Stock: Diego Nunes quer voar mais alto na Copa Caixa Stock em 2011

Piloto de 24 anos venceu na temporada de estreia, e volta ao palco da conquista no dia 20. Principal categoria do automobilismo brasileiro fará abertura junto com o FIA WTCC e Mini Challenge

Em uma categoria equilibrada como a Copa Caixa Stock Car, cheia de pilotos experientes, pode-se imaginar que existe pouco espaço para jovens novatos vencerem. Mas ano passado o paulista Diego Nunes provou que essa regra não existe. Na última etapa, enquanto o foco estava na disputa do título vencido por Max Wilson, o piloto da Bassani Racing ganhou pela primeira vez com carros de turismo. O feito aconteceu no Autódromo Internacional de Curitiba, justamente o palco da abertura da temporada 2011 da principal categoria do automobilismo nacional, dia 20 de março, junto com a disputa do FIA WTCC e do Mini Challenge.

Aos 24 anos, e com experiência no automobilismo europeu correndo na F-3000 e GP2 Series, Diego Nunes definiu sua primeira temporada na Copa Caixa Stock Car como “muito além do que imaginava”, e promete brigar para ficar entre os dez primeiros que disputarão o título na Superfinal, nas quatro etapas derradeiras. “Desde o final do campeonato passado que eu não parei de trabalhar. Nossa equipe deu um tempo na virada de ano, mas depois voltou com força para acertar detalhes. Quero mais vitórias e é atrás disso que eu vou”, garantiu o paulista.

Mesmo com a vitória no fim do ano, o piloto sabe que não pode esquecer os problemas que passou até então. “Teve o tempo para acostumar com o carro, pegar a mão do acerto, sobretudo porque perdi rendimento quando entrou os pneus mais moles. Mas como esse ano o composto mais duro irá voltar, estou muito confiante. Sem contar que a estreia será em Curitiba, uma pista que sempre andei bem, que gosto muito e ainda tem essa lembrança da primeira vitória. Se eu quiser mesmo chegar aos playoffs e disputar o título, tenho de ser regular”, disse. “Tenho um bom relacionamento com a equipe, e isso é muito importante na Stock Car”, declarou.

E é justamente o entrosamento com Eduardo Bassani, o chefe de equipe da Bassani Racing, que facilitou a conquista da primeira vitória no ano de estreia. Na decisão em Curitiba, quando foi sugerido ao piloto entrar nos boxes para colocar os pneus para chuva, fator fundamental para a conquista, Diego diz que nem pensou duas vezes. “Quando vi a primeira gota de chuva no pára-brisa, o Edu já me chamou e decidimos arriscar. E deu certo”, relembrou Diego Nunes. “Sempre que corri no Brasil eu andei com o Bassani e ganhamos corridas (F-Renault e F-3). Foi por causa dele que voltei e entrei na Stock. Confio nele 100%.”

Outro fator que deixa Diego Nunes empolgado para a primeira etapa da temporada 2011 da Copa Caixa Stock Car é o fato dos carros do FIA WTCC dividirem o fim de semana em Curitiba. Para ele, a categoria é uma das maiores do mundo e fica ainda mais satisfeito em saber que o evento cresce a cada ano. “Claro que me interessa correr com o pessoal de fora olhando. Conheço a maioria deles, porque morei na Europa e sempre que possível acompanhava, então será um prazer imenso dividir essa etapa com eles. Afinal, é uma das categorias mais importantes do mundo e vem para somar com a gente”, concluiu o jovem piloto. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *