Stock Light: Katalogo Racing conquistou em Campo Grande seu melhor resultado na categoria

Eduardo Santos chegou a ocupar a segunda posição na etapa do último domingo e recebeu a bandeirada em quarto. Apesar do bom momento, proprietário da equipe paulista continua pedindo atenção para o problema dos pneus na Stock V8.

A etapa de Campo Grande da Stock Car V8 Light representou o melhor momento da equipe Katalogo Racing na temporada de 2007. Largando na segunda fila com o carioca Eduardo Santos, o time paulista esteve perto do pódio e comemorou na capital sul-mato-grossense seu melhor resultado neste ano. Depois de passar boa parte da prova em segundo, Santos recebeu a bandeirada na quarta colocação e só perdeu o pódio para Ângelo Serafim nos últimos metros da última volta da corrida.

“Este foi um excelente resultado para a equipe e o Eduardo fez uma ótima corrida. Ele mereceu estar no pódio e, por muito pouco, não chegou lá. Considerando-se que ele tem apenas três corridas na Stock Light e nunca tinha pilota carros de turismo até o início da temporada, eu o considero um dos grandes destaques deste início de ano no campeonato. Certamente, ele tem tudo para continuar andando na frente nas próximas etapas da temporada”, declarou Fernando Parra, proprietário da equipe.

Largando em terceiro, Santos assumiu o segundo posto com uma ultrapassagem sobre Gustavo Sondermann, e permaneceu na vice-liderança da corrida até o último terço de prova. Em seguida, perdeu a posição para o adversário e, nas curvas finais, acabou superado também por Ângelo Serafim.

“Foi uma ótima corrida e realmente passei perto do pódio. Mas deixei um espaço na última volta e o Serafim aproveitou para me passar. O que me deixou feliz foi o fato desta ter sido somente minha terceira corrida na categoria, e este bom resultado acabou chegando mais cedo que o esperado”, falou o piloto, que no ano passado disputou parte da temporada da Fórmula Renault e conquistou uma vitória na etapa de Brasília.

Apesar do clima positivo ocasionado pelo bom resultado obtido na Stock Ligh, Fernando Parra não deixou de pedir atenção para uma questão que, desde o ano passado, vem sendo um dos principais problemas da Copa Nextel Stock Car: o desempenho irregular dos pneus. O paulista Ruben Carrapatoso, um dos pilotos da Katalogo Racing na divisão principal, não conseguiu se classificar para a corrida do último domingo depois que seu carro piorou no treino de classificação com pneus novos, algo que já havia prejudicado a equipe na etapa de Curitiba e ocasionado a não classificação de Alan Hellmeister.

“Como proprietário de equipe e patrocinador, sinto-me na obrigação de chamar a atenção para essa questão. Ter um carro rápido no treino classificatório virou loteria e nenhum empresário gosta de investir em um jogo que dependa demais da sorte. Com a nacionalização dos pneus esse problema deveria ter sido solucionado, mas a situação dos lotes problemáticos não melhorou muito em relação ao que ocorreu em 2006”, declarou Parra.

Na etapa de Campo Grande, Carrapatoso começou os treinos livres na 11a posição, mas na sessão classificatória terminou em 40o. No treino decisivo, seu tempo foi obtido com pneus usados, já que, com o jogo novo, ele sequer conseguiu se aproximar da marca de 1min30s255 obtida no início da sessão. “O carro não apresentou nenhum problema e o piloto não desaprendeu a andar no circuito. A única variável foi mesmo a troca dos pneus”, encerrou Parra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *