Stock: GP Bahia tem papel importante na briga por uma vaga na Super Final

Stock: GP Bahia tem papel importante na briga por uma vaga na Super Final.

O GP Bahia será no dia 9 de agosto, em um circuito de rua montado no CAB – Centro Administrativo da Bahia, em Salvador. Além do marco histórico da disputa, que coloca a categoria pela primeira vez fora dos autódromos, a prova baiana tem papel fundamental na briga pelo título da temporada 2009. Válida pela sexta etapa da Copa Nextel Stock Car, ou seja, depois dela faltarão apenas duas etapas antes da Super Classificação, na qual estarão apenas os dez mais bem colocados após a oitava etapa. Dessa forma, vencer ou marcar o maior número de pontos possível tornou-se fundamental para quem almeja a Copa.

Em uma temporada que tem sido marcada pela variação no pódio, com cinco vencedores diferentes em cinco corridas realizadas, ficou claro que tudo pode acontecer. Agregue-se a isso o fato de ser a primeira experiência em rua para a maioria e um traçado desconhecido para todos. De qualquer forma, são ingredientes que tornarão ainda mais emocionante da disputa do dia 9.

A liderança da competição até o momento é do bicampeão Cacá Bueno, da Red Bull Racing (Peugeot), com 65 pontos. Em segundo está Max Wilson, da Eurofarma RC (Chevrolet), com 53, enquanto Antônio Pizzonia, da Amir Nasr Racing (Peugeot), com 51 pontos. Se a Super Final começasse agora, os outros sete pilotos classificados seriam Valdeno Brito (PB), 49; Marcos Gomes (SP), Ricardo Maurício (SP) e Átila Abreu (SP), 45; Allam Khodair (SP), 39; Paulo Salustiano (SP), 36; e Luciano Burti (SP), 34.

No que diz respeito à Super Final, vale lembrar que ela reunirá os dez melhores pilotos após as oito primeiras provas. Somente estes seguirão na disputa do título da Copa Nextel, sendo que os demais pilotos disputarão uma colocação a partir do 11º lugar. Na Super Final, os pilotos zerarão seus pontos obtidos, começando com a classificação de uma corrida, ou seja, o primeiro com 25, o segundo com 20, o terceiro com 16 até o décimo, com 6 pontos. Para evitar confusão com os demais, cada um somará 200 pontos de bônus. Para as quatro provas restantes, a pontuação será normal e os integrantes da Super Final receberão os pontos respectivos às colocações obtidas em cada etapa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *