Stock Light: Bragantini tem fim de semana perfeito em Curitiba

Pole position, melhor volta e vitória de ponta-a-ponta – o chamado hat trick – foi o que André Bragantini (Eurofarma / Sascar) conquistou neste fim de semana “antecipado”, em Curitiba.

O vice-líder da Stock Car Light não foi ameaçado em nenhum momento da sexta etapa, que contou com duas intervenções do Safety Car. Luiz Carreira Júnior e Norberto Gresse Filho completaram a festa do pódio.

Com a vitória e o terceiro lugar de Gresse, Bragantini diminuiu de 31 para 22 pontos a diferença em relação ao líder do Campeonato. “Vou para Brasília em busca da quarta vitória. É minha pista predileta e que me traz boas lembranças. Foi nela que conquistei minha única pole position na V8, em 2003”, lembra.

De acordo com ele, o Campeonato da Light deste ano ainda está aberto. “Os dois descartes previstos pelo regulamento serão determinantes. Vou fazer minha parte e tentar vencer, mas sem esquecer do Gresse, que é meu adversário na luta por esse título, que é inédito na minha carreira”, ressalta o piloto da RR Nova / Hope RH.

Depois de ter enfrentado problemas de acerto durante os treinos, o companheiro de equipe de Bragentini, Ariel Barranco (Farmalife), fez uma boa prova. Largou em 14º e cruzou a linha de chegada sétimo, depois de travar bons duelos. “Não conseguimos trabalhar muito no acerto do carro. Fomos para a corrida sem saber como seria o desempenho. Em virtude de tudo isso, terminar entre os dez primeiros foi bom”, avalia o paranaense.

Daqui a duas semanas os pilotos disputam a sétima das nove etapas da temporada, no anel externo do Autódromo de Brasília.

RESULTADO – 6ª etapa Stock Car Light

1º) André Bragantini (PR), 37 voltas em 40:14.660 (média de 140,66 km/h)
2º) Luiz Carreira Jr (SP), a 2.666
3º) Norberto Gresse F° (SP), a 4.245
4º) Alexandre Cunha (RJ), a 6.401
5º) Eduardo Berlanda (SC), a 9.617
6º) Claudio Gontijo (SP), a 9.977
7º) Ariel Barranco (PR), a 10.213
8º) Elias Nascimento Jr (RJ), a 11.584
9º) Murilo Macedo (SP), a 12.135
10º) Eduardo Santos (RJ), a 12.934
11º) Cadú Pasetti (SP), a 21.235
12º) Renato Russo (SP), a 21.510
13º) Rafael Sperafico (PR), a 22.991
14º) Claudio Daquer (RJ), a 24.377
15º) Afonso Bastos (SC), a 27.323
16º) José Castilho (PR), a 27.559
17º) Sandro Sanches (SP), a 27.860
18º) Vicente Siciliano (SP), a 53.891
19º) Fernanda Parra (SP), a 1 volta
20º) Arthur Lundgren (SP), a 1 volta
21º) Serafin Junior (RJ), a 3 voltas
22º) Claudio Pianowski (SC), a 15 voltas
23º) Rodrigo Stefanini (SP), a 15 voltas
24º) Gustavo Sondermann (SP), a 15 voltas
25º) Otávio Mesquita (SP), a 19 voltas
26º) Lucas Molo (RJ), a 28 voltas
27º) Cristiano Federico (SP), a 28 voltas
28º) Leonardo Burti (SP), a 29 voltas
29º) Eduardo Borges (PB), a 34 voltas
30º) Tiago Gonçalves (SP), a 36 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *