Stock: Falha no amortecedor prejudica desempenho de Ingo Hoffmann

A chuva da véspera deu trégua e o sábado amanheceu ensolarado no autódromo de Interlagos, para a definição do grid de largada da 1ª. etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car. Com a implantação das novas regras para classificação, o treino foi repleto de emoção.


Os 10 melhores pilotos dos 3 treinos oficiais foram para a Super Classificação. A pole ficou com Felipe Maluhy (Terra Avalone) com 1m39s467. Ingo Hoffmann (AMG Filipaper) ficou com o nono tempo. A corrida acontece amanhã, a partir das 13 horas, com transmissão ao vivo do Sportv. No total, 42 carros compõem o grid.

Numa decisão eletrizante, os 10 carros entraram na pista para em 10 minutos definir a ordem de largada do pelotão da frente. Ingo, que tinha sido o mais rápido dos treinos coletivos com 1m39s076 e terceiro colocado com 1m39s470 nos treinos oficiais de ontem, não conseguiu manter a performance. Virou o 9º. Tempo (1m40s251) na Super Classificação.

Com o novo sistema de aquisição de dados, a equipe detectou a falha rapidamente. “Nos treinos coletivos usamos um par de amortecedor dianteiro que funcionou muito bem naquela condição de pista. Porém, hoje, o carro não respondia bem, estava sem grip. Mas o importante é que a falha foi encontrada e para amanhã vamos alterar o acerto. De qualquer maneira, estar entre os 10 já é muito bom, pois com o novo sistema de disputa, vale ser constante em todas as provas e estar entre os 10 para o play off”, comentou Ingo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *