Stock: Itaipava Racing Team busca equilíbrio entre performance e durabilidade em Curitiba

Itaipava Racing Team busca equilíbrio entre performance e durabilidade em Curitiba.

Não foi muito tempo, mas o período que separou a primeira da segunda etapa da Stock Car, que será disputada neste domingo (11), em Curitiba (PR), serviu para renovar as expectativas da Itaipava Racing Team. O time, que sofreu com abandonos dos dois carros na prova de abertura do campeonato, aproveitou o intervalo de menos de quinze dias para deixar tudo em ordem para os pilotos Luciano Burti e David Muffato.

“Nessas duas semanas, nós tentamos encontrar soluções mecânicas para os problemas apresentados em São Paulo, nos concentrando principalmente em direção hidráulica, freio e motor. Deixamos a equipe inteira focada neste trabalho de durabilidade, porque o potencial existe e isso nós já vimos, mas para transformá-lo em resultado é preciso terminar bem as corridas”, afirma Maurício Ferreira, chefe de equipe da Itaipava Racing Team.

Luciano Burti destaca a busca do time pelo balanço entre performance e durabilidade, desafio a ser superado quando se trabalha com equipamentos novos, como motores e pneus desta temporada da Stock Car. “O que me tirou da corrida, um problema no motor, foge do controle da equipe. O que fez falta mesmo foi tempo de pista. Eu só consegui colocar os pneus novos na manhã da véspera da corrida e andei pouco na prova”, revela Luciano Burti.

A etapa passada marcou a estreia do piloto pela Itaipava Racing Team. “Temos um bom planejamento para Curitiba e agora precisamos buscar o equilíbrio ideal”, acrescenta Luciano Burti, que recebeu muito bem uma das novidades para a próxima etapa da Stock Car. O “push to pass”, sistema que se acionado permite ganho de aproximadamente 30 cavalos de potência, para facilitar ultrapassagens, teve o tempo de utilização ampliado.

O efeito do “push to pass”, que durava dez segundos, agora dura 15. “A reta de Curitiba é longa, então os dez segundos de ‘push to pass’ talvez não fossem suficientes para as manobras de ultrapassagem. Subir esse tempo para quinze segundos foi uma boa medida”, conclui Luciano Burti. O companheiro de equipe de Luciano Burti, David Muffato, tem um motivo extra para comemorar a chegada da Stock Car a Curitiba.

O paranaense, campeão da categoria em 2003, estará correndo em casa. “É sempre bom correr em Curitiba. Apesar de eu ser do interior do Paraná, me sinto em casa e a pista me agrada bastante”, afirma David Muffato, que também está animado com as boas perspectivas da Itaipava Racing Team para a prova deste domingo, que tem largada prevista para 11h10, com transmissão da Rede Globo. Os treinos começam na sexta-feira (9).

“O mais importante é que os carros funcionem bem para que a equipe possa começar a buscar o acerto ideal. Eu tive a oportunidade de experimentar um ajuste na corrida passada que me agradou muito e vou repetir nos treinos livres para pegar mais informações. A performance na primeira etapa foi razoavelmente boa, dava para chegar entre os dez primeiros, então agora é concentrar em melhorar a durabilidade”, revela David Muffato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *