Stock Light: Pedro Cardoso salva top-10 na corrida 2 no VeloCittà e se aproxima da briga pelo título

Após a grande vitória neste sábado no VeloCittà, Pedro Cardoso largou em 10° na corrida 2, pela regra de inversão do grid dos dez melhores colocados. Ao contrário do dia anterior, a prova foi bem conturbada desde o início, com muitos toques entre os pilotos, no qual o brasiliense também foi atingido. Apesar disso, ele conseguiu se recuperar por duas vezes e completar as 17 voltas no top-10.

O piloto da equipe Carlos Alves Competições fez uma boa largada e pulou para 8º ainda na primeira volta, mas na sequência o safety-car foi acionado, neutralizando a prova por um período. Na relargada, Pedro foi acertado por um adversário, mas conseguiu voltar à disputa, apesar de cair para 12º lugar. Ainda houve mais duas entradas do safety-car, o que diminuiu consideravelmente o tempo de ação na corrida, mas, por outro lado, isso também reagrupou os carros, e assim o piloto do carro #43 conseguiu recuperar terreno com uma boa performance e belas ultrapassagens.

Pedro já estava em 7º lugar quando foi atingido pela segunda vez por Renan Guerra, que foi punido por atitude antidesportiva. Apesar de todos os incidentes, Cardoso somou mais dois pontos para o campeonato e está em 6º na classificação geral com 108 pontos, contra 160 do líder, sendo que há 110 pontos em jogo.

A sétima – e penúltima – etapa da Stock Light em 2018 acontece entre os dias 19 e 21 de outubro no Autódromo de Londrina (PR).

Pedro Cardoso:

“A corrida de hoje foi OK, poderia ter sido muito melhor, pois nosso ritmo era bem rápido e, se não fossem as batidas – que não foram minha culpa -, tenho certeza que chegaríamos mais para frente. Mas o resumo do fim de semana é muito positivo, estamos na briga pelo campeonato, e vamos seguir trabalhando para termos outros finais de semana assim e buscarmos esse título”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *