Stock: Duda Pamplona faz teste em Piracibaba

Equipe Officer ProGP já definiu agenda de trabalho para o treino livre

De maneira semelhante à Fórmula 1, a Stock Car brasileira inicia a temporada de 2011 com a realização de treinos livres, no caso brasileiro previsto para acontecer no circuito do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, traçado situado na cidade de Piracicaba, a cerca de 180 quilometros de São Paulo. Segundo a engenheira Rachel Loh, a agenda de trabalho para as duas sessões programadas para esta quarta-feira (23), é bem simples e racional:

“O nosso principal objetivo é fazer o shake-down do carro de 2011, um teste onde procuramos verificar se todos os sistemas vitais do carro funcionam adequadamente. Além disso, vamos checar em mais detalhes o funcionamento da bomba de óleo do sistema de lubrificação do motor homologada para a temporada deste ano.”

No campeonato de 2011 o regulamento técnico da categoria autorizou a mudança da bomba de óleo do motor para a etapa de Salvador, mas o resultado diferente do esperado – inúmeros carros tiveram problemas técnicos – levou os promotores da Stock Car a autorizar as equipes a optar entre esta e a solução usada anteriormente. Desde então o novo sistema passou por alterações na fábrica da JL , empresa responsável pela preparação e manitenção dos motores V8 usadaos na categoria, o que permitiu tornar o novo sistema obrigatório. Pelo regulamento do teste, cada equipe poderá levar apenas um carro e não haverá cronometragem oficial.

Pelos cálculos de Rachel Loh, as duas sessões de testes – programadas para os períodos entre 10:00 e 12:00 e 13:00 e 15:00 -, deverão permitir cerca de 20 voltas rápidas no traçado com extensão aproximada de 2.000 metros. A reta principal da pista é normalmente utilizada para provas de arrancada na categoria 201 metros, mas carros das categorias Turismo 1600 e da antiga Stock Júnior competem regularmente pelo circuito que possui nove curvas, a maioria delas de baixa velocidade. Além da engenheira, o argentino Gustavo Camara e três mecânicos completam o time que dará assistência ao carioca Duda Pamplona, único piloto escalado para conduzir o Chevrolet Vectra da equipe Officer ProGP nos treino de amanhã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *