Stock: Copa Nextel Stock Car 2008 muda regulamento para agregar emoção

A categoria terá o retorno do reabastecimento e novo formato de classificação.

Principal categoria do automobilismo nacional, a Copa Nextel Stock Car terá mais mudanças significativas em 2008. Além da chegada da Goodyear como fornecedora de pneus, do número de equipes e pilotos, da Corrida do Milhão e do aumento de transmissões ao vivo, a disputa ainda terá novidades nas provas. O regulamento desportivo do evento também terá alterações neste ano, como um novo sistema de classificação e o retorno do reabastecimento, que prometem dar mais emoção às disputas, seguindo a filosofia da categoria nas últimas temporadas.

O treino classificatório que definirá o grid de largada será dividido em três partes e será bastante semelhante ao da Fórmula 1: a primeira definirá a posição dos pilotos que largarão de 16º a 34º lugares; a segunda sessão terá os 15 melhores de volta à pista e definirá as posições de 7º a 15º ; e finalmente a terceira, a Super Classificação, que contará com apenas seis pilotos.

Na Super Classificação serão formadas três duplas, que disputarão uma espécie de match race de duas voltas, sendo que o primeiro competirá contra o sexto, o segundo contra o quinto e o terceiro enfrenta o quarto. Os vencedores ocuparão os três primeiros lugares no grid de acordo com o melhor tempo obtido na soma das duas voltas. Os perdedores ocuparão o quarto, quinto e sexto lugares, de acordo com o melhor tempo obtido na soma das duas voltas.

O reabastecimento durante as corridas está de volta em 2008 e tem tudo para ser outra atração durante as corridas. Depois de quatro anos ausente, já que foi retirada da categoria na temporada 2004, a prática pretende tornar a briga pela vitória mais interessante. Os detalhes de como vai funcionar o pit stop ainda não foram definidos pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) para a primeira etapa da temporada, marcada para o dia 13 de abril, no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo.

Para Carlos Col, diretor-presidente da Vicar, essas alterações mostram a preocupação da categoria em agregar emoção às provas. “O reabastecimento atinge esse objetivo, pois além de possibilitar mudanças de posições, faz com que a equipe participe efetivamente do resultado durante a corrida e não apenas na preparação”, explica. Já com relação ao sistema de disputa, ele concorda que é ousado. “É ousado mesmo, sem dúvida. Mas vai dar uma adrenalina a mais e vai solicitar que os pilotos não sejam apenas rápidos, mas também que tenham estratégia e equilíbrio”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *