoria desembarca em Brasília com promessa de boas brigas

Vários pilotos têm chance de ganhar a corrida deste domingo às 11 horas, pois a prova será pelo anel externo do autódromo da Capital Federal. Depois da vitória na Bahia, Ricardo Maurício assumiu a liderança. Daniel Serra e Cacá Bueno estão no vácuo dele.

A chuva pode ser, ao mesmo tempo, um fator complicador e também dar mais emoção ainda à quinta etapa da Stock Car, que será disputada neste domingo, às 11 horas, nos 2.919 metros do anel externo do Autódromo de Brasília. Apesar de não ser intensa, é suficiente para molhar bastante a pista e deixar pilotos e chefes de equipe em dúvida sobre o que fazer na abertura dos treinos neste sábado, a partir das 8 horas, no segundo treinamento livre do dia, às 11h50, e no classificatório, marcado para às 16 horas.

Como choveu em Salvador, no GP Bahia Stock Car, a última etapa, os pilotos já conhecem bem como o carro se comporta com os novos pneus de chuva da Pirelli, que voltou à categoria depois de alguns anos distante. No entanto, existe uma grande diferença entre o asfalto das ruas do Centro Administrativo da Bahia (CAB) e o de Brasília, que desgasta bem mais os pneus.

Esse é somente mais um ingrediente na disputadíssima 34ª temporada da principal e mais duradoura categoria do automobilismo brasileiro. O líder do campeonato é o vice-campeão de 2012, Ricardo Maurício, que em Salvador quebrou jejum de mais de dois anos sem vitória ao se arriscar a fazer a prova inteira com pneus de chuva, mesmo com pista seca depois de boa parte da corrida.

O campeão de 2008 tem 80 pontos – uma vitória e quatro pódios na temporada além de outros dois no final de 2013, num total de seis consecutivos – e é seguido por Daniel Serra – duas vitórias no ano -, com 74, e Cacá Bueno, vencedor da prova de abertura de 2013, que tem 73. A seguir vêm Thiago Camilo, com 58, Max Wilson (campeão de 2010), com 53, e Valdeno Brito, com 51.

Nesta quinta-feira desembarcaram na Capital Federal os caminhões das equipes da Stock Car e do Campeonato Brasileiro de Turismo, que fará sua estreia no Autódromo de Brasília neste final de semana. Os fãs do automobilismo que sempre lotam as arquibancadas poderão ver os 33 carros da Stock e 18 do Brasileiro de Turismo. Uma festa para quem gosta do esporte a motor.

Uma novidade no autódromo são as obras de segurança realizadas na pista. A Secretaria de Esportes do Governo do DF colocou mantas de borracha na frente da barreira de pneus para, em eventual batida dos carros, os pneus não se espalharem e nem o carro penetrar a barreira. Em vários pontos foram colocadas placas de grama na tentativa de evitar os buracos que as rodas fazem na terra.

Outra novidade é a reformada torre da direção de prova, que tinha 18 metros quadrados nos dois andares e no térreo, e passou para 36 metros em cada compartimento. Essa ampliação facilita o trabalho da cronometragem e dos comissários desportivos da Confederação Brasileira de Automobilismo durante corridas e treinos.

Junto com a Stock Car estarão, pela primeira vez na pista, os carros do Campeonato Brasileiro de Turismo, que terá sua prova inaugural às 9h10 deste domingo.

A Stock Car tem o patrocínio da Pirelli, além do copatrocínio de Shell V-Power Etanol, Bosch, Mobil Super, Pioneer e o apoio da Itaipava e da Transzero. As montadoras são Chevrolet e Peugeot. A organização e a realização são da Vicar Promoções Desportivas, com supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *