Stock Light: Raphael Reis fatura vitória na corrida 2 em Curitiba

Deu Raphael Reis na corrida 2 da quinta etapa da temporada 2021 da Stock Light, disputada neste domingo no anel externo do Autódromo Internacional de Curitiba. A vitória foi a segunda do piloto da W2 Racing na temporada.

Segundo do grid, Raphinha arrancou forte na largada, se defendeu bem dos ataques e aproveitou a disputa entre adversários que vinham atrás para abrir vantagem na ponta e segurar a liderança até a bandeirada.

“Eu consegui me posicionar bem na largada para assumir a liderança e me defendi bem dos ataques para trazer o carro para casa. Essa vitória vai para o meu pai. Muito obrigado por tudo”, disse o piloto de Brasília logo após descer do pódio.

A segunda posição ficou com Arthur Leist, que largou em sexto, avançou rapidamente para as primeiras posições e travou intensas disputas para segurar o posto.

“A gente sofreu demais o fim de semana todo com velocidade de reta e sabíamos que hoje não seria diferente.  Nós pensamos em trocar o motor, mas achamos melhor só mexermos no carro, melhorou, mas ainda não tinha a velocidade que a gente queria. Hoje foi na marra, mas é mais gostoso chegar no pódio assim”, disse o gaúcho da Motortech.

Matheus Iorio, que trocou a KTF pela W2 Racing no meio da temporada, fechou o pódio na terceira posição, primeiro pódio desde a vitória na etapa do Velocitta do ano passado.

“Até o momento foi um ano muito difícil, mas de maneira alguma paramos de trabalhar. O motor ainda era ruim hoje e continuamos sofrendo com velocidade de reta, principalmente em um circuito onde precisamos dela por ser um anel externo. É muito bom estar de volta ao pódio”, disse Iorio, que desde a corrida 1 da etapa do Velocitta do ano passado.

Quem não se deu muito bem nessa corrida 2 foi Felipe Baptista. Vencedor da corrida 1, o líder do campeonato largou em décimo hoje, chegou a figurar entre os primeiros, mas um pneu estourado o forçou a parar nos boxes. Mesmo terminando a corrida em 12º, Baptista segue na liderança da tabela com 212 pontos, 31 à frente de Gabriel Robe.

Entre os Rookies, a vitória ficou com Gabriel Bortoleto, quinto colocado na geral.

A corrida

Logo na largada, Alberto Cattucci, que largou na frente graças a inversão de grid em relação ao resultado da corrida 1, foi superado por Raphael Reis, Matheus Iorio, Raphael Teixeira e caiu para a quarta posição. Ainda na segunda volta, Rapha Teixeira atacou e tomou a segunda posição de Iorio.

Mais atrás, Gabriel Robe, então nono colocado, foi tocado por Lucas Kohl, rodou e com a suspensão traseira quebrada acabou abandonando a corrida. Por causa do toque no carro de Robe, Kohl acabou punido com uma passagem lenta pelos boxes.

Entre os ponteiros, Rapha Reis seguia líder, mas longe de estar tranquilo, pois tinha Rapha Teixeira e Matheus Iorio na sua cola.

Um pouco mais atrás, Zezinho Muggiati, que no sábado herdou a terceira posição graças à desclassificação de Felipe Papazissis, colocou por dentro na Curva 0 e tomou a quarta posição de Arthur Leist. Pouco depois, Leist foi também ultrapassado por Felipe Baptista e caiu para sexto.

Faltando 20 minutos para o final da corrida, Matheus Iorio acionou o botão de ultrapassagem para tomar a segunda posição de do goiano Raphael Teixeira, mas perdeu o posto para Muggiati e Leist.

Pouco depois, Muggiati acabou punido com uma passagem lenta pelos boxes após um toque no carro de Rapha Teixeira. Com a punição, Matheus Iorio acabou herdando a terceira posição.

Quem se deu bem com toda essa confusão foi Raphael Reis, que aproveitou para abrir boa vantagem de pouco mais de três segundos.

A dez minutos do final da corrida, Gabriel Lusquiños passou a atacar Matheus Iorio, que precisou acionar o botão de ultrapassagem para tentar se defender e segurar a terceira posição. A estratégia durou apenas uma volta e Iorio acabou ultrapassado por Lusquiños e caiu para quarto.

Com os botões de ultrapassagem descasados, Iorio e Lusquiños passaram a protagonizar uma intensa disputa por posição, com ambos se revezando em terceiro. Quem aproveitou bem a disputa entre os dois foi Gabriel Bortoleto, que acionou o botão de ultrapassagem para jogar Lusquiños para a quinta posição.

A disputa pela terceira posição acabou beneficiando Raphael Reis e Arthur Leist, que seguiram tranquilamente líder e vice-líder da corrida, respectivamente, até cruzarem a linha de chegada. A terceira posição acabou ficando com Matheus Iorio, com Lusquiños em quarto e Bortoleto em quinto e vencendo entre os Rookies.

Confira o resultado extraoficial da corrida:

1 Raphael Reis (W2 Racing) em 32 voltas
2 Arthur Leist (Motortech) a 2.419
3 Matheus Iorio (W2 Racing) a 4.746
4 Gabriel Lusquiños (W2 ProGP) a 6.108
5 Gabriel Bortoleto (KTF Racing) a 6.339
6 Raphael Teixeira (Motortech Motorsports) a 8.615
7 Alberto Cattucci (KTF Racing) a 23.431
8 Zezinho Muggiati (W2 ProGP) a 32.593
9 Felipe Papazissis (RKL Competições) a 43.817
10 Lucas Kohl (KTF Sports) a 45.481
11 Pietro Rimbano (Hot Car Competições) a 2 Voltas
12 Felipe Baptista (KTF Sports) a 3 Voltas

Não completou

13 Gabriel Robe (Motortech)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *