Stock Jr: Cássio Homem de Mello é vice-campeão brasileiro de 2006

Por unanimidade, a COMISSÃO DISCIPLINAR do Superior Tribunal de Justiça Desportiva da Confederação Brasileira de Automobilismo concedeu ao piloto paulista Cássio Homem de Mello, 22, o título de vice-campeão brasileiro da Stock Jr. 2006.

 


De acordo com o regulamento de descartes de pontos da categoria que contabiliza uma temporada com 12 provas, Cássio recorreu à Comissão para que a regra, que obriga que pilotos descartem os dois piores resultados ao término da competição, fosse respeitada conforme regimento oficial.


Assim, o título de vice-campeão foi concedido de forma equivocada ao piloto Thiago Riberi, uma vez que a soma da pontuação final do piloto está em desacordo com o CDA (CÓDIGO DESPORTIVO DO AUTOMOBILISMO) que no artigo 116, parágrafo 1o., estabelece:


“Pilotos excluídos, desclassificados, ou que estiverem cumprindo suspensão, NÃO PODERÃO TER ESSES RESULTADOS CONSIDERADOS COMO DESCARTE”.


Por atitude antidesportiva, o mesmo foi “excluído” da etapa de Campo Grande ficando vetado de descartar a pontuação referente a este resultado.


No dia 29 de março, cinco advogados auditores da Comissão Disciplinar da Confederação Brasileira de Automobilismo, com sede no Rio de Janeiro, deferiram por unanimidade o recurso impetrado por Cássio Homem de Mello que transferiu ao piloto o título de vice-campeão Brasileiro da categoria, fazendo valer plenamente seus direitos.


Cássio era o líder da competição em 2006 até a quinta etapa. No entanto, um acidente que originou uma concussão cerebral e uma fratura no cotovelo esquerdo, durante os treinos para a disputa da 5a. etapa em Curitiba, PR, fez com que o Dr. Dino Altman vetasse a participação do piloto na corrida.


Na etapa seguinte, em Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul, os fortes ventos que sopravam no autódromo arrancaram a barraca que abriga os carros da Stock Jr. e o ferro de sustentação atingiu o piloto no tórax e com a força da batida Cássio sofreu fratura em três costelas. Assim, mesmo afastado de três provas, o piloto paulista conquistou seis vitórias e oito pódios, contabilizando 22 provas no ano, onde Cássio correu 19.


Depois de quatro meses de espera, o piloto comemora a decisão da Comissão Disciplinar da Confederação Brasileira de Automobilismo com serenidade. “Sinto-me realmente feliz pela aplicação correta do regulamento. A demora da definição do título não tira o mérito da conquista do vice-campeonato”, diz, motivado, o piloto. “Essa conquista contribui para reforçar meus objetivos para a temporada deste ano”, explica.


Semanalmente, Cássio realiza treinos físicos e técnicos na pista de Kart visando a temporada deste ano. “O contato periódico com as pistas é fundamental para a nossa preparação”, resume o piloto.


A temporada 2007 da Stock Jr. terá início no próximo dia 22 de abril, em Interlagos, São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *